Aborto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2680 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

ABORTO
O Aborto, chamado também de Interrupção da grávidez, é a interrupção antes do feto se desenvolver.
Essa palavra vem do vem do latim ab-ortus, ou seja, "privação do nascimento".
Segundo a (OMS) Organização Mundial da Saúde, existe tecnicamente um aborto, aquele no qual o peso do embrião ou feto ultrapasse quinhentos gramas, este peso é atingidoem torno de 20-22 semanas de gravidez.

ABORTO ESPONTÂNEO
O aborto espontêneo ocorre quando o embrião ou feto morre depois do aborto. Quando embriões ou fetos com má formação, defeituosos deixam de ter funções vitais antes do fim da gravidez resultam em abortamento.

CAUSAS:
• Anormalidades cromossômicas
As anomalias cromossômicas são as causas mais comuns deabortamento no primeiro trimestre da gestação, geralmente com a morte do ovo antecedendo a sua expulsão.
• Etiologia mendeliana, poligênica e multifatorial
A maior parte destes abortamentos estão relacionados à alterações estruturais secundárias às anormalidades poligênicas. As anormalidades estruturais mais freqüentes são as translocações (5% dos abortamentos habituais), inversões,deleções e duplicações.
• Infecções
Os microorganismos e situações clínicas freqüentemente relacionados ao abortamento espontâneo são: rubéola, varíola, malária, Salmonella typhi, Citomegalovirus, Brucella, Toxoplasma, Mycoplasma hominis, Chlamydia trachomatis e Ureaplasma urealyticum. A infecção transplacentária sem dúvida pode ocorrer com qualquer destes microorganismos e perdas fetaisesporádicas podem ser causadas por eles também.

• Alterações anatômicas
Os maiores responsáveis pelo abortameto nesse grupo são os miomas, as malformações uterinas e as sinéquias uterinas.
Outras causas do aborto espontâneo são as drogas e outras substâncias químicas, a diabete, a insuficiência lútea, mecanismo imunológicos e as doenças endócrinas.

EFEITOS DO ABORTOGeralmente o aborto feito por médicos especializados são seguros.
Já os métodos “caseiros” (ex. uso de drogas, ervas, e materiais não apropriados) são perigosos e arriscados, pois a pessoa corre o risco de sofre uma infecção ou até mesmo morrer. Quem sofre um abortamento também corre o risco de ter um cancêr de mama, uma dor fetal e uma síndrome pós-abortiva.

ASPECTOSPOSITIVOS
• Controle populacional;
• Economia com previdência social;
• Economia geral em todos os setores: transporte, educação, saúde;

ASPECTOS NEGATIVOS
• Aumento de doenças sexualmente transmissíveis;
• Gasto com treinamento de médicos para tal prática;
• Gasto com divulgação e campanhas educativas;
• Gasto com psicólogos para acompanhamento pós aborto;CONCLUSÃO
Muitas pessoas julgam como assassinos aquelas que fazem um aborto, pois tiraram uma vida.
Eu sou contra e a favor do aborto dependendo da ocasião; sou a favor do aborto quando uma mulher sofreu um assédio sexual e acabou engravidando; e contra quando a pessoa faz o aborto só porque não estava esperando e por isso acaba fazendo o aborto.

CLONAGEM

Clonagem éa produção de indivíduos geneticamente iguais. É um processo de reprodução assexuada que resulta em cópias idênticas de um mesmo ser vivo.
A clonagem pode ser natural ou induzida artificialmente. Ela é natural em todos os seres originados a partir de reprodução assexuada. Os indivíduos resultantes da clonagem têm oS mesmo genótipo. A clonagem artificial é feita a partir de um processono qual é retirado e uma célula qualquer o núcleo, e de um óvulo a membrana. No qual depois é colocado em uma "Barriga de aluguel" Ou mesmo em laboratório, para a clonagem terapêutica. A clonagem terapêutica é usada para obter células troco.

TIPOS DE CLONAGEM
Esta célula somática é introduzida, então, numa célula retirado de um animal (ou humano), logo depois da ovulação. Antes de...
tracking img