Atps fisica 1 anhanguera 2012

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1006 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Etapa 3-
Passo 2 - Dois soldados da equipe de resgate, ao chegar ao local da queda do satélite e ao verificar sua localização saltam ao lado do objeto de uma altura de 8m. Considere que o helicóptero está com velocidade vertical e horizontal nula em relação ao nível da água.

1. Adotando g =9,8 m/s2, Determine o tempo de queda de cada soldado.

Resp.
y = VoT + ½ . gT²4,9T² = 8
8 = 0.T + ½ . 9,8T² T² = 8
4,9
8 = 9,8T² T² = 1,63
2 T = 1,28 s.
8 = 4,9T²

2. Determine a velocidade de cada soldado aoatingir a superfície da água utilizando para isso os dados do passo anterior.

Resp.
V = Vo + At
V = 0 + 9,8 . 1,28
V = 12,54 m/s

3 .Determine qual seria a altura máxima alcançada pelo SARA SUBORBITAL considerando que o mesmo foi lançado com uma velocidade inicial de Mach 9 livre da resistência do ar e submetido somente a aceleração da gravidade.

Resp.
Vy² = Voy² - 2g y
0 = 11025² - 2. 9,8 y
0 = 121.550625 – 19,6 ?y
19,6 y = 121.550625
y = 121550625
19,6
y = 6.201.562,5 m

Passo 3 - Calcule o tempo gasto para o SARA SUBORBITAL atingir a altura
máxima.

Resp.
Tmax = Vo
g
Tmax = 11025
9,8
Tmax = 1.125 s.

Passo 4 –
Analisamos que a velocidade final adquirida pela Sara Suborbital foi de 22222km/h, e que a sua aceleração adquirida em sua trajetória de reentrada na troposfera foi de exatos 59,48 m/s², com base em sua velocidade de reentrada na troposfera podemos afirmar que o seu tempo gasto nesta reentrada foi de 39,23 segundos.

ETAPA 4

Passo 1 - Para efetuar o resgate do Satélite, ao chegar ao local, o avião patrulha lança horizontalmente uma bóia sinalizadora. Considere que oavião está voando a uma velocidade constante de 400 km/h, a uma altitude de 1000 pés acima da superfície da água, calcule o tempo de queda da bóia considerando para a situação g = 9,8 m/s2 e o movimento executado livre da resistência do ar.

Resp.
Y = Yo + Voy – gT²
304,8 = 0 + 0 – 9,8 T²
2
304,8 = - 9,8T²
2
304,8 = -4,9T²
T² = 304,8
4,9T²= 62,20
T = 7,88 s.

Passo 2 - Com os dados da situação do Passo 1, calcule o alcance horizontal da bóia.

Resp.
X = Xo + Vox . T
X = 0 + 111,1 . 7,88
X = 875.5 m.

Passo 3
1 - Calcule para a situação apresentada no Passo 1, as componentes de velocidade da bóia ao chegar ao solo.

Resp.
V = 111.1 m/s
1000 pés = 304,8 m
S = 9,8 m/s²

h = VoT - gT²

304,8 = 0 – 9,8T²2
304,8 = - 4,9T²
T² = 304,8
4,9
T² = 62,20
T = 7,88 s.

2 - Determine a velocidade resultante da bóia ao chegar à superfície da água.

Resp.
(77,32)² + (111,1)² = V²
V² = 12345,432 + 5978,3824
V² = 18323,814
V² = 135.36 m/s

Etapa 5

Passo 1 - Antes do lançamento real do SARA SUBORBITAL, alguns testes e simulações deverão ser feitos. Para uma situação ideallivre da resistência do ar, vamos considerar a trajetória parabólica como num lançamento oblíquo e a aceleração constante igual a g. Adote uma inclinação na plataforma de lançamento de 30º em relação à horizontal e o alcance máximo de 338 km. Determine a velocidade inicial de lançamento.

Resp.

X = Xo + gT
0 = 1382,9 – 9,8T
9,8T = 1382,9
T = 1382,9
9,8
T = 141,112 s.

Vy =Vyo² + 2g?x
0 = (Vyo)² + 2 . (9,8) . 9757,2
Vyo² = 1912415,12
Vyo = 1382,9 m/s

V = Vx² + Vy²
V = 1912415,12 + 5737222,6
V = 2765 m/s.

Passo 2
1. Determine as componentes da velocidade vetorial de impacto na água para a situação analisada no passo 5.
Resp.
V = (2395,25î + 1382,9j) m/s

2. Faça um esboço em duas dimensões (x-y) do movimento parabólico executado pelo...
tracking img