Aprender a ensinar, ensinar a aprender

Páginas: 9 (2113 palavras) Publicado: 18 de outubro de 2013
APRENDER A ENSINAR, ENSINAR A APRENDER.

Introdução

A área educacional de qualquer país deveria ser tratada de forma estratégica com
investimentos prioritários, ações objetivas e reavaliações de rumo permanentes.
Mesmo havendo abundância de recursos naturais e riquezas de toda a ordem, com
baixa qualificação da mão de obra, falta de pesquisa científica e

ausência de

pensamentocrítico de sua população, qualquer nação será uma nau sem destino,
mero depósito de produtos primários de baixo valor agregado, objeto de manipulação
nos mercados de “commodities”, a mercê de tempestades e destruição.

Países com parcos recursos naturais se aperceberam disso e, priorizando a educação
de seus povos, conquistaram posições privilegiadas no mundo globalizado. O Brasil,
eternamente“deitado em berço esplêndido”, ainda não acordou para essa
necessidade. As políticas públicas voltadas para a área da educação mostram-se
inócuas, pois, estão a mercê de interesses discutíveis, para não dizer escusos, com o
objetivo de perpetuar no comando da nação uma elite atrasada que encena, de tempos
em tempos, uma cosmética alternância de comando, onde apenas os nomes dos
atores sãodiferentes,...o script e as ações continuam as mesmas.

Diante de um quadro com essas sombrias cores, e com a crescente perplexidade da
população mais esclarecida, diga-se de passagem, ano após ano diminuída, são
oferecidas soluções superficiais de última hora, que têm caráter paliativo, sem a
preocupação com qualidade estrutural do ensino, mas na verdade, com intuito de
apresentar para organismosinternacionais, números que favoreçam a obtenção de
financiamentos que, sabemos, não serão aplicados com responsabilidade nos fins
propostos.

Assumindo a ponta do iceberg, o “Judas a ser malhado” é o professor que, ao não
receber o reconhecimento financeiro mínimo que lhe permita viver com dignidade e
reciclar-se profissionalmente, não corresponde à expectativa de educador que hoje,transcende a formação escolar e envereda, inclusive, na formação humana e social de
seus alunos, necessária para preencher o enorme e preocupante vazio causado pela
falência das famílias. O coitado, na verdade, é tão vítima quanto suas próprias crias,
arremedo de estudantes cuja formação piora ano a ano.

Já passou da hora de nosso país eleger a educação como prioridade, contemplando
um projeto delongo prazo, apartidário e distante do engessamento do Estado,
controlado e conduzido pela iniciativa popular qualificada, e liderado pelas
universidades que devem preparar seus soldados, educadores em todos os níveis,
para lutar em mais uma guerra, onde o inimigo, a ignorância do povo, tem que ser
vencido a qualquer custo.

Como alento, podemos recordar que, há aproximadamente 35 anos, ummovimento
sindical de classe, localizado em uma pequena cidade de São Paulo, iniciou uma luta
que contaminou o país e que colocaria seu líder na presidência da República. Com a
massa crítica formada pelo enorme contingente de educadores, distribuídos por todas
as regiões brasileiras, com as ferramentas que dispomos e com lideranças verdadeiras,
em muito menos tempo, poderemos ver um educadorno comando desta nação.

Dificuldades encontradas pelo professor em sua prática docente

A começar pela situação sócia econômica da maioria da população brasileira, que
obriga os pais a trabalharem, muitas vezes em deploráveis condições,

com

consequente inexistência de tempo, disposição e estrutura para o devido amparo
familiar, o jovem apresenta-se na sala de aula em circunstânciasprecárias como ser
humano, trazendo em sua bagagem uma vivência mais deteriorada que os cadernos e
livros desbeiçados, sujos e sem capa que carregam em suas mochilas. Em muitos

casos, o comparecimento à escola tem por única motivação o lanche oferecido,... única
refeição do dia.

Diante dessa situação, o professor tem que extrapolar suas funções e não raro, tiram
dinheiro do próprio...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Aprender é ensinar
  • Ensinar para aprender
  • Ensinar e Aprender
  • Ensinar e aprender
  • Ensinar e Aprender
  • ENSINAR E APRENDER
  • Ensinar e Aprender
  • Aprender e Ensinar

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!