Atividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1737 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Identificação da Obra: O mito da caverna, também chamada de Alegoria da caverna, foi escrito pelo filósofo Platão, e encontra-se na obra intitulada A República (livro VII). Trata-se da exemplificação de como podemos nos libertar da condição de escuridão que nos aprisiona através da luz da verdade.
Autor: Platão Atenas, 427 - Atenas, 347 a.C. ) foi um filósofo e matemático do período clássico daGrécia Antiga, autor de diversos diálogos filosóficos e fundador da Academia em Atenas, a primeira instituição de educação superior do mundo ocidental. Juntamente com seu mentor, Sócrates, e seu pupilo, Aristóteles, Platão ajudou a construir os alicerces da filosofia natural, da ciência e da filosofia ocidental.
Introdução
A história narra à vida de alguns homens que nasceram e cresceram dentrode uma caverna e ficavam voltados para o fundo dela. Ali contemplavam uma réstia de luz que refletia sombras no fundo da parede. Esse era o seu mundo. Certo dia, um dos habitantes resolveu voltar-se para o lado de fora da caverna e logo ficou cego devido à claridade da luz. E, aos poucos, vislumbrou outro mundo com natureza, cores, “imagens” diferentes do que estava acostumado a “ver”. Voltou paraa caverna para narrar o fato aos seus amigos, mas eles não acreditaram nele e revoltados com a “mentira” o mataram. 
Quando aplicada em sala de aula, tal alegoria resulta em boas reflexões. A tendência é a elaboração de reflexões aplicadas a diversas situações do cotidiano, em que o mundo sensível (a caverna) é comparado às situações como o uso de drogas, manipulação dos meios de comunicação edo sistema capitalista, desrespeito aos direitos humanos, à política, etc. Ao materializar e contextualizar o entendimento desse mito é possível debater sobre o resgate de valores como família, amizade, direitos humanos, solidariedade e honestidade, que podem aparecer como reflexões do mundo ideal. 
Por isso, cabe a nós futuros professores, levarmos aos nossos alunos a luz do conhecimento e tentarrelacionar a filosofia platônica, sobretudo o mito da caverna, com nossa realidade atual. A partir desta leitura, é possível fazer uma reflexão extremamente proveitosa e resgatar valores de extrema importância para o dia a dia da educação em sala de aula. Além disso, ajuda na formulação do senso crítico dos alunos de um modo geral. 
Finalmente, o mito da caverna pode ser interpretado como umacrítica ao próprio ser, que não busca a verdade, e em uma ingenuidade falsificada, aceita o que lhe é dito, já que isso é mais cômodo e lhe poupa o trabalho de investigar, refletir, questionar e com isso comprovar os fatos.
Assim, fica claro que o professor, principalmente o historiador, deve incorporar sempre essas características, deve sempre buscar a verdade à luz da razão, levar incentivo,inovar e criar maneiras eficientes de transportar o conhecimento aos que estão na escuridão da ignorância.
 Conclusão 
No mundo atual, a televisão, as crenças, os costumes, as ideologias etc., desempenham perfeitamente o papel das sombras refletidas nas paredes da caverna, aprisionando as pessoas por meio do processo de alienação e do consumismo. No Mito de Platão, o filósofo é aquele que se libertadas correntes, passando a contemplar a vida e que, ao retornar à caverna, tenta convencer os outros a fazerem o mesmo.
Na atualidade, o professor assume o papel do filósofo, de modo a socorrer e ajudar as pessoas a se libertarem das crenças, das ideologias e dos costumes que os aprisionam, abrindo seus olhos levando-os a encontrar o sentido da vida. 
No entanto, essa tarefa torna-se cada vezmais difícil. Se formos comparar o tempo escolar e o tempo de exposição em frente à televisão de um jovem, a concorrência torna-se desleal.

Pelas selvagerias que o Homem Moderno comete não mais MITO, mas sim a REALIDADE, pior que a das Cavernas.

A comprovação da importância da Busca de Luz, do Conhecimento, do Desenvolvimento e das Descobertas, no caminho da vida.
Em se tratando de falta de...
tracking img