Rousseau e Hobbes

Páginas: 14 (3438 palavras) Publicado: 6 de novembro de 2013
Rousseau
O estado de natureza - Assim como seus antecessores Hobbes e Locke, Rousseau procura resolver a questão da legitimidade do poder fundado no contato social. No entanto, sua posição é, num aspecto, inovadora, na medida em que distingue os conceitos de soberano e governo, atribuindo ao povo a soberania inalienável. No discurso sobre a origem da desigualdadeRousseau cria a hipótese dos homens em estado de natureza, vivendo sadios, bons e felizes enquanto cuidam de sua própria sobrevivência, até o momento em que é criada a propriedade e uns passam a trabalhar para outros, gerando escravidão e miséria. Rousseau parece demonstrar extrema nostalgia do estado feliz em que vive o bom selvagem, quando é introduzida a desigualdade entre os homens, adiferenciação entre o rico e o pobre, o poderoso e o fraco, o senhor e o escravo e a predominância da lei do mais forte. O homem que surge da desigualdade é corrompido pelo poder e esmagado pela violência. Trata-se de um falso contrato, esse que coloca os homens sob grilhões. Há que se considerar a possibilidade de outro contato verdadeiro e legítimo, pelo qual o povo esteja reunido sob uma só vontade. Ocontrato social - O contrato social, para ser legítimo, deve se originar do consentimento necessariamente unânime. Cada associado se aliena totalmente, ou seja, abdica sem reserva de todos os seus direitos em favor da comunidade. Mas, como todos abdicam igualmente, na verdade cada um nada perde, pois.
"este ato de associação produz, em lugar da pessoa particular de cada contratante, um corpo morale coletivo composto de tantos membros quantos são os votos das assembleias e que, por esse mesmo ato, ganha sua unidade, seu eu comum, sua vida e sua vontade". (J. - J. Rousseau, Do contrato social, Col. Os pensadores, p.39)
Em outras palavras, pelo pacto o homem abdica de sua liberdade, mas sendo ele próprio parte integrante e ativa do todo social, ao obedecer à lei, obedece a si mesmo e,portanto, é livre: "A obediência à lei que se estatuiu a si mesma é liberdade". Isso significa que, para Rousseau, o contrato não faz o povo perder a soberania, pois não é criado um Estado separado dele mesmo. Como isto é possível? Soberano e governo - Mesmo quando cada associado se aliena totalmente em favor da comunidade, nada perde de fato, pois, enquanto povo incorporado, mantém a soberania. Ouseja, soberano é, para Rousseau, o corpo coletivo que expressa, através da lei, a vontade geral. A soberania do povo manifesta pelo legislativo, é inalienável, ou seja, não pode ser representada. A democracia rousseauísta considera que toda lei não ratificada pelo povo em pessoa é nula. Por isso, o ato pelo qual o governo é instituído pelo povo não submete este àquele. Ao contrário, não há um"superior", já que os depositários do poder não são senhores do povo, mas seus oficiais, podendo ser eleitos ou destituídos conforme a conveniência. Os magistrados que constituem o governo estão subordinados ao poder de decisão do soberano e apenas executam as leis, devendo haver inclusive boa rotatividade na ocupação dos cargos. Rousseau preconiza, portanto, a democracia direta ou participativa,mantida por meio de assembleias frequentes de todos os cidadãos. Enquanto soberano, o povo é ativo e considerado cidadão. Mas há também uma soberania passiva, assumida pelo povo enquanto súdito. Então, o mesmo homem, enquanto faz a lei, é um cidadão e, enquanto ela obedece e se submete, é um súdito. Além de inalienável, a soberania é também indivisível, pois não se pode tomar os poderesseparadamente. A vontade geral - O soberano, sendo o povo incorporado, dita à vontade geral, cuja expressão é a lei. O que vem a ser a vontade geral? É preciso antes fazer distinção entre pessoa pública (cidadão ou súdito ) e pessoa privada. A pessoa privada tem uma vontade individual que geralmente visa o interesse egoísta e a gestão dos bens particulares. Se somarmos as decisões baseadas nos benefícios...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • HOBBES E ROUSSEAU
  • Hobbes e Rousseau
  • Hobbes e rousseau
  • Apresente a diferença entre Hobbes e Rousseau
  • HOBBES, LOCKE E ROUSSEAU
  • Hobbes vs Rousseau
  • Hobbes, locke e rousseau
  • Rousseau ,Hobbes e Maquiavel

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!