Alok

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5428 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Nome : Igor Brendo

História do Sistema Financeiro do Brasil
O sistema financeiro nacional do Brasil é formado pelo conjunto de instituições financeiras que são voltadas para a gestão política monetária do governo federal. Estas instituições são entidades supervisoras e também os operadores que atuam no mercado nacional compõe o sistema financeiro, mas para isso eles são orientados por trêsórgãos normativos, sendo eles o Conselho Monetário Nacional (CMN), Conselho de Gestão da Previdência Complementar (CGPD) e Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP).
O principal objetivo do sistema financeiro nacional é promover o desenvolvimento equilibrado do País e servir os interesses da coletividade em todas as partes que o compõe e ainda abranger as cooperativas de créditos.O sistema financeiro nacional teve início com a vinda da Família Real Portuguesa no ano de 1808, logo quando foi criado o Banco do Brasil e com o passar do tempo foram-se abrindo novas instituições como, por exemplo, a Inspetoria Geral dos Bancos, os próprios bancos como Santander, Bradesco, Real, Itaú e também as Caixas Econômicas Federais.
O Conselho Monetário Nacionalé constituído pelo Banco Central do Brasil, com a ajuda dos operadores e também de outras instituições e intermediários financeiros e também administradores de recursos de terceiros. O Conselho Nacional de Seguros Privados é composto pela Superintendência de Seguros Privados, já o Conselho Nacional de Previdência Complementar é composto pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar etambém de Entidades Fechadas de Previdência Complementar.

Crédito Pessoal – Consumo
O aumento do crédito é explicado,principalmente,pelo aumento do crédito para Pessoas Físicas (crescimento de 33,2% nos 12 meses até março).
O crédito para as empresas e crédito direcionado apresentam desempenho mais modesto(crescimento de 16,1 e 11,9,respectivamente,no mesmo período).Juros & Spread bancário –Evolução e medidas-2005
Descreve o comportamento recente dos principais indicadores do mercado de credito,com destaque para a evolução das taxas de empréstimos,do spread bancário,dos volumes de credito,dos níveis de inadimplência e dos prazos médios.
Conforme o Banco Central,as taxas de juros e o spread bancário diminuíram sensivelmente em relação aos valoresatingidos no inicio de 2003 e atualmente se encontram em patamares próximos aos registrados no primeiro semestre de 2001.Certamente impulsionado por esse movimento das taxas de juros e de spread,o credito livre domestico(sem repasses externos) teve forte crescimento nos últimos três anos,passando de 11,3% do PIB,em dezembro de 2002,para 18,3% do PIB,em dezembro de 2005.
Juros & SpreadBancário-Evolução-2006
A evolução das operações de credito do sistema financeiro,em 2006,a exemplo do registrado nos dois anos anteriores,foi favorecida pelo contexto macroeconômico positivo do período.O dinamismo da atividade econômica,os reduzimos níveis inflacionários e a continuidade tanto da redução das taxas de juros quanto da ampliação dos prazos constituíram fatores de estimulo a demanda porrecursos bancários por parte das empresas e,de forma mais expressiva,das famílias,tendo em vista o cenário de maior previsibilidade para os agentes econômicos.De certa forma,os mesmos fatores contribuíram decisivamente para que houvesse uma expansão da oferta de credito compatível com a expanção de demanda.
Evolução do Crédito TotalR$ Bilhões
Discriminação 2003 2004 2005 2006 variações t-1 t-3 |
Total | 418,3 | 498,7 | 607,0 | 732,6 | 20,7 | 75,1 |
Recursos...
tracking img