Admini

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7471 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
“ADMINISTRAÇÃO COMPLEXA”:
REVENDO AS BASES CIENTÍFICAS DA ADMINISTRAÇÃO “ADMINISTRAÇÃO COMPLEXA”:
REVENDO AS BASES CIENTÍFICAS DA ADMINISTRAÇÃO
Marcia Cristina Esteves Agostinho
Doutora em Engenharia de Produção pela COPPEAD/UFRJ
E-mail: marciaagostinho@aol.com
Endereço: Departamento de Engenharia Industrial - PUC-Rio - R. Marquês de São Vicente 225, Rio de Janeiro, RJ 22453-900.Interesses de pesquisa: Complexidade, Sistemas Organizacionais, Organização da Produção, Processos de Tomada de Decisão, Redes Inter-organizacionais
RESUMO
Este artigo aponta a Teoria da Complexidade como uma nova base conceitual capaz de readequar a prática administrativa ao ambiente organizacional contemporâneo. Neste sentido, é apresentada a “Administração Complexa” – uma abordagemgerencial que leva para o universo das organizações os conhecimentos oriundos desta nova ciência. Com base no funcionamento dos chamados “sistemas complexos adaptativos”, são estabelecidos quatro conceitos-chave: autonomia, cooperação, agregação e auto-organização. Estes são sugeridos como os princípios da “Administração Complexa”. Com o objetivo de demonstrar a abordagem, é apresentado um estudo de casorealizado em uma organização industrial brasileira, a qual desenvolveu um sistema de gestão autônoma em uma de suas fábricas. Tal sistema ilustra o novo papel da administração que, ao deixar de se concentrar na prescrição e no controle, passa à tarefa de promover as condições para que desempenhos superiores possam surgir da atuação de indivíduos autônomos.

PALAVRAS-CHAVE
Complexidade,administração, autonomia, cooperação, auto-organização.
INTRODUÇÃO
Há algum tempo, é possível notar que o controle rigoroso de uma organização é impraticável. Tamanho é o número de relações – internas e externas, propiciadas por sistemas de comunicação capazes de interligar os mais distantes e distintos indivíduos – que é impossível saber os resultados de todas as interações e combinaçõespossíveis. Cada vez mais os limites de uma ação gerencial clássica tornam-se evidentes: dificuldade ou impossibilidade de planejamento e controle totais, limites cognitivos à racionalidade e mesmo o processo de complexificação do mundo.
Entretanto, a nova ciência da Complexidade pode trazer um grande alívio para os administradores ao mostrar a mais interessante característica dos “sistemas complexosadaptativos”: a capacidade de auto-organização. Se as organizações humanas também fazem parte desta categoria de sistemas, os administradores podem contar com este potencial. Ao mesmo tempo que a Teoria da Complexidade diz que não adianta insistir em controlar um sistema complexo de cima, ela acena com a possibilidade de aprender maneiras para promover condições que propiciem a emergência demelhores soluções.
É por essa razão que a última década testemunhou um esforço crescente em trazer os resultados das pesquisas sobre sistemas complexos para a economia e para o universo das organizações. Tanto a literatura estrangeira como a nacional têm refletido este esforço no considerável número de obras publicadas a esse respeito (alguns exemplos são McMaster (1996), Axelrod & Cohen (1999),Kelly&Allison (1999), Bauer (1999) e Gleiser (2002)). O desafio do presente trabalho está em sintonia com o desses e de outros inúmeros autores que procuram mostrar como, na prática, as descobertas desta nova ciência podem orientar a tomada de decisão nas organizações.
Neste sentido, o objetivo central deste artigo é apresentar a Teoria da Complexidade – a qual pretende dar conta dofenômeno da auto-organização – como uma nova base científica para a atualização da prática administrativa. Considerando que tal assunto é relativamente novo, faz-se, inicialmente, uma breve explanação sobre o seu significado. Em seguida, sugere-se o que poderia ser chamado de “princípios de administração complexa”. Tais princípios resultam de uma observação da dinâmica das organizações através dos...
tracking img