territorial e vida cotidiana mairipora

Páginas: 5 (1138 palavras) Publicado: 4 de março de 2015


1 Entendendo a cidade de Mairiporã
1.1 Etimologia
“Mairiporã” é um termo oriundo da língua tupi que significa “água bonita de Maíra”, através da junção dos termos maíra (“entidade mitológica tupi, que os índios associavam aos franceses”), ‘y (“água”) e porang (“bonito”)
1.2 História
Mairiporã, foi inicialmente chamada de Juqueri .O povoado surgiu em fins do século XVI ou meados doséculo XVII, em torno da Capela de Nossa Senhora do Desterro, erguida por Antonio de Souza Del Mundo. Ao redor da Capela, e funcionando como apoio elementar de serviço às atividades rurais, originalmente exclusivas na área, surgiu um núcleo dotado de interessante traçado e capacidade de adaptação ao sítio pouco favorável de sua implantação. Inseriu-se inicialmente na área de domínio administrativo deSão Paulo e posteriormente a de Guarulhos. Em 1696, o povoado foi elevado à categoria de Vila de Nossa Senhora do Desterro de Juqueri,No ano de 1783 passou a ser paróquia; a capela transformou-se em igreja e passou por diversas modificações. A última reforma descaracterizou o antigo templo, conservando apenas a torre. A Vila de Juqueri adentrou o século XVIII como fonte de produtos agrícolas para SãoPaulo, chegando a produzir algodão e vinho para exportação. Não prosperou como outras localidades inseridas nas regiões das lavras de ouro e pedras preciosas, caracterizando-se como pouso de tropeiros que faziam o abastecimento das Geraes.
Em 1769, a Câmara paulistana determinou a abertura de uma estrada entre Juqueri e São Paulo..O “Caminho de Juqueri” transformou-se mais tarde na Estrada Velhade Bragança. Antes Distrito da Capital e de Nossa Senhora da Conceição de Guarulhos , Juqueri passou a ser município por meio da Lei Provincial 67, de 27 de março de 1889. Um ano antes da emancipação, a São Paulo Railway (Estrada de Ferro Santos-Jundiaí) construiu a Estação do Juqueri. Em 1898, o Governo do Estado inaugurou o Hospital-colônia de Juqueri para doentes mentais, dirigido pelo médicoFranco da Rocha. A associação do nome de Juqueri ao hospital, causando confusão na entrega de correspondências e desconforto entre os juquerienses, criou um movimento para mudar o nome do município. Em 1948 o prefeito Bento de Oliveira solicitou à Assembleia Legislativa autorização para a mudança. Na ocasião, o deputado Ulisses Guimarães apoiou o pedido e pronunciou a célebre frase: “Juqueri,terra de loucos. Loucos por cidadania”. No dia 24 de dezembro daquele ano, foi aprovada a Lei 233, permitindo a mudança do nome do município. O nome Mairiporã, entre outros de origem tupi, foi sugerido pelo jornalista e poeta Araújo Jorge. No entanto uma versão local, define-o por aldeia pitoresca.
1.3 Geografia
Dados físicos:
Mairiporã situa-se a uma altitude média de 790 metros.
As partes maisaltas do município estão na Serra da Cantareira, onde as altitudes superam os 1 100 metros em algumas regiões.
Já as partes mais baixas estão no entorno do vale do Rio Juquery e da Represa Paulo de Paiva Castro.

1.4 Infraestrutura
A cidade de Mairiporã segundo o INGE (2012) ,possui 320,697 km² de extensão territorial. Com 80.956 de população residente, sendo sua maioria homens. Em seudistrito possuem índice de desenvolvimento municipal de 0,788 .O Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes da área Rural é de R$ 335,00 mensal e R$ 577,50 na área Urbana. A media de Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios com rendimento domiciliar, por situação do domicílio na área Rural é de R$1.777,50 e de R$3.508,99 na urbana.1.5 Subdivisões do distrito
O bairro de Terra Preta , hoje distrito, é muito antigo possui mais de duzentos anos e carece de maior fundamentação histórica. Era chamado de Bom Jesus Pedra Fria pelos bandeirantes que ali paravam para descansar de suas longas caminhadas. Contudo no mapa editado pela Delta esta região é denominada Bom Jesus de Terra Preta.Antigamente, existia em seus arredores...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Vida cotidiana
  • Vida cotidiana
  • Vida cotidiana
  • A vida cotidiana
  • A ESTRUTURA DA VIDA COTIDIANA Agnes
  • Psicopatia da vida cotidiana
  • Corporeidade o corpo na vida cotidiana
  • A representação do eu na vida cotidiana

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!