Acidente vascular cerebral (avc)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3626 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO (AVE)

O acidente vascular cerebral (AVC) é uma das doenças mais freqüentes em serviços de emergência (UE) e na maioria das vezes o primeiro atendimento não é do neurologista. Por isso é importante o conhecimento básico da fisiopatologia e do quadro clínico para se estabelecer condutas rápidas e adequadas. Até o momento, existem dúvidas e controvérsias sobre oassunto, principalmente em relação às condutas.
Ele se caracteriza pela instalação de um déficit neurológico focal, repentino e não convulsivo determinado por uma lesão cerebral, secundária a um mecanismo vascular e não traumático. Podemos encontrar, consequentemente, AVEs secundários a embolia arterial e processos de trombose arterial e/ou venosa, causando, assim, isquemia e/ou hemorragia cerebral.O AVE é a primeira causa de incapacitação funcional no mundo ocidental, devido às seqüelas e déficits neurológicos que ocasiona ao paciente, sendo uma das seqüelas mais importantes em decorrência da doença, aliado à diminuição da função cognitiva, indicando influência negativa na recuperação.
O impacto do AVC na sociedade tem sido crescente pelo aumento da sua prevalência na população, devidoà maior sobrevivência e aumento da população idosa (DGS, 2001) e incapacidade que provoca. Estima-se que a sua incidência seja de 1 a 2 por 1.000 habitantes por ano, e que após AVC, cerca de 70% dos utentes (60 000 indivíduos) apresente incapacidade, dos quais 24% com nível de incapacidade muito grave, com base no Índice de Barthel (DGS, 2001), com grande impacto nos vários domínios relativos aoutente.


2 Tipos de AVC

2.1 AVC Isquêmico

Os neurônios são muito sensíveis a alterações no fluxo sangüíneo cerebral. As células cerebrais morrem alguns minutos após a interrupção completa do fluxo sangüíneo. Entretanto, apesar de ocorrer uma oclusão completa de um vaso cerebral durante um AVC isquêmico agudo, persiste algum grau de perfusão, mesmo no centro da região cerebral isquêmica,em virtude do fluxo colateral e de variações nos gradientes de pressão tecidual locais. As células variam de neurônios com lesões irreversíveis no centro da região isquêmica até neurônios com lesões reversíveis na periferia (a penumbra). O grau e a duração da oclusão determinam a viabilidade das células na p enumbra. Teoricamente, quanto mais precoce a reperfusão, maior a probabilidade desobrevivência da célula. O uso recente de terapia trombolítica intravenosa e intra-arterial no AVC isquêmico baseia-se neste fundamento.
Causas de AVC Isquêmico de origem embólica |
Causas mais comuns | Arritmias (F.A.) | Causas menos comuns | Mixomas Cardíacos |
| Trombo Mural (I.A.M.) | | |
| Doença Cardíaca Reumática | | Miocardiopatias Dilatatas |
| Endocardites Infecciosas | | |2.2 AVE hemorrágico

O acidente vascular hemorrágico acontece quando algum vaso do cérebro se rompe e extravasa sangue para dentro do cérebro ou para dentro do liquor aumentando a pressão intracraniana e uma reduzindo a perfusão cerebral global que pode durar alguns minutos. Após essas alterações imediatas, ocorre uma melhora gradual na pressão intracraniana e na pressão de perfusão,apesar desses valores não retornarem aos valores de base. Ocorre uma redução acentuada da perfusão cerebral próxima ao hematoma e por isso provavelmente se deve à compressão local. As regiões do cérebro afastadas do sangramento também apresentam alterações da perfusão, que são atribuídas à vasoconstrição causada pela liberação química de produtos de degradação do sangue ou por mediação neuronal.As causas diversas não relacionadas à hipertensão também existem, porém, estatisticamente são menos significativas, são elas: malformações vasculares, aneurismas, cavernomas e até mesmo as neoplasias que se manifestam por sangramento de vasos neoformados. O tratamento do AVC hemorrágico deve se adequar a cada caso, não existe um padrão uniforme de conduta a ser tomada, deve-se levar em...
tracking img