Aula tema 3

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1411 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
EPIDEMIOLOGIA
HISTÓRIA NATURAL DAS
DOENÇAS E NÍVEIS DE
PREVENÇÃO
EPIDEMIOLOGIA & SAÚDE – MARIA ZÉLIA ROUQUAYROL
CAPÍTULO 2

Profª. Nilva Zanini

1

CONCEITO DE SAÚDE E DOENÇA
Saúde – ausência de doença
 Doença – falta ou perturbação da saúde
 Saúde (OMS) – é um completo estado de bem-estar
físico, mental e social, e não meramente ausência de
doença.
 Saúde (Aurélio) – é oestado do indivíduo cujas
funções orgânicas, físicas e mentais se acham em
situação normal
 Saúde é o resultado do equilíbrio dinâmico entre o
indivíduo e o seu meio ambiente.


2

HISTÓRIA NATURAL DA DOENÇA


Fases da história natural da doença

-

Fase inicial (suscetibilidade) – pessoas que

-

-

não estão doentes, mas que tem mais riscos
de adoecer.
Fasepré-patológica (pré-clínica) – pessoas que
não tem sintomas, mas estão doentes
(screening)
Fase clínica – pessoas doentes (interveções)
Fase de incapacidade residual – não morreu ou
não houve cura completa, deixando com
3
sequelas (reabilitação)

HISTÓRIA NATURAL DA DOENÇA



Etiologia e Prevenção
Etiologia
- pré-patológico
* pacientes suscetíveis
* conhecer os fatores de risco
- patológico*adotar critérios de diagnóstico
* tratamento
* interromper a progressão
- prevenção
* apresenta forma diferente
* depende do agente agressor

4

CLASSIFICAÇÃO DAS MEDIDAS
PREVENTIVAS
1º. nível
Promoção
da saúde

2º. nível
Proteção
específica

4º. nível

Diagnóstico
Precoce e
tratamento
oportuno

Limitação do
dano

Prevenção
secundária

Prevenção
primáriaPrevenção

Promoção

3º. nível

Proteção

Cura

5º. nível

Reabilitação

Prevenção
terciária

reabilitação

Recuperação
5

História Natural e Prevenção de Doenças
Inter-relação entre
Agente, Hospedeiro
e Ambiente que
produzem

Doença
Doença Convalescença
Morte
Precoce
Avançada
Invalidez
Discernível
Recuperação
Horizonte Clínico
Patogênese
Precoce

Estímulo àDoença
eríodo pré-Patogênico
I

II

revenção Primária

Período Patogênico
III
Prevenção Secundária

IV

V6
Prevenção
Terciária

PREVENÇÃO PRIMÁRIA
I - Promoção à Saúde

II – Proteção Específica
7

I – PROMOÇÃO À SAÚDE







Moradia adequada
Escolas
Áreas de lazer
Alimentação adequada
Educação em todos os níveis

8

II - PROTEÇÃO ESPECÍFICA






Imunização
Saúde ocupacional
Higiene pessoal e do lar
Proteção contra acidentes
Aconselhamento genético
Controle de vetores

9

PREVENÇÃO
SECUNDÁRIA
III - Diagnóstico Precoce
IV - Limitação da
Incapacidade
10

III - DIAGNÓSTICO PRECOCE
Inquéritos para descobertas de casos na
comunidade
 Exames periódicos, individuais, para detecção
precoce de casos
 Isolamentopara evitar a propagação da doença
 Tratamento para evitar a progressão da doença


11

IV - LIMITAÇÃO DA
INCAPACIDADE


Evitar futuras complicações



Evitar seqüelas
12

PREVENÇÃO TERCIÁRIA
V - Reabilitação

13

V - REABILITAÇÃO
Fisioterapia
 Terapia ocupacional
 Emprego para o reabilitado
Órteses e próteses


14

EXEMPLO: HISTÓRIA NATURAL DA SÍFILISInter-relação entre
Sífilis
Agente: T. pallidum
secundária
Ambiente:InstabiliExantema,
dade familiar,
Sífilis
Febre,
Lesão
primária
recreação,renda
maculosa
Susceptível:Idade,
Cancro
Soro post.
Soro neg.
Sexo, Personalidade,
Horizonte Clínico
Educação sexual,
Álcool ,
Drogas ilícitas, etc
que produzem

Estímulo à
Doença

Óbito
incapacidade

Infecção
recorrente

Neurosífilis

Expectativa
Para a vida

latente

toda

Disseminação do T.p. pelo
Sangue e linfa
Reprodução do T.p.
No ponto de inoculação

Cura espontânea

4 anos

20
15 anos
Sífilis tardia

Sífilis precoce

Período pré-Patogênico

Sífilis
Cardio
vascular

Gomas
De Pele
E osso

Período Patogênico

EX: HISTÓRIA NATURAL DOS ACIDENTES DE
TRÂNSITO
Inter-relação...
tracking img