das obrigaçoes divisiveis e indivisiveis

Páginas: 5 (1217 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
Das Obrigações Divisíveis e Indivisíveis

DAS OBRIGAÇÕES DIVISÍVEIS E INDIVISÍVEIS
        As obrigações divisíveis e indivisíveis compostas pela multiplicidade de sujeitos. Nelas há um desdobramento de pessoas no polo ativo ou passivo, ou mesmo em ambos, passando a existir tantas obrigações distintas quantas as pessoas dos devedores ou dos credores. Nesse caso:
i)                     cadacredor só pode exigir a sua quota;

ii)                  e cada devedor só responde pela parte respectiva (CC, art. 257).
        A prestação é assim distribuída rateadamente, segundo a regra concursu partes fiunt (as partes se satisfazem pelo concurso, pela divisão). Todavia, sofre esta duas importantes exceções: a da indivisibilidade e da solidariedade, nas quais concorram várias pessoas, cadacredor tem direito de reclamar a prestação por inteiro e cada devedor responde também pelo todo.
        Havendo um só credor e um só devedor, seria irrelevante averiguar se a prestação é ou não divisível, visto que, segundo o art. 314 do Código Civil, divisível ou não, o credor não pode ser obrigado a receber nem o devedor a pagar, por partes, se assim não se ajustou.
        O problema dadivisibilidade somente oferece algum interesse no direito das obrigações se houver pluralidade de pessoas na relação obrigacional. O interesse jurídico resulta da necessidade de fracionar-se o objeto da prestação para ser distribuído entre os credores ou para que cada um dos devedores possa prestar uma parte desse objeto.
        Se duas pessoas, por exemplo, devem R$ 200.000,00 a determinadocredor, cada qual só está obrigado a pagar a sua quota, correspondente a R$ 100.000,00, partilhando-se a dívida por igual, pois, entre os dois devedores. Se a hipótese for de obrigação divisível com pluralidade de credores, o devedor comum pagará a cada credor uma parcela do débito, equivalente à sua quota, igual para todos. O devedor comum de uma dívida de R$ 200.000,00, por exemplo, deverá pagar acada um dos dois credores a importância de R$ 100.000,00.

EFEITOS DA DIVISIBILIDADE E DA INDIVISIBILIDADE DA PRESTAÇÃO
        Se a obrigação é divisível, presume-se esta “dividida em tantas obrigações, iguais e distintas, quantos os credores, ou devedores” (CC, art. 257).
        Cada devedor só deve a sua quota-parte. A insolvência de um não aumentará a quota dos demais. Havendo várioscredores e um só devedor, cada credor receberá somente a sua parte. Assim, se alguém se obriga a entregar duas sacas de café a dois credores, cada credor receberá uma saca.



PLURALIDADE DE DEVEDORES
 
        Proclama o novo Código Civil:
“Art. 259. Se, havendo dois ou mais devedores, a prestação não for divisível, cada um será obrigado pela dívida toda.
Parágrafo único. O devedor, que paga adívida, sub-roga-se no direito do credor em relação aos outros coobrigados”.

        Nos casos de obrigação indivisível com pluralidade passiva, como a prestação não pode ser efetuada por partes, duas soluções se apresentam em seu regime: ou o credor pode exigir o cumprimento de cada um dos devedores, respondendo o escolhido e interpelado pelo pagamento da prestação única ou integral, ou o credortem que interpelar todos eles, para validamente exigir o cumprimento. O Código Civil optou por considerar cada um dos devedores obrigado pela dívida.
        Em geral, a prestação é distribuída rateadamente entre as partes. O benefício e o ônus, inerentes à relação obrigacional, devem ser repartidos:
a)      cada credor tem direito a uma parte;

b)      como cada devedor responde apenas pelasua quota;

        Essa regra sofre, contudo, duas importantes exceções: a daindivisibilidade e a da solidariedade. Numa e noutra, embora concorram várias pessoas, cada credor tem direito de reclamar a prestação por inteiro e cada devedor responde também pelo todo.
        Assim, quando a obrigação é indivisível (entregar um animal ou um veículo, p. ex.) e há pluralidade de devedores, “cada...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • OBRIGAÇÕES DIVISÍVEIS E INDIVISIVEIS
  • Obrigações indivisiveis e divisiveis
  • Obrigações divisíveis e indivisíveis
  • Obrigações divisíveis e indivisíveis
  • Obrigações Divisíveis e Indivisíveis
  • Obrigações Indivisíveis
  • Obrigações Indivisíveis
  • Obrigações divisíveis

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!