Analise discurso final de socrates

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (354 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Critica do discurso final de Sócrates, depois da condenação à morte.
1.O significado da condenação de Sócrates para ele próprio e os juízes:
Os juízes pensavam estar fazendo algum mal paraSócrates, fazendo-o sofrer, condenando-o à morte, mas na verdade, para Sócrates, tal condenação seria o alívio de sua alma, já que encontraria outros que morreram como ele, condenados injustamente, e quepassaria a ser imortal, num lugar bem melhor que o mundo em que vivia. Ou seja, para Sócrates, os juízes o fariam um favor matando-o.
2.Mensagem aos que o condenaram:
Sócrates faz um vaticíniodo que se seguirá após sua condenação, dizendo a eles que haveria uma vingança ainda maior, de Zeus, do que aquela que o sacrificou. Diz também que sua morte não os livrou da critica as suascondutas, mas ao contrario. Finaliza sua mensagem dizendo que o raciocínio dos que o condenam é errado, pois esta é uma forma de escapar da crítica de maneira injusta e não honrosa, diz que seria melhore mais fácil não calar a boca dos outros, mas tornarem-se pessoas justas.
3.Mensagem aos que o absolveram:
Sócrates diz que gostaria de conversar com estes que o absolveram como amigos, enquantotivesse tempo antes de morrer, sobre o que tinha acabado de acontecer.
4.Discurso acerca da morte:
Primeiramente, Sócrates questiona se a morte é um bem ou um mal, ou se o morto não tem nenhumaexistência, ou se a morte é uma mudança de existência. Afirma então que se a morte seria um maravilhoso presente caso fosse como um sono e também se a morte fosse a passagem de um lugar para outro,onde a alma encontra-se com todos os outros mortos. Chega assim à conclusão de que não há coisa melhor do que morrer e ser libertado das coisas deste mundo.
5.Último pedido de Sócrates:
Sócratespede aos cidadãos para punir e atormentar seus filhos se caso eles cuidarem mais da riqueza e de outras coisas do que da virtude. E reprová-los caso eles acreditem ser qualquer coisa que não...
tracking img