Gentil 2011 Sociedade e Estado

Páginas: 10 (2259 palavras) Publicado: 2 de junho de 2015
de Ignacy Sachs,
La troisième rive: à la recherche de
l’écodéveloppement
A terceira margem: à procura do ecodesenvolvimento
(Paris: Bourin Éditeur, 2007)

O

Valéria Gentil1

presente volume é uma espécie de biografia profissional e pessoal de Ignacy Sachs, um dos mais conhecidos sociólogos e economistas de nossa
época. Cientista de renome internacional, Sachs foi um dos primeiros a
elaborar oconceito do ecodesenvolvimento, tido como um crescimento econômico no contexto do desenvolvimento social e proteção ao meio ambiente. Contrário a todo e qualquer dogmatismo político ou econômico, capitalista ou socialista, Sachs se encontra, de certa forma, numa “terceira margem” (vide o título
do livro), a das soluções concretas, realistas e cientificamente fundamentadas.

1. Especialista emMetodologia Quantitativa - Fafich/
UFMG
Mestre em Politica
e Gestao Ambiental
- CDS/UnB
Doutoranda em Politica e Gestao Ambiental - CDS/UnB

A biografia de Ignacy Sache é quase cinematográfica. Nascido em 1927, numa
família judaico-polonesa, ele passa a infância em Varsóvia. No início da Segunda
Guerra Mundial, sua família vai à Romênia e, de lá, à França, para se salvar do
genocídio nazista. Após aocupação da França pelas tropas alemãs (1940), Sachs
e seus pais atravessam, iguais a muitos outros refugiados, a Espanha e Portugal
e embarcam num navio português rumo ao Rio de Janeiro. Assim começa o período brasileiro de sua vida, que durará cerca de 14 anos.
Ao terminar o Colégio Pasteur, apelidado de “pequena França”, Sachs chega a
dar aulas de português, aritmética e latim aos imigrantespoloneses e depois
se torna funcionário do consulado polonês no Rio de Janeiro. Contratado pelo
serviço cultural da embaixada polonesa, ele participa ativamente do desenvolvimento das relações diplomáticas entre o Brasil e a Polônia, conhece vários intelectuais e artistas brasileiros (Graciliano Ramos, Jorge Amado, Cecília Meireles
e Cândido Portinari, entre outros), redige, com a ajuda de sua mulherViola, um
dicionário polonês-português, que será publicado, anos mais tarde, em Varsóvia. Formado em economia por uma faculdade privada do Rio, casado e pai de
dois filhos nascidos no Brasil, Sachs decide voltar à Polônia em 1954. Sachs
explica a sua decisão.
Não queria retornar à Polônia por causa das minhas raízes polonesas nem
em nome de qualquer patriotismo que seja, mas porque me tornara umRevista Sociedade e Estado - Volume 26 Número 1 Janeiro/Abril 2011

269

socialista convencido, um internacionalista. Para mim, estava bem claro
que era preciso voltar à Polônia. Era ali que eu podia ser mais útil (...) que
no Brasil. Na minha mente, eu estava voltando a um país socialista e não
à minha pátria

Uma vez em Varsóvia, Sachs começa a trabalhar no Instituto polonês das relaçõesinternacionais, lança alguns livros sobre a América Latina e, apoiado pelo
célebre economista Michal Kalecki, ganha vasta projeção como um dos primeiros especialistas em “economias em desenvolvimento” da Polônia socialista.
Novamente, a serviço da embaixada polonesa, ele passa três anos (1957-1960)
na Índia, onde aprofunda seu conhecimento político e econômico do “terceiro
mundo” e defende, na Escola daEconomia de Delhi, a tese de doutorado que
será publicada na própria Índia, na Polônia, no Brasil e no Egito, mas recusada
pelas editoras da URSS por motivos ideológicos.
De volta à Polônia, Sachs é nomeado professor da Escola de planificação e estatística e conselheiro do Ministério do Comércio Exterior, visita diversos países
(Suíça, Nigéria, Turquia, Holanda, Chile, México), participa daelaboração das
resoluções estratégicas do governo polonês. Apesar de “autoridade intelectual”
conhecida mundo afora, ele é acusado de “revisionismo pequeno-burguês” e,
na atmosfera do antissemitismo oficial que domina a Polônia, em fins da década
de 60, forçado a deixá-la em 1968.
Acompanhado por sua esposa e três filhos (a filha mais nova nasceu durante sua
estada na Índia), o cientista desterrado...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Estado e Sociedade
  • Estado e sociedade
  • Sociedade e estado
  • Estado e sociedade
  • Estado e sociedade
  • Sociedade e estado
  • Estado e Sociedade
  • Estado e sociedade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!