O andar do bebado

Páginas: 32 (7835 palavras) Publicado: 28 de abril de 2013
10. O andar do bêbado
Em 1814, perto do ápice do sucesso da física newtoniana, Pierre-Simon de Laplace escreveu:
Se uma inteligência, em determinado instante, pudesse conhecer todas as forças que governam o mundo natural e as posições de cada ser que o compõem; se, além disso, essa inteligência fosse suficientemente grande para submeter essas informações a análise, teria como abranger em umaúnica fórmula os movimentos dos maiores corpos do universo e os dos menores átomos. Para essa inteligência, nada seria incerto, e o futuro, tanto quanto o passado, se faria presente diante de seus olhos.1
Laplace estava expressando a doutrina do determinismo: a ideia de que o estado do mundo no momento presente determina precisamente a maneira como o futuro se desenrolará.
Na vida cotidiana, odeterminismo pressupõe um mundo no qual nossas qualidades pessoais e as propriedades de qualquer situação ou ambiente levam direta e inequivocamente a consequências precisas. Trata-se de um mundo ordenado, no qual tudo pode ser antecipado, computado, previsto.
Porém, para que o sonho de Laplace possa se realizar, são necessárias diversas condições. Em primeiro lugar, as leis da natureza devem ditarum
futuro definido, e devemos conhecer essas leis. Em segundo, devemos ter acesso a dados que descrevam completamente o sistema de interesse, de
modo a impedir a ocorrência de influências imprevistas. Por fim, precisamos de suficiente inteligência ou capacidade computacional para conseguir
decidir o que nos reserva o futuro, tendo em vista os dados do presente. Neste livro, examinamos muitos dosconceitos que nos ajudam a compreender
os fenômenos aleatórios. Ao longo do caminho, adquirimos percepções sobre diversas situações específicas que se apresentam em nossas vidas.
Ainda assim, resta-nos o quadro geral, a pergunta sobre o quanto a aleatoriedade contribui para a situação em que nos encontramos na vida, e com
que precisão somos capazes de prever para onde nos dirigimos.
No estudodas questões humanas, do final do Renascimento até a era vitoriana, muitos acadêmicos compartilharam a crença de Laplace no
determinismo. Da mesma maneira que Galton, eles tinham a sensação de que nosso caminho pela vida seria estritamente determinado por nossas
qualidades pessoais; ou então acreditavam, como Quételet, que o futuro da sociedade seria previsível. Essas pessoas muitas vezes seinspiraram nos
êxitos da física newtoniana, acreditando que o comportamento humano poderia ser previsto com tanta precisão quanto outros fenômenos naturais.
Para eles, parecia razoável acreditar que os acontecimentos futuros do mundo cotidiano seriam determinados com tanta rigidez pelo estado presente
das coisas quanto as órbitas dos planetas.
Na década de 1960, um meteorologista chamado EdwardLorenz tentou empregar a mais nova tecnologia de sua época – um computador primitivo
– para executar o programa de Laplace no âmbito limitado do clima. Ou seja, se Lorenz enchesse sua máquina barulhenta com dados sobre as
condições atmosféricas de um planeta Terra idealizado em um certo momento, poderia empregar as regras conhecidas da meteorologia para calcular
e imprimir séries de números querepresentariam as condições climáticas em um momento futuro.
Certo dia, Lorenz decidiu estender uma simulação em particular para um futuro mais distante. Em vez de repetir todo o cálculo, decidiu tomar um
atalho, iniciando o cálculo já no meio do caminho. Para isso, utilizou como condições iniciais os dados já impressos pela simulação anterior. Ele
esperava que o computador regenerasse orestante da simulação prévia e então a levasse adiante. No entanto, notou uma situação estranha: o clima
havia se desenvolvido de maneira distinta. Em vez de repetir o final da simulação prévia, o novo cálculo gerava um resultado amplamente diferente. Ele
logo percebeu o que ocorrera: na memória do computador, os dados haviam sido armazenados com uma precisão de seis casas decimais, mas o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • o andar do bebado
  • O andar do bebado
  • O ANDAR DO BEBADO
  • O andar do bebado
  • O andar do bêbado
  • Andar do bebado
  • O andar do bebado
  • O Andar do Bêbado

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!