Administrativo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1114 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A tercerização do trabalho atualmente é um fator determinante para as grandes empresas que vivem em um mundo globalizado onde tempo é dinheiro e trabalho é lucro.
.

2 – PRODUÇÃO TEXTUAL

No ambiente moderno do mundo dos negócios, criado a partir da globalização, as empresas passaram a ter necessidade de agilizar a sua atuação.
A terceirização é um fenômeno resultante da dinâmica dasrelações de trabalho, que proporcionou o surgimento desta nova forma de subordinação do empregado, estruturalmente distinta de formas anteriores.
Muito se tem debatido a respeito do tema, tendo se tornado um dos mais controvertidos, em matéria de Direito do Trabalho. A legislação brasileira permite explicitamente a terceirização de atividades-meio não subordinadas, condenando deforma indireta a terceirização de atividade-fim da empresa.
Podemos considerar como atividade-fim a atividade central da empresa, como, por exemplo, produção e vendas. Já a atividade-meio é a que não tem o seu objeto central, podendo ser de apoio, como o departamento pessoal, a manutenção de máquinas e a contabilidade, ou acessórias, entre elas asatividades de limpeza, alimentação, transporte de funcionários e vigilância.
Importante também na hora de implantar a terceirização é levar em conta algumas desvantagens do processo, como o aumento do risco a ser administrado; conflitos com sindicatos; mudanças na estrutura do poder; aumento da dependência de terceiros; perda do vínculo com o empregado; e dificuldade de aproveitamento dos empregados játreinados. Porém, o principal risco está na contratação de empresa terceira sem competência e idoneidade financeira.
Algumas empresas chegaram a terceirizar departamentos inteiros que participavam indiretamente da produção. Nesse primeiro processo, muitos empregados tornaram-se micro ou pequenos empresários, com algum apoio da empresa que trabalhava antes. Hoje, a terceirização éum fato concreto e um grande filão para as micro e pequenas empresas em geral. Há empresas de vários tipos que atuam como terceirizadas em várias áreas, da comunicação empresarial à informática, de consultoria ambiental ao serviço de refeições.


Antes de se tornar algo comum, a terceirização foi alvo de várias críticas. A principal é que os trabalhadoresestavam perdendo seus direitos. Pelo entender jurídico, no entanto, a terceirização deve manter os direitos dos trabalhadores que, no caso do Brasil, são os direitos da CLT. Não é possível, no entanto, saber se o mercado informal cresceu com essas mudanças.
Fica bem claro que se a tomadora de serviços usar o funcionário como atividade fim ela irá arcar como atividade ilícita eisso vai proporcionar em vários desajustes para a mesma.
No entanto, atualmente, este mecanismo se dá como uma técnica moderna de administração e que se baseia num processo de gestão que tem critério de aplicação (início, meio e fim), uma visão temporal (curto, médio e longo prazo) e uma ótica estratégica, dimensionada para alcançar objetivos determinados e reconhecidos pelaorganização.
Nesta nova administração as atenções são dirigidas para o cliente. as pequenas e médias empresas, foram as primeiras a entrar neste novo processo, por serem as mais ágeis e por terem percebido a necessidade de mudança, conquistando espaço neste mercado.
Seguindo está tendência que hoje se firma como uma realidade, a terceirização de serviços tem sido umaalternativa cada vez mais eficaz para as empresas que buscam soluções customizadas, garantindo ainda, a isenção de todo o processo burocrático e oneroso que envolve contratações, treinamentos e rescisões.

Algumas vantagens que as empresas podem ter ao terceirizar suas atividades-meio:
• Estrutura administrativa simplificada, uma vez que não terá de realizar registros/demissões, pagamentos...
tracking img