Acido e base ph

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1501 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO

Através dos experimentos realizados foi possível formar um conhecimento sobre a diferenciação entre ácido e bases. O procedimento foi realizado com suco de limão, sabão em pó em água, hidróxido de sódio, vinagre branco puro, acido clorídrico e com a utilização do indicador fenolftaleína, através do papel tornassol eficiente para medir pH, foi possível  criar uma escalade identificação entre os ácidos e as bases.

0.1 Introdução

Os ácidos e as bases são substâncias que formam soluções aquosas condutoras de eletricidades, como, por exemplo, o ácido acético existente no vinagre e o hidróxido de magnésio do leite de magnésia. Ácidos e bases são substancias que reagem facilmente entre si e têm características apostas; essa oposição é consideradapela mudança de cor dos indicadores —“o que o ácido faz a base desfaz”. Na química inorgânica, as reações do tipo ácido-base são relativamente simples e deficientemente explicadas pela teoria de Arrhenius. Na química orgânica, porém, o caráter ácidos-basico das substâncias se reveste de características muito especiais e variadas. Isso deu origem a idéias mais amplas sobre as reações do tipoácida-base e resultou na necessidade de novas teorias, que foram a de Bronsted-Lowry e a de Lewis.( FELTRE, 2004)
A primeira conceituação mais precisa de ácidos e bases dada por Svante August Arrhenius (1859-1927). Tal conceituação foi um dos motivos pelo quais ele recebeu o Prêmio Nobel de Química de 1903.
* Ácidos de Arrhenius é todo composto que, em solução aquosa, se ioniza,produzindo como íon positivo apenas o cátion hidrogênios ( H+ ).
Ex: HCl H+ + Cl-

* Base de Arrhenius é todo composto que, por dissociação iônica, libera como íon negativo apenas a hidroxila ( OH- ).
Ex: NaOH Na+ + OH-
Para medir a força dos ácidos e bases, podem usar o grau de ionização (α), a constante de ionização (Ka e kb ) e ainda o pKa, o pkb e a escala do pH.Sendo assim podemos observar também que, quanto maiores forem os valores de α e de K(ou menores os valores de pk), mais fortes serão os ácidos e as bases correspondentes. Todas essas grandezas são de grande valor prático, pois nos permitem medir coisas tão diversas quando a acides de uma chuva poluente e o pH de nosso sangue. ( FELTRE, 2004)


A escala de pH varia de0 (acidez máxima) à 14 (basicidade máxima). Em 7 pH, que é bem na metade, há um equilíbrio entre acidez e alcalinidade, sendo uma solução neutra. As substâncias que possuem valores de pH 0 a 7, são consideradas ácidas, e valores acima de 7 são denominadas básicas ou alcalinas.
Indicadores são substâncias que mudam de cor na presença de íons H+ e OH- livres em uma solução,e justamente por esta propriedade são usados para indicar o pH, neste trabalho foi usado como indicador a fenolftaleína em uma solução incolor, esta ao entrar em contato com uma base ou ácido muda de cor. Exemplo: se adicionarmos solução de fenolftaleína em um meio ácido ela fica incolor, pois o aumento da concentração de H+ desloca o equilíbrio. Por outro lado, se o meio for básico, a solução defenolftaleína se torna rósea (rosa claro a rosa escuro).

0.2 OBJETIVO

Identificar e preparar algumas bases e alguns ácidos em laboratório. Verificando algumas propriedades funcionais dos ácidos e bases. Compreender a escala de pH e testar o uso do indicador no procedimento .



0.3 Matérias e reagentes
Foram utilizados os seguintes materiais para esta pratica:
* Estante paratubos de ensaio contendo 06 tubos
* 02 vidros conta-gotas
* Papel tornassol
* Indicador: Fenolftaleína

O Reagente usado no procedimento foi:
* Solução de ácido clorídrico
* Solução de hidróxido de sódio
* Vinagre branco puro
* Sabão em pó em água
* Suco de limão

0.4 Procedimento

1ª ) Etapa: Foi rotulados os tubos de ensaio de 1 a 5

2ª ) Etapa:...
tracking img