Analise financeira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4531 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
3.5-Método de Pesquisa
Para atender ao propósito do estudo de identificar os fatores que explicam a forma como as maiores empresas que atuam no Brasil se financiam, foram testadas dez hipóteses de pesquisa envolvendo variáveis que potencialmente determinam a estrutura de capital das firmas. As hipóteses testadas foram construídas com base nas teorias de estrutura de capital e em pesquisasempíricas realizadas por outros autores, considerando também a disponibilidade de dados.

3.1 Hipóteses de Pesquisa
As hipóteses de pesquisa envolvem seis fatores considerados como potenciais explicativos da estrutura de capital das empresas. Os fatores são: rentabilidade, risco, tamanho, composição dos ativos, crescimento e tipo de capital (aberto ou fechado), conforme detalhado a seguir:
a)Rentabilidade: segundo a teoria do Pecking Order, há uma hierarquia nas fontes de financiamento das empresas, que preferem financiar seus investimentos por meio da retenção de lucros, em detrimento a recursos de terceiros e a capitais novos dos acionistas. Assim, a capacidade de gerar lucros da empresa influenciaria sua estrutura de capital, à medida que as firmas que detenham maior fonte derecursos próprios para se auto-financiar deverão recorrer menos ao uso de dívidas. Espera-se, portanto, que as empresas mais rentáveis sejam menos endividadas.
Hipótese 1: há uma relação negativa entre rentabilidade e endividamento.
b) Risco: as teorias dos custos de falência e dos custos de agência sugerem que o fator risco tenha influência na estrutura de capital das empresas. Firmas cujos negóciosapresentam elevado risco terão maior probabilidade de seus fluxos de caixa serem insuficientes para honrar as obrigações com os credores e, conseqüentemente, poderão se endividar menos. Assim, espera-se que as empresas com maior risco de negócio sejam menos endividadas.
Hipótese 2: há uma relação negativa entre risco e endividamento.
c) Tamanho: de acordo com a teoria dos custos de falência,empresas grandes, normalmente, são mais diversificadas do que empresas pequenas, estando menos sujeitas a dificuldades financeiras e possuindo custos de falência menores. Em razão disso, sua capacidade de endividamento é maior do que a das empresas pequenas. Adicionalmente, uma característica do mercado brasileiro é que as grandes empresas têm maior acesso a crédito de longo prazo do que aspequenas empresas, sobretudo por meio de Bancos de Desenvolvimento.
Como essas operações, geralmente, possuem custo financeiro inferior às linhas de curto prazo utilizadas pelas empresas menores, devido às taxas subsidiadas, há um incentivo para que as grandes empresas se endividem mais. Diante desses aspectos, espera-se que as grandes empresas sejam mais endividadas e tenham proporcionalmente maisdívidas de longo prazo, e que as pequenas empresas sejam menos endividadas e tenham proporcionalmente mais dívidas de curto prazo.
Hipótese 3: há uma relação positiva entre tamanho e endividamento total.
Hipótese 4: há uma relação positiva entre tamanho e endividamento de longo prazo.
Hipótese 5: há uma relação negativa entre tamanho e endividamento de curto prazo.
d) Composição dos Ativos: ateoria dos custos de falência considera que as empresas que dispõem de ativos fixos para oferecer aos credores como garantia das dívidas têm maior capacidade de endividamento, uma vez que esses ativos podem ser vendidos em caso de insolvência, reduzindo os custos de falência.
As teorias de informações assimétricas e custos de agência sugerem também que os credores preferem emprestar para empresasque detenham ativos fixos, pois a utilização de dívidas garantidas diminui a assimetria informacional entre administradores e credores, além de reduzir a propensão dos administradores a investir de maneira subótima, como, por exemplo, em projetos de risco elevado. Assim, espera-se que as empresas com maior ativo fixo sejam mais endividadas e tenham proporcionalmente mais dívidas de longo prazo...
tracking img