Atps anhanguera fisica i

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2481 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

A Física permite-nos conhecer as leis gerais da Natureza que regulam o desenvolvimento dos processos que se verificam, tanto no Universo circundante como no Universo em geral. O objetivo da mesma consiste em descobrir as leis gerais da Natureza e esclarecer, com base nelas, processos concretos.
Os cientistas, à medida que se aproximavam desse objetivo, iam compreendendo melhor opanorama grandioso a complexo da unidade universal da Natureza. O Universo não é um conjunto simples de acontecimentos independentes, mas todos eles constituem manifestações evidentes do Universo considerado como um todo.
O conhecimento acumulado neste campo tem possibilitado à humanidade compreender aspectos cada vez mais complexos da natureza e, através dele criar sistemas, dispositivos emateriais artificiais que tem contribuído decisivamente para o progresso tecnológico o qual muda constantemente o cotidiano de toda a sociedade. Como utilizar as descobertas científicas apenas para o bem é um dos principais desafios da sociedade moderna e nessa discussão os físicos podem desempenhar importante papel esclarecedor.
No contexto desse documento veremos que o Projeto SARA propõe odesenvolvimento de uma plataforma orbital para a realização de experimentos em ambiente de microgravidade, destinada a operar em órbita baixa, a 300 km de altitude, por um período máximo de dez dias o qual no futuro auxiliará nas pesquisas tecnológicas nas áreas de Exatas e Biológicas o qual aumentará a participação do Brasil no âmbito de pesquisas e desenvolvimento científico e tecnológico mostrando osavanços da Sociedade Brasileira nesse ramo de atuação assim como também apresentará em fatores não somente científicos como também políticos o grau de desenvolvimento da nação brasileira.
Um dos objetivos do Projeto Sara é o desenvolvimento de tecnologias para a criação de aeronaves e veículos hipersônicos, capazes de viajar com velocidade várias vezes superior a velocidade do som. Na mídiaobserva-se que o Brasil tem apresentado avanços através do IAE (Instituto de Aeronáutica e Espaço) do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial) onde vemos que o projeto é fundamental principalmente para o domínio de tecnologias e para a autonomia no setor aeroespacial.
2. SARA – Satélite de Reentrada Atmosférica

Satélite - Micro gravidade.

O nome do projeto é SARA sigla paraSatélite de Reentrada Atmosférica, em desenvolvimento pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), um dos centros de pesquisa do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), do Comando da Aeronáutica, em São José dos Campos (SP). O SARA propõe o desenvolvimento de uma plataforma orbital para a realização de experimentos em ambiente de micro gravidade destinada a operar em órbita baixa, a300 km de altitude, por um período máximo de dez dias. No futuro, o equipamento abrirá novas possibilidades na realização de projetos de pesquisa e desenvolvimento nas mais diversas áreas e especialidades, tais como biologia, biotecnologia, medicina, materiais, combustão e fármacos, entre outros.
Os demais veículos do programa são o SARA Suborbital 2, destinado a implementar o controle de atitudeem vôo e o motor de indução de reentrada, o SARA Orbital, para verificar a capacidade de controle e o ambiente tanto em órbita como na reentrada e, por fim, o SARA Orbital 2, que qualificará o sistema de proteção térmica reutilizável. Essas etapas são necessárias para desenvolver e aprimorar cada tecnologia desse importante projeto, que cresce nas mãos dos cientistas brasileiros como um filho,que primeiro aprende a engatinhar, depois a andar e por fim a correr.
A CENIC é a empresa responsável pela industrialização da plataforma, situação definida em contrato com a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e o IAE. Para tanto, a empresa mantém um profissional constantemente à disposição do projeto. No fundo da sala, Tiago Gonçalves Faria, outro estudante da Univap, observa a versão...
tracking img