ESCOLAS CONTISTAS

Páginas: 2 (305 palavras) Publicado: 8 de outubro de 2013
 Contribuição para Desenvolvimento da contabilidade




Escola Contista, teve grande impulso com os trabalhos dos contistas franceses, entre elesEdmundo Degranges que apresentou a teoria das cincos contas, ou seja que as contas possuem cinco objetivos principais que lhe servem de meio de troca, isto é: mercadorias, dinheiro,efeitos a receber, efeitos a pagar e lucros e perdas. E mesmo não sendo uma teoria muito usada, ela não fugiu do principio do pensamento de destacar o dever e o haver.

Personificação dasContas
O Contismo, centrado no problema de evidenciar os saldos das contas a receber e a pagar e seguindo os princípios ditados pelos primeiros trabalhos escritos sobre técnicascomerciais, seguiu a regra de quem recebe deve e quem entrega tem a haver. As contas na realidade representavam o conjunto de débitos e créditos que uma pessoa tem em relação à outra.
Ascontas a receber e a pagar, com o desenvolvimento da teoria das contas, ao longo dos anos, uniram-se a varias outras contas que representavam valores e outros bens, como dinheiro emercadorias. Sua movimentação seguia os mesmos princípios ditados para as contas a receber.
O passo seguinte foi à criação da conta de capital, principalmente porque o surgimento desociedades com mais de um capitalista exigiu este registro separado. Para muitos contistas, a conta de capital se assemelhava a uma divida da empresa para com o capitalista.
O processo deescrituração contábil nesse sistema era realizado da seguinte forma, quem recebe deve que seria o débito, e quem entrega tem a haver que seria o crédito oque hoje na contabilidade é toda asua essência e pratica da própria contabilidade.


Referencias

Evolução doutrinaria da contabilidade.
Autor(es): Rodrigo Antônio Chaves da Silva 

Publicado em: 25/2/2010 
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Escola contista
  • ESCOLA CONTISTA
  • Escola contista
  • Escola contista
  • Escola contista e controlista
  • História do pensamento contábil
  • História do pensamento contábil
  • contistas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!