Atrito

Páginas: 2 (288 palavras) Publicado: 3 de abril de 2011
Introdução

O movimento relativo de dois corpos em contacto é sempre acompanhado por uma força que se opõe ao deslocamento, genericamente denominada força de atrito. Porexemplo, quando um automóvel está em contacto com a estrada, existe a força de atrito que se opõe ao seu movimento. O atrito está presente em quase todo o tipo de movimento e émuito útil em alguns casos e inútil em outros. O atrito pode ser muito útil no movimento como por exemplo, ao andar, se não houvesse atrito entre a sola dos sapatos e o chão, jamaispoderíamos andar, era como andar numa pista de gelo. O atrito que pode ser considerado inútil é o que causa desgastes em peças de máquinas, para o diminuir usam-se lubrificantes,como o óleo.

Existem dois tipos de atrito, o atrito estático e o atrito cinético.

O atrito estático atua enquanto o corpo está em repouso e foi estudado pela primeiravez por Coulomb. Ele aplicou uma força sobre um corpo em repouso com o intuito de movimentá-lo. Nos primeiros instantes percebeu que o corpo não se movimentava porque aforça  [pic] e a força de atrito estático equilibravam o sistema. Mas depois de continuar a exercer mais força, consegui fazer o corpo movimentar-se. A força de atrito estático é máxima quando ocorpo está na iminência de se movimentar.

O atrito cinético surge como a força que se opõe ao movimento quando o corpo se move. A força de atrito cinético é menor do que aforça de atrito estático máximo, como vamos ver.

Surgiram duas leis relativamente ao atrito:

A primeira lei diz que o atrito não depende da área de contacto mas sim dasuperfície.

Na segunda lei, a força de atrito é directamente proporcional à reacção normal e depende do respectivo coeficiente de atrito (estático µe e cinético µc).
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Atrito
  • Atrito
  • Atrito
  • ATRITO
  • Atrito
  • Atrito
  • ATRITO
  • Atrito

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!