Administrativo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1121 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Atenção ao Indivíduo, Família e Comunidade

Níveis de atenção à saúde e serviços de
saúde
Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social
e não a mera ausência de doenças
(OMS, 1949)

Antes de falar sobre os níveis de atenção à saúde e sistema de distribuição de
serviços a ela relacionados, é importante atentar para as variáveis que interferem sobre
a saúde doindivíduo, como forma de posicionar as organizações de saúde dentro de um
macro-ambiente. Em outras palavras, ao analisar a saúde não se pode considerar apenas
as instituições que estão voltadas para o serviço de saúde propriamente dito, mas também
considerar outros fatores de grande importância que, da mesma forma, influenciam e atingem a saúde e o bem-estar, tais como meio-ambiente (ambientefísico, social, econômico,
relações de trabalho, etc.), hereditariedade, gênero, estilo de vida, entre outros tantos.
Pensando assim, atribui-se a merecida importância à questão da intersetorialidade, que
permite a interdependência entre os pressupostos econômicos, sociais, culturais, políticos, etc.
Visando contrastar essa interdependência, Henrik Blum desenvolveu em 1970 ummodelo que ilustra bem a ação dessas variáveis sobre a saúde do indivíduo. Segundo
esse modelo, existe uma interação destas variáveis na definição da saúde e do bem-estar
(figura01).

Veja a figura 01 ao final desta aula.

O modelo de

Sistema de Saúde de Blum mostra que há uma relação de

dependência entre as variáveis: Serviços Médicos (Organizações deSaúde), Ambiente,
Hereditariedade e Estilo de Vida no impacto sobre a saúde e bem-estar que, por sua vez,

Aula 2 pg. 12

Atenção ao Indivíduo, Família e Comunidade

depende dos quesitos social, psíquico e somático. O mais importante deste modelo se
deve à possibilidade de observação de que o Sistema de Serviço de Saúde (Serviços
Médicos ou Organizações de Serviçosde Saúde) não é a única variável no Sistema de
Saúde. Sua ação é limitada e visa principalmente a atuar como um agente corregedor,
quando, como diria Hipócrates, influências negativas anulam o que deve ser feito naturalmente pelo sistema.

Estrutura do Sistema de Serviços de Saúde
Uma vez analisado o Sistema de Saúde, ou, em outras palavras, o Macro-ambiente,
passaremos amostrar como está estruturado e como funciona o Sistema de Serviços de
Saúde, suas instituições e suas principais características.
O Sistema de Serviços de Saúde pode ser analisado pelas características das organizações que o compõem. A classificação pode ser feita relacionada à visão de lucro,
lucrativa e não lucrativa; pela composição acionária, privada, de domínio público ou composição mista(terceiro setor); pelo tempo de permanência do cliente, curto prazo e longo
prazo; pelo corpo clínico, fechado e aberto; pelo tamanho, pequeno porte, médio porte e
grande porte. Entretanto a classificação mais utilizada é aquela que define o estágio de
cuidado que demanda o cliente.
Os Estágios de Cuidados nos quais se posicionam as Organizações de Serviços
de Saúde serão descritos baixo,assim como suas principais características e os tipos de
Organizações de Serviços de Saúde mais adequados a cada um deles:

1)Cuidados Primários ou Preventivos – O objetivo maior neste estágio é
evitar o aparecimento da doença através de educação e medidas de prevenção básica. Os
tipos de Organizações de Serviços de Saúde mais comuns neste estágio são: Unidades
Básicas de Saúde,Unidades Saúde da Família, consultórios médicos, Escolas de Educação de Saúde, Centros de Informação e Controle de Tóxicos, Clínicas de Planejamento
Familiar, etc.

2)Cuidados Secundários – Neste estágio a preocupação já está no diagnóstico precoce e tratamento da doença em seu estágio inicial ou em cuidados de rotina,
assim como tratamento de urgência e emergência e cuidado intensivo...
tracking img