Paternidade

Páginas: 27 (6656 palavras) Publicado: 26 de junho de 2013
PSICO

Ψ

v. 39, n. 1, pp. 74-82, jan./mar. 2008

Pais que cuidam dos filhos: a vivência masculina
na paternidade participativa
Christina Sutter
Júlia S. N. F. Bucher-Maluschke
Universidade de Fortaleza – UNIFOR

RESUMO
O presente artigo é o relato de uma pesquisa com pais cuidadores – homens que vivenciam a participação
constante no cotidiano dos filhos – no intuito de captar osentido dado à paternidade e à masculinidade. Com
vistas a apreender o sentido atribuído pelos sujeitos da pesquisa à vivência da paternidade, foi utilizada a
técnica do Grupo Focal, analisando-se os dados colhidos a partir das práticas discursivas, à luz do construcionismo social. Como resultado, percebe-se que os pais cuidadores vivenciam a paternidade com especial intensidade emotiva, edemonstram uma disposição contrária ao estereótipo masculino, que pressupõe,
sobretudo, o autocontrole das emoções. Conforme se constata, a paternidade participativa implica a
reativação dos sentimentos de dependência oral do desenvolvimento humano, os quais se expressam pela
capacidade de cuidar e de se envolver numa relação de intimidade, comumente negados na experiência
masculina.
Palavras-chave:Paternidade participativa; subjetividade masculina; grupo focal; práticas discursivas.
ABSTRACT
Father who care for their children: the male experience of participatory fatherhood
The presente work is a study of male subjectivity in participatory fatherhood, attempting to capture the
meaning given to paternity and maliness by men who experience daily care of their children. In order for us
toapprehend the meaning given by the subjects of this research, regarding their paternity experience, we
used the Focal Group technique, analizing the data from the perspective of discursives practices, in light of
the social-constructionism. As a result, one notices that care-giving fathers do through patenity with a very
particular emotional intensity, sentiments that reveal an oppositetendency to the male stereotype which
presupposes, mainly, the self control of emotions. One arrives at the conclusion that participatory paternity
implies the reactivations of sentiments of oral dependence of human development, which express themselves
by means of capacity of caring and becoming involved, in a relation of intimacy, that are usually denied in
the male experience.
Keywords:Participatory fatherhood; male subjectivity; focal group; discursives practices.

INTRODUÇÃO
Diante das discussões acerca das mudanças que
afetam a paternidade e a masculinidade nas últimas
décadas, abordaremos neste artigo o resultado de uma
pesquisa realizada sobre o sentido dado à paternidade
e à masculinidade, a partir da avaliação das experiências de homens que vivenciam uma relação maispróxima e participativa na criação dos filhos.
Segundo observamos na maioria das famílias com
quem temos contato, na prática clínica em Fortaleza, o
pai oscila entre tentar preservar o lugar tradicional de
chefe e provedor da família, tendo pouco tempo para
os filhos, e dar a eles mais assistência, ainda que de

forma descontínua. Nos dois modelos, a mãe se apresenta como a principal cuidadora,ainda que trabalhe
em casa. No entanto, verificamos a existência de alguns homens que interessados em participar do cotidiano e do crescimento dos filhos se envolvem ativamente no cuidado destes, e consideram esta tarefa tão importante quanto a profissional. São esses pais que atraem nossa atenção e que se enquadram no que reputamos ser um modelo de paternidade participativa.
Buscamos investigaresses pais quanto ao modo como
vivenciam, na condição de homens, esse cuidar, verificando o quanto este exercício de paternidade
rompe ou não com os modelos tradicionais de masculinidade.

Pais que cuidam dos filhos ...

Chamamos, portanto, de paternidade participativa
aquela que subentende o cuidado e o envolvimento
constante no cotidiano dos filhos – nos domínios da
alimentação,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Paternidade
  • Paternidade
  • Paternidade
  • paternidade
  • Paternidade
  • paternidade
  • paternidade
  • paternidade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!