PSICOPATAS

Páginas: 31 (7587 palavras) Publicado: 29 de março de 2015
UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP
FACULDADE DE DIREITO



PSICOPATAS































\Campo Grande – MS, 07 de outubro de 2014
FABIO SANTANA
VALTER JERONIMO MARQUES QUEIROZ




PSICOPATAS



Trabalho entregue para composição de N1 de Antropologia Jurídica e Psicologia Forense junto ao professor Roberto Fauri.CAMPO GRANDE – MS, 07 de outubro de 2014
SUMÁRIO

Conceito de Psicopatia 04
1. Psicopatia x sociopatia 04
A classificação segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) 06
Transtorno da Personalidade Antissocial 09
1. Apercepção fenomenológica 10
2. O cérebro do psicopata 11
Tipos de Psicopatas14
1. O psicopara carente de princícpios 16
2. O psicopata malévolo 17
3. O psicopata dissimulado 18
4. O psicopata ambicioso 20
5. O psicopata explosivo 21
A Imputabilidade 22
Índice de maldade25
1.Escala do índice da maldade, do Dr. Michael Stone 26
2. Biografia de Robert Hare 28
3. Vida e carreira 28
Considerações Finais 32
Referências 33
Anexos 34
































Este trabalho é dedicado a todos aqueles que compreenderam que seus esforços sempre são
recompensados.


Conceito de Psicopatia

Para a teoriacomportamental a psicopatia e a sociopatia são denominadas como transtorno de personalidade antissocial (TPA). Esta denominação é a mais referenciada nos textos científicos. O conceito atual de psicopatia refere-se a um transtorno caracterizado por atos antissociais contínuos (sem ser sinônimo de criminalidade) e principalmente por uma inabilidade de seguir normas sociais em muitos aspectos dodesenvolvimento da adolescência e da vida adulta. Os portadores deste transtorno não apresentam quaisquer sinais de anormalidade mental (alucinações, delírios, ansiedade excessiva, etc.) o que torna o reconhecimento desta condição muito difícil.


1. Psicopatia x Sociopatia

Existem infinitas dúvidas referentes às diferenças entre o termo "psicopatia" e "sociopatia". O fato é que, atualmente, ambos os termosse referem ao indivíduo com transtorno de personalidade antissocial. Para alguns especialistas, como Robert Hare, a diferença entre a psicopatia e a sociopatia consiste, basicamente, na origem do transtorno. Assim como sociólogos, especialistas de crimes e alguns psicólogos acreditam que o distúrbio, quando originado a partir do próprio meio social, é denominado como sociopatia. Por exemplo, aqueleindivíduo que "aprendeu" a cometer atitudes antissociais no próprio meio em que vivia, tal como um ambiente com baixo nível socioeconômico e pais violentos. Enquanto que o psicopata consiste na combinação de fatores biológicos, genéticos e socioambientais. Por exemplo, o indivíduo que aparentemente "nasce" psicopata, independente de ter vivido num ambiente com baixo nível socioeconômico.
Paraoutros especialistas, a psicopatia e a sociopatia são duas manifestações diferentes do transtorno de personalidade antissocial. Acreditam que os psicopatas nascem com características básicas como impulsividade e ausência de medo, o que faz com que busquem condutas de riscos e perigo, terminando muitas vezes em atitudes antissociais, uma vez que são incapazes de se estabelecerem corretamente nasnormas sociais. Enquanto que o sociopata, nesta visão, apresenta um temperamento um pouco mais "normal" que os psicopatas.
Em suma, referentes ao termo, essas duas variantes da personalidade antissocial tem como causa uma interação variada entre fatores genéticos / biológicos e fatores ambientais, mas a psicopatia tende para fatores genéticos, enquanto que a sociopatia, para o lado socioambiental.
A...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • psicopata
  • Psicopatas
  • Psicopatas
  • Psicopatas
  • psicopatas
  • Psicopata
  • PSICOPATA
  • psicopatas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!