Aula iii conhecimento na era virtual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2413 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Conhecimento na Era Virtual
Por Sander Neves – professor do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix


|[pic] |[pic] |
|Sala de aula nos moldes da década de 1970 |Sala de aula nos moldes da década de 1980 ||Fonte: histeducg2.blogspot.com |Fonte: sjose.com.br sjose.com.br sjose.com.br sjose.com.br |



1. Introdução

Qual foi o primeiro pensamento que veio à sua mente quando você observou as imagens acima? Pense bem antes de seguir adiante na leitura deste texto. São imagens do século passado, quando as novas tecnologias de comunicação e informaçãoainda engatinhavam e tinham presença inexpressiva nas salas de aula. No entanto, desde o final do século XX e, de forma mais incisiva neste início do século XXI, tornou-se impensável desenvolver uma educação de qualidade dissociada das novas possibilidades tecnológicas que permeiam a sociedade.

Engana-se quem pensa que apenas a educação recebe os impactos das novas tecnologias. Todas as áreas domercado precisam das máquinas para qualificar e agilizar as relações mercadológicas. E na sua vida pessoal (familiar), quais são os impactos das novas tecnologias? Analise um pouco como é a sua relação com alguns equipamentos como: celular, computador, internet, videogame, MP3, MP4, Ipod, Ipad, etc. É fato que o conhecimento nunca esteve tão acessível à humanidade, mas também é clara anecessidade de filtrar as informações publicadas na rede mundial de comunicação.

2. O mundo virtual


Você consegue imaginar o mundo do século XXI sem conexões virtuais? Imaginar o fim das Redes Sociais? Ou da própria Internet? Isto é impossível no contexto atual, não é mesmo? Na verdade, na segunda década do século XXI assistimos a ampliação das conexões virtuais. Cidades como Londres[1], SãoPaulo[2] e Belo Horizonte[3] criaram espaços públicos com acesso gratuito à Internet. Há inclusive, cidades brasileiras que tem 100% de cobertura wireless: a amazonense Parintins, a fluminense Piraí e a paulista Sud Mennucci[4].

Nos Estados Unidos, quem viaja de trem ou ônibus entre New York e Boston, por exemplo, conta com acesso gratuito à Internet durante o trajeto[5]! Há inclusive, tomadas pararecarregar notebook, Ipad ou celulares com acesso à rede mundial. Até mesmo em vôos domésticos nos EUA oferecem serviços gratuitos de Internet[6]. Também é muito comum anúncios de Internet grátis nos cafés e restaurantes espalhados por Manhattan (área mais povoada de New York).

A Organização das Nações Unidas[7] publicou, no início de junho de 2011, um relatório que denuncia que desconectar umapessoa é uma violação aos direitos humanos. Para a entidade, a Internet é uma rede de informação, isto é, privar o acesso ao ambiente virtual vai de encontro ao parágrafo 2, do artigo 19, do Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos[8], criado em 1966. O texto reza que: “Toda pessoa terá o direito à liberdade de expressão; esse direito incluirá a liberdade de procurar, receber e difundirinformações e idéias de qualquer natureza, independente de considerações de fronteiras, verbalmente ou por escrito, de forma impressa ou artística, ou por qualquer meio de sua escolha”.

3. Linear x não-linear


O encantamento das pessoas em relação às novas tecnologias tem culminado em situações extremas. Um jovem chinês, de apenas 17 anos, chegou ao ponto de vender um rim para comprar umIpad[9]. O jogo via computador também fez uma vítima. Um jovem britânico morreu de trombose venosa profunda (associado a longos períodos de inatividade) depois de ficar 12 horas para em frente ao X-Box[10]. Não é este o objetivo da tecnologia. A Internet pode se tornar um vício desagradável ou uma porta para o conhecimento e entretenimento, tudo depende da forma que você lida com ela. Vamos fazer um...
tracking img