Reda O Parte II

2682 palavras 11 páginas
Redação Oficial
Profº Espc. Alessandro Ribeiro

A redação Oficial foi criada em 1937
Por meio do Decreto nº 100.000, de
11 de janeiro de 1991, o Presidente da República autorizou a criação de uma comissão para rever, atualizar, uniformizar e simplificar as normas de redação de atos e comunicações oficiais. Foi realizada uma revisão em 2002.

MANUAL DE REDAÇÃO
DA PRESIDÊNCIA DA
REPÚBLICA (2002)

Comunicação entre os órgão públicos e particulares Órgão Público
Particulares
Órgão Público

Órgãos Público
Federais = União
Distritais = DF
Estaduais = 26 Estados
Municipais = municípios
Não há hierarquia entre eles

CARACTERÍSTICAS DA REDAÇÃO OFICIAL

Impessoalidade
Linguagem culta
Clareza e
Concisão
Padronização
Correto uso dos pronomes
Correto uso dos fechos

Elementos da comunição oficial
Emissor = quem emite
Servidor
Receptor = quem recebe
Servidor ou Particular
Assunto
Administração Pública

Impessoalidade
A redação oficial deve ser isenta da interferência da individualidade de quem a elabora, de quem a recebe e do assunto.
Emissor
Receptor
Assunto

“A redação oficial deve ser isenta da interferência da individualidade de quem a elabora, de quem a recebe e do assunto.”

Questão
1. Marque Certo ou errado
Na redação oficial, a exigência de impessoalidade decorre do caráter público dos elementos que constituem a comunicação: o emissor, o destinatário e o assunto da comunicação.

CERTO
A redação oficial deve ser isenta da interferência da individualidade de quem a elabora, de quem a recebe e do assunto.

Ser isenta de impressões individuais significa se afastar de adjetivações ou de juízos de valor, principalmente, em 1ª pessoa. Exemplo

Venho por meio desta solicitar que seja substituído o material pedido, pois não suporto mais usar esse equipamento retrógado e horrível de ser usado. Quero deixar bem claro que o que estão fazendo comigo é injusto... Linguagem culta
Nas comunicações oficiais, deve-se empregar o uso do padrão culto de linguagem, em

Relacionados

  • Como sugiu cabeleireiro
    2223 palavras | 9 páginas
  • Participação da família e da comunidade nas ações da escola.
    8557 palavras | 35 páginas
  • trabalho
    3055 palavras | 13 páginas
  • GESTÃO DE PESSOAS: ESTUDO DE CASO
    5803 palavras | 24 páginas
  • avaliação de portugues
    18103 palavras | 73 páginas
  • A familia na escola
    2587 palavras | 11 páginas
  • a legalidade na licitação da folha de pagamento
    1760 palavras | 8 páginas
  • Indice de iodo
    2063 palavras | 9 páginas
  • realtorio de estagio
    4056 palavras | 17 páginas
  • Trabalho oi
    1023 palavras | 5 páginas