Amor liquido

Páginas: 14 (3321 palavras) Publicado: 17 de junho de 2013
RESENHA: O UNIVERSALISMO EUROPEU
Resenha: O Universalismo Europeu – A retórica do poder – Immanuel Wallerstein



O “O Universalismo Europeu: a retórica do poder”, de Immanuel Wallerstein publicado em 2007, desmonta passo a passo a argumentação pretensamente universal dos poderosos: o universalismo europeu. Segundo ele, sob o lema do fardo da civilização, potências européias expandiram seusdomínios imperiais e subjugaram nações africanas e asiáticas; e mais recentemente o governo dos Estados Unidos justificou a invasão do Iraque usando o discurso da paz, democracia e liberdade. Nesses casos, a retórica dos dominadores apela a valores universais, dos quais se consideram portadores e agentes. Wallerstein afirma que muitos não percebem a complexidade perversamente sedutora do discursodas potências mundiais e de seus sequazes. Assim, esta obra constitui uma grande contribuição para a compreensão da superestrutura ideológica das potências centrais e dominantes no sistema capitalista mundial, encapada por alguns valores, como direitos humanos e democracia, que elas realmente não respeitam, mas apresentam como rationale para agressões e para intervir militarmente nas regiões epaíses periféricos e semiperiféricos, em defesa de seus interesses econômicos e geopolíticos, além de dar sustentação a sua hegemonia. 

Ao longo do livro, o sociólogo norte-americano expõe os três tipos principais de apelo ao universalismo. O primeiro é o argumento de que a política seguida pelos líderes do mundo pan-europeu defende os “direitos humanos” e promove uma coisa chamada “democracia”. Osegundo acompanha o jargão do choque entre civilizações, no qual sempre se pressupõe que a civilização “ocidental” é superior às “outras” porque é a única que se baseia nesses valores e verdades universais. E o terceiro é a afirmação da verdade científica do mercado, do conceito de que “não há alternativa” para os governos senão aceitar e agir de acordo com as leis da economia neoliberal.Wallerstein salienta ainda as incongruências lógicas e políticas desta retórica dos poderosos. Assim, deslegitimadas as manifestações ditas universais das potências hegemônicas, faz-se necessário construir um universalismo de fato universal. Mas, o autor afirma que esta tarefa não é fácil, trata-se de encontrar meios para enunciar e institucionalizar uma retórica alternativa. É preciso ter claro que aluta, necessariamente ideológica, entre o universalismo europeu e o universal é central no mundo contemporâneo, pois determina o que faremos do nosso planeta. Para ele se quisermos construir uma alternativa real ao sistema-mundo vigente, teremos de encontrar o caminho para enunciar e institucionalizar o universalismo universal: um universalismo possível de conseguir, mas que não se concretizará demodo automático ou inevitável.

    O autor apóia-se em um leque amplo de pensadores, que vai de Bartolomé de las Casas e o barão de Montesquieu a Anouar Abdel-Malek e Edward Said, e analisa os mais diversos tipos de dominação, nas relações internacionais e interculturais, no direito, na economia e na ciência. Além disso, essa concepção, defendida por Wallerstein e fundamentada essencialmente nateoria de Karl Marx, coincide com a de Rosa Luxemburgo e a de Leon Trotski, para os quais a economia mundial é um todo, uma realidade viva, poderosa, que só é possível como ordem econômica internacional.

    Wallerstein concebe o “universalismo europeu” como algo parcial e distorcido, promovido por líderes intelectuais pan-europeus, que buscam defender os interesses de suas classes dirigentes.Assim os conceitos de democracia e de direitos humanos, de superioridade da civilização ocidental e da economia de livre mercado são apresentados como valores universais e invocados pelas grandes potências, sob a liderança dos Estados Unidos, para legitimar e justificar o direito de intervenção, que avocam para si, e o desrespeito aos princípios de soberania e autodeterminação dos povos. O...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Amor liquido
  • Amor liquido
  • Amor líquido
  • Amor liquido
  • Amor líquido e amor sólido
  • amor liquido
  • amor liquido
  • Amor liquido

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!