Brinquedoteca

Páginas: 29 (7052 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
WEB-AULA 1
UNIDADE 1 - CONTEXTUALIZANDO O JOGO
Compreendendo o Assunto
Obras de Cândido Portinari
 A ludicidade faz parte da humanidade desde os primórdios do seu surgimento. No entanto o seu reconhecimento galgou anos luz, de acordo com a interpretação feita pela sociedade em cada período histórico. No entanto, cercado de sensibilidade e saudosismo, Cândido Portinari desde sua época járeconhecia o valor da ludicidade para a criança, fato que o levou a registrar em suas obras momentos de sua ludicidade infantil.

Trocando Experiência

Na minha experiência profissional como professora de um Centro Municipal de Educação Infantil, pude verificar o quanto a ludicidade está presente na vida da criança seja na fase involuntária e/ou na sua fase voluntária, bem como, constatar o quantoa sua proibição é prejudicial para o desenvolvimento da criança. Neste contexto, nós professoras organizamos vários momentos da rotina escolar que privilegiavam a ludicidade, tais como: a sexta-feira lúdica; a segunda-feira legal; a Brinquedoteca, etc. Vale dizer que reconhecermos que a ludicidade está presente em todo momento da vida das crianças, sendo ela – ludicidade - valorizada ou não peloadulto.

Para Refletir

Ampliando Conhecimento
Jogo e Trabalho
Brincar e jogar: dois termos distintos em português, fundidos nas línguas de cujas culturas somos devedores: o francês (jouer) e o inglês ( Play). Por causa disto, frequentemente, desperdiçamos a diferenciação da ordem psicogenética que a nossa língua nos permite: brincar é anterior a jogar, conduta social que supõe regras.Brincar é forma mais livre e individual, que designa as formas mais primitivas de exercício funcional, como a lalação. É este sentido mais arcaico que vou utilizar aqui.
O termo lúdico abrange os dois: a atividade individual e livre e a coletiva e regrada. O que chama a atenção, quando pedimos aos profissionais de educação infantil alguns sinônimos para ele, é a tendência de oferecer “prazeroso” enunca “livre”. “Ludicamente” é visto como prazerosamente, alegremente, e não “livremente”. Isto, que considero uma distorção de consequências infelizes, consiste em perceber o efeito e não a causa: o prazer é o resultado do caráter livre, gratuito, e pode associar-se a qualquer atividade; inversamente, a imposição pode retirar o prazer também a qualquer uma. Parece impossível definir substancialmenteo que é brincar: a natureza do compromisso com que é realizada transforma-a sutilmente em trabalho.
Resulta daí um paradoxo que pode levar os próprios defensores da pedagogia do brinquedo a traírem seus próprios fins, quando o adulto se julga autorizado a impor atividades por ele consideradas prazerosas. Os “convites” para participar de uma “brincadeira” são frequentemente convocações que nãoprevêem a recusa.
Parece, pois, necessário, ao pensar a educação pelo jogo, refletir simultaneamente sobre a educação pelo trabalho, enfrentando o preconceito que entre nós, por graves razões sociais, separa as ideias de infância da de trabalho.
O fantasma da exploração infantil e da consequente perda do direito à educação escolar nos tem levado a deixar de lado as belas concepções de educadorescomo Freinet, Dewey, Makarenko, para os quais o trabalho, dentro do ambiente escolar, pode constituir-se em poderoso instrumento educativo.
Este esquecimento tem um efeito perverso: obrigada a absorver toda a tarefa da educação infantil, a pedagogia do jogo se vê ameaçada de perder o que tem de essencial, ameaçada por práticas utilitaristas e autoritárias. A oferta do prazer parece constituir novajustificativa para a imposição adulta, caracterizando a nova face, insidiosa e disfarçada, do autoritarismo.
É claro que substituir “prazer” por “liberdade” não facilita em nada a tarefa de definir o Lúdico. Nos dicionários filosóficos, liberdade confina com “onipotência” por um lado, e com “consciência” e racionalidade, por outro, tornando inviável qualquer tentativa de entender a noção em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Brinquedoteca
  • Brinquedoteca
  • brinquedoteca
  • brinquedoteca
  • Brinquedoteca
  • Brinquedoteca
  • brinquedoteca
  • brinquedoteca

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!