A leitura

Páginas: 12 (2817 palavras) Publicado: 24 de abril de 2014
A LEITURA COMO PRÁTICA COTIDIANA E MOTIVACIONAL: DA INFÂNCIA AO CRESCIMENTO INTELECTUAL E DISCERNIMENTO CRÍTICO
Marcus Vinícius Machado dos Santos
 
1 INTRODUÇÃO
         Ler, antes de tudo, é descobrir e expandir horizontes, porém ler apenas como um decifrar dos sentidos dos signos parece automatismo. Deve ser encarado como um ato de prazer instigado desde a mais tenra idade por pais,professores e meios de comunicação, levando as crianças à ludicidade necessária a fim de que o gosto pela leitura esteja inserido naturalmente no cotidiano e jamais como obrigação. O objetivo disso? Futuros leitores assíduos e críticos. 
         No Brasil, infelizmente, lê-se pouco, normalmente ocorre por obrigatoriedade nas escolas, pois o exemplo de casa com raras exceções existe. Essa leituraescolar está distanciada da realidade das experiências pessoais. Daí que ao chegar à vida adulta a maioria esqueceu há tempos o gosto por esse hábito e a probabilidade disso repetir-se de geração para geração, de pai para filho, da escola para o aluno, é deveras preocupante e real. 
         É importante algumas perguntas serem abordadas: como inserir ao natural às crianças a prática da leitura? Deque forma motivar os jovens à leitura como fonte de prazer e conhecimento? O que fazer para que se tenham leitores críticos? O hábito de ler formado desde cedo e encarado com satisfação pode ser um caminho às elucidações. Deste modo, ter-se maior discernimento crítico parece conseqüência, já que a necessidade será expandir-se sempre, crescer intelectualmente. 
         Um tema como esse estáintrinsecamente interligado aos temas da Biblioteconomia que não só informa, como urge por leitores ávidos por conhecimento, compreensão, que desejem decifrar as entrelinhas, não apenas dos livros e dos bancos de dados, mas, principalmente, do dia-a-dia, da luta rotineira e opressora que empurra a todos impreterivelmente a seguir a trilha do saber. 
 
2 MOTIVAÇÕES PARA A PRÁTICA DA LEITURA         Ler. Eis aí um ato repleto de inúmeras implicações, conseqüências, e dependendo de cada um que lê, de motivações. Sim, motivações, pois até pegar um jornal diário e dar uma passada rápida com os olhos pelas manchetes requer algum interesse por trás deste simples folhear despreocupado de páginas. Cada leitor busca algo que lhe sacie o desejo por conhecimento ou apenas por lazer e este objeto desejadomuitas vezes torna-se obscuro, de difícil acesso, já que nem sempre se pode incluir no dia-a-dia a leitura. 
         Quando não é elitizada a informação, seja por desigualdade social, seja por preconceito, ela pode estar negligenciada, relegada a segundo plano, aos setores da sociedade realmente interessados, à vida acadêmica, aos privilegiados. Porém o que será tratado aqui mais especificamente,será o porquê da leitura não estar entre os principais interesses de tantas pessoas e como motivar este batalhão de quase excluídos. Quase, pois essas pessoas é que pensam não gostar de ler. Ledo engano. Elas foram adestradas durante anos, a começar desde a mais tenra idade, a não apreciarem um livro. Não sabem que não tiveram opção de escolha, já foi escolhido para elas não gostarem e pronto.          Tudo começa no seio familiar; todos os principais exemplos de conduta que serão levados pela vida toda estiveram ali durante rápidos e decisivos anos como em uma exposição de fatos, princípios, comportamentos. É neste ambiente propício para a construção da personalidade que se marca indelevelmente as vontades e os anseios, os desejos e as motivações. 
         Como uma esponja insaciável ecuriosa, esse pequeno aprendiz age, urge por interação com tudo e todos a fim de reter a maior quantidade possível de informações, conhecimentos, experiências. Se não for alimentado, essa gana por novidades poderá, com o tempo, distanciar-se do caminho que leva à leitura, o hábito prosaico e deleitoso de ler quer seja um simples gibi, quer seja Camões. O tempo trata de rapidamente...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Leitura
  • leitura
  • leitura
  • Leitura
  • Leitura
  • Leitura
  • O que é leitura
  • O que é leitura

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!