16197585

Páginas: 15 (3644 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014

Curso de Fisioterapia


Hipertensão

Ana Carolina
Barbara Valadares
Camila Ohana
Jhuly Laurindo
Núbia Borges
Renata Lizandra
Tatiana Dias
Thayrisson Costa



Professora: Carla Eustaquio
Matéria: Embriologia e Genética
Turno: Noite



Belo Horizonte – MG
30 de Novembro de 2013

Sumario


1. Introdução
2. Objetivo
3. Pressão Arterial
4. Hipertensão
4.1Hipertensão e a Genética
4.1.1 Hipertensão Hereditária Monogênica
4.1.2 Hipertensão Essencial
4.2 Hipertensão e a Embriologia
4.2.1. Hipertensão Gestacional
4.3 Fatores não modificáveis
4.4 Fatores modificáveis
4.5 Tratamento Fisioterapêutico
4.6 Exercícios Físicos Aeróbicos
5. Conclusão
6. Referencia Bibliográfica













1. Introdução:

A hipertensão arterial ouhipertensão arterial sistêmica (HAS) conhecida popularmente como pressão alta é uma das doenças com maior prevalência no mundo moderno e é caracterizada pelo aumento da pressão arterial.
Existem vários fatores como a hereditariedade, a obesidade, o sedentarismo, o alcoolismo, o estresse, o fumo e outras.





2. Objetivo:


Abordagem do estudo é identificar os fatores de risco da HipertensãoArterial com ênfase em fatores genéticos e embrionários.































3. Pressão Arterial:


A pressão arterial pode ser definida de uma forma bastante simples, como sendo a força que o próprio sangue, depois de bombeado pelo o coração, exerce sobre as paredes dos vasos sanguíneos enquanto percorre por todo o corpo, garantindo assim que todo elereceberá. É indispensável que todo o seu organismo seja bombeado pelo seu sangue, pois sem isto este vai ficar sem circulação, podendo ate sentir algumas zonas do corpo sem reação, ou mesmo dormentes.
A circulação do seu sangue é feita através de um sistema fechado, isto é, a pressão exercida assim que o sangue sai do coração é a mesma durante toda a circulação do corpo, precisamente graças ao impulsodado pelo coração. Assim todo o organismo recebe a quantidade de sangue necessária para que este funcione da forma correta. Em cada um desses momentos, o coração bombeia certa quantidade de sangue diretamente para a artéria aorta que tem uma das principais funções em toda a circulação do corpo, sendo depois encaminhado para as inúmeras ramificações que se espalham por todas as partes doorganismo.
A pressão arterial é medida em dois tipos, a pressão arterial sistólica e a pressão arterial diastólica. Principalmente porque esta sofre algumas oscilações ao longo do caminho por todo o corpo, daí existir dois valores que são necessários para definir qual é a sua pressão arterial no momento.

















4. Hipertensão:


A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é umapatologia do sistema cardiovascular mais conhecida como pressão alta, caracterizada pela elevação e sustentação da pressão arterial, onde indivíduos tende a apresentar a pressão arterial igual ou superior na pressão sistólica (preção que o sangue exerce sobre os vasos quando coração bate) 140mmhg e na pressão diastólica (pressão que o sangue exerce sobre os vasos quando o coração relaxa entre asbatidas) 90mmhg. Associa-se frequentemente a alterações funcionais ou estruturais dos órgãos-alvo (coração, encéfalo, rins e vasos sanguíneos) e a alterações metabólicas, com consequente aumento do risco de eventos cardiovasculares fatais e não fatais.
Com frequência, apenas um dos valores surge alterado. Quando os valores da ‘’máxima’’ estão alterados, diz-se que o doente sofre de hipertensãoarterial sistólica; quando apenas os valores da ‘’mínima’’ se encontram elevados, o doente sofre de hipertensão arterial diastólica. A primeira é mais comum em idades mais avançadas.
Normotensos: quando a pressão sistólica/diastólica é menor ou igual a 120/80 mmHg
Pré-hipertensos: quando a pressão sistólica/diastólica estão entre 121/81 – 139/89mmHg
Hipertensos grau I: quando a pressão...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!