Arquiteto philip johnson

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2581 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP

ÉRIKA DE ALMEIDA ALBUQUERQUE

PHILIP CORTELYOU JOHNSON

BRASÍLIA DF 2012

ÉRIKA DE ALMEIDA ALBUQUERQUE

PHILIP CORTELYOU JOHNSON

Trabalho desenvolvido para a Jornada de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Paulista UNIP

Professores – Ricardo Meira, Leonardo Inojosa, Renata Gonçalves.

BRASÍLIA DF 2012

EPÌGRAFE

“Desconfie do destino eacredite em você,
Gaste mais horas realizando que sonhando,
Fazendo que planejando,
Vivendo que esperando,
Porque, embora quem quase morre esteja viva,
Quem quase vive, já morreu! ”
Luiz Fernando Veríssimo

Resumo

Philip Johnson foi uma das figuras mais influentes na arquitetura americana. Johnson não começou o estudoformal da arquitetura antes dos 34 anos, mas apesar de já ter sido o primeiro diretor do departamento de arquitetura e do projeto no Museu de Arte Moderna em Nova Iorque. Foi honrado também por muitos projetos individuais, recebendo a medalha de prata da honra da liga de arquitetura em Nova Iorque, pela Casa de Vidro e uma concessão progressiva do projeto de arquitetura para o centro da ciência deKline na Universidade de Yale. Aos 91 anos, Johnson projeta a primeira Catedral do Milênio Novo a Igreja Gay, sendo a maior do mundo, onde fala com suas próprias palavras que a Catedral Nova da Esperança será o santuário emocionante do cristianismo. Sendo Johnson um dos maiores arquitetos vivos do mundo, abriu caminho a dos movimentos da arquitetura, o estilo internacional e o pós-modernismo,incorporou as influências do neoclassicismo e do modernismo. Johnson marcava a ordem simétrica inerente de sua obra, o que era obtido mediante a supressão da armação, preferindo a flexibilidade do vidro, criando uma espécie de espaço pós-mieciano: uma arquitetura assimétrica de quase nada que não mais dependia da manifestação da estrutura enquanto armação, mas pelo contrário da manipulação da superfíciecomo principal agente da revelação da luz, do espaço e do suporte. Nos edifícios inteligentes a iluminação é responsável, normalmente por 30 a 50% da carga elétrica total da edificação. A maior novidade do setor é a integração do sistema de água gelada ou gelo que acumula o frio durante a noite para ser consumido ao longo do dia. Johnson foi descrito por alguns dos maiores arquitetos daatualidade, um olhar em uma lista de realizações, sejam matrizes incorporadas, executando centros das artes, casas, edifícios da universidade ou espaços públicos, não deixam nenhuma dúvida, sobre sua posição como um arquiteto de renome do século XX e XXI.

Palavra-Chave: Projeto, criatividade, originalidade e ousadia.

Sumário

Introdução pág. 6
Desenvolvimentopág. 7
* Capitulo I
* Capitulo II pág. 8
* Análise e Crítica pág. 9
* Imagens pág. 10 a 12
Considerações finais pág. 13
Referências Bibliográficas pág. 14

INTRODUÇÃO

Neste trabalho darei ênfase ao trabalho do arquiteto Philip Johnson, no qual citarei algumas de suas obras e biografia, pois se tratar de umarquiteto de extremo valor profissional e criativo para a arquitetura mundial. Este trabalho monográfico dividido em dois capítulos, onde no primeiro irei tratar sobre a biografia e citarei algumas de suas obras com figuras respectivas á essas obras e no segundo capítulo será exposta uma habitação familiar que e considerada ousada e um edifício inteligente.

Capitulo I

Biografia
PhilipCortelyou Johnson
Arquiteto Philip Johnson
Arquiteto Philip Johnson
Nasceu em Cleveland, Ohio em 17 de Agosto de 1906. Johnson foi crítico, escritor e historiador. Graduou-se em Arquitetura e fez mestrado em História da Arquitetura na Universidade de Harvard. Após o fim dos seus estudos Johnson aceitou um convite para ser o diretor do museu de Arte Moderna de...
tracking img