Resenha Critica O Capital Karl Marx artigos e trabalhos de pesquisa

  • Karl marx

    Negócios – Tecnólogo em Logística Karl Marx por Beatriz Daiane Maiara Matheus Patricia Disciplina: Sociologia Prof. Lair Gomes Piracicaba, 04 de abril de 2013 Sumário 1 INTRODUÇÃO 3 2 MATERIALISMO HISTÓRICO 4 3 CLASSES SOCIAIS 4 4 IDEOLOGIA 4 5 CAPITALISMO 5 5.1 Mais-valia 5 5.2 Alienação 6 6 REVOLUÇÃO 6 7 COMUNISMO 7 8 KARL MARX 7 9 PRINCIPAIS OBRAS 8 10 REFERÊNCIAS 9 1. 1 INTRODUÇÃO Karl Marx nasceu em meados do século XIX, uma época...

    1524  Palavras | 7  Páginas

  • Marx

    KONDER, Leandro. Marx. 7.ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999. (Coleção Obra e Vida). O livro Marx da coleção vida e obra possui diversas subdivisões que tratam da vida, da obra e do legado que Karl Marx deixou para a Filosofia e para a Sociologia. “Karl Marx nasceu em 5 de maio de 1818 [...]. Nasceu na pequena cidade de Trevés, no Sul da Prússia Renana [...]”. O pai de Karl era um advogado chamado Hirschel Marx. [...] era um livre-pensador familiarizado com os livros dos ideólogos da Revolução...

    1531  Palavras | 7  Páginas

  • parte da resenha ideologia alemã- Karl Marx

    RESENHA Feuerbach: oposição entre a concepção materialista e idealista A IDEOLOGIA ALEMÃ – KARL MARX E FRIEDRICH ENGELS Professores: Gleyton e Adriano Santos Aluna: Tuira Tule Alfenas Fevereiro de 2013 APRESENTAÇÃO Resgatar as sínteses filosóficas marxistas no atual momento histórico por que passa a humanidade é imprescindível, se assearmos continuar a construir a história do homem e todos os outros seres vivos nesse planeta. Segundo Marx, citado...

    1022  Palavras | 5  Páginas

  • resenha ECI1

    ECONOMIA E COMÉRCIO 1 3º PERÍODO – INTEGRAL REBECA LAGES LEITE (11411584) JOÃO PESSOA, 2015 RESENHA Karl Marx Biografia (18 min.). https://www.youtube.com/watch?v=rYirs1pDV20 Conociendo el Capital – Carlos Marx (23min.). https://www.youtube.com/watch?v=4AacSLMnXPI Teoria de Carlos Marx (partes I, II e III) (23min.). https://www.youtube.com/watch?v=JU_S-qfZaCI https://www.youtube.com/watch?v=T4RRs4xxmdw Karl estudou direito, filosofia, história, história da arte e literatura. Em 1841 obteu o título...

    636  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha crítica - A oringem do capital(MARX)

    Universidade Federal de Pernambuco Aluno: José Danilo Bezerra Galdino Disciplina: Técnicas de pesquisas em economia Resenha crítica da obra A Origem do Capital de Karl Marx Karl Marx nasceu na Alemanha do ano de 1818. Ele foi o fundador da doutrina comunista moderna. Marx pode ser considerado um dos seguidores das ideias de Hegel. Formado em várias cursos, tais como direito, filosofia, teoria política e etc., os pensamentos desse economista influenciou várias áreas. Uma das características...

    1052  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha Marterialismo historico

    UFF Universidade Federal Fluminense Instituto de Ciências Humanas e Filosofia Graduação em Sociologia Disciplina: Politica Clássica I Resenha Crítica de Política Clássica, tema: O Materialismo Histórico. Elaborada pela aluna, .... , como requisito para aprovação na Disciplina de Política Clássica I O curso de Política Clássica teve como objetivo explorar o pensamento político do século XVII ao XIX nas suas diversas escolas de pensamento. Dessa forma, durante...

    962  Palavras | 4  Páginas

  • Algumas obras de Karl Mrx

    O pensamento político de Karl Marx Karl Marx (1818-1883) nasceu em Trier, Renâia, província da Prússica. Descendente judaico-alemã. Estudou em sua cidade natal e entrou para a universidade de Bom, onde participou da luta Política estudantil. Após algum tempo se transferiu para a universidade de Berlim. Cursou Filosofia, História e Direito. Foi membro de uma sociedade cria por seu professor Bruno Bauer, este considerava que os evangelhos eram criados por necessidades psicológicas. No ano de 1841...

    3935  Palavras | 16  Páginas

  • resenha o manifesto comunista

    MARX,Karl e ENGELS, Friedrich.O Manifesto Comunista São Paulo: Editora Paz e Terra Ltda, 2010. RESENHA O Manifesto Comunista aborda o modo de ver a sociedade, os objetivos, pela perspectiva comunista. As potências europeias já notavam o comunismo como uma ameaça e se uniram contra o mesmo. Por isso, foi necessário lançar um manifesto que demonstrasse a realidade vigente, com o objetivo de unir a classe proletária. O manifesto é apresentado de forma objetiva, com o uso de uma linguagem acessível...

    575  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha Manifesto Partido Comunista( Karl Marx e Engels)

    RESENHA LITERÁRIA DO MANIFESTO PARTIDO COMUNISTA Karl Marx e Friedrich Engels em dezembro do ano de 1.847, redigiram um documentário, que foi publicado no ano seguinte, denominado “ MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA” com a ajuda de comunistas de várias partes do mundo que reuniram na cidade de Londres, tendo como principal objetivo demonstrar ao mundo o que se passava naquela época quando o assunto principal era o avanço da tecnologia nos mercados e principalmente na indústria, o avanço da sociedade...

    508  Palavras | 3  Páginas

  • resenha crítica - a questão judaica de Karl Marx

    RESENHA CRÍTICA MARX, Karl. A Questão Judaica. Tradutor Artur Morão. Autora: Fabíola Renata Cavalheiro Caldas Tomasini1 Prof. André Luis Faisting Universidade Federal da Grande Dourados – Faculdade de Ciências Humanas Mestrado em Sociologia – Teoria Sociológica Clássica O texto “A Questão Judaica”, de Karl Marx, foi publicado em 1844, em sua juventude, fase de sua produção em que é considerado mais idealista. Nesse escrito, Marx critica Bruno Bauer (jovem hegeliano) sobre a posição...

    1075  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha dos Manuscritos Econômicos Filosoficos

    Resenha Crítica MARX, Karl, Manuscritos Econômico-Filosóficos, São Paulo: Boitempo, 2010. Ainêe Cristina Prestes Chagas1 Os Manuscritos Econômico-Filosóficos, também conhecidos como os Manuscritos de Paris, são o agrupamento de três manuscritos do alemão Karl Marx escritos em 1844, que foram publicados somente após sua morte, quase um século depois. Marx não tinha a intenção de publicá-los, foram feitos apenas para entendimento próprio. Entretanto, encontrados por sua filha, foram enviados...

    1264  Palavras | 6  Páginas

  • A mercadoria resenha

    _____________________________________________________________________________ O objetivo dessa resenha é á busca de conceitos e o método utilizado por Karl Marx para a produção de suas teorias a qual, tem como base no desenvolvimento da burguesia, tendo como um dos principais colaboradores de sua obra, Friedrich Engels. A obra em destaque a ser estudada é o capital, crítica da economia política, volume 1 (A mercadoria), de Karl Marx. Karl Marx nasceu na cidade de Tréveris, na Alemanha, sua origem é judaica de classe...

    772  Palavras | 4  Páginas

  • Karl Marx 1

    Alfenas Mariana Ramos Pereira Marx, Vida e Obra Resenha Trabalho apresentado sobre a obra de Leandro Konder Marx, Vida e obra, para obtenção de nota no 2º período na disciplina de Sociologia II Adriano Santos Alfenas 2015 Em quatorze de Março de 1883, um dos maiores autores já conhecido por seu modo de compreender o capitalismo, Karl Marx, morre! Depois de uma vida de sofrimento, tanto...

    1562  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha Crítica Manifesto Comunista

    EDUARDO PEREIRA – 21149 DOUGLAS DE PAULA FERREIRA – 22159 FLAVIO REZENDE CUNHA - 28847 DISCIPLINA BAC013 – CIDADANIA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Resenha Crítica – O Manifesto Comunista ITABIRA 2014 O MANIFESTO COMUNISTA: RESENHA CRÍTICA Karl Marx Friedrich Engels RESUMO Este trabalho apresenta os elementos que constituem a estrutura de um artigo cientifico bem como, de forma geral as regras de apresentação, o resumo, a citação no...

    2406  Palavras | 10  Páginas

  • RESENHA CRITICA: REFERENCIAS: MARX, Karl H; ENGELS, Friedrich. O Manifesto Comunista. 1848. Instituto José Luís e Rosa Sundermann. 2003.

    RESENHA CRITICA: REFERENCIAS: MARX, Karl H; ENGELS, Friedrich. O Manifesto Comunista. 1848. Instituto José Luís e Rosa Sundermann. 2003. O Manifesto do Partido Comunista reflete a visão critica dos teóricos fundadores do socialismo científico Karl Marx e Friedrich Engels e expressa o programa e propósitos da Liga Comunista. Os autores abordam sobre o capitalismo, a luta e a necessidade da união dos proletários contra a burguesia, e a fundação de uma nova sociedade sem “divisão de classes” e sem...

    2290  Palavras | 10  Páginas

  • Resenha 4

    Resenha 2 O grande sociólogo e economista Karl Marx dedicou parte de sua vida a diversas obras como por exemplo a ‘’Contribuição a crítica da economia política’’, ocupa um lugar importante na história das ciências sociais. Tanto neste livro quanto ‘’ o Capital’’, o ajudaram para formular novas ideias e solidificar seus conceitos para divulgar o ‘’manifesto do partido comunista.’’ Nesta obra Marx abordará a mercadoria e o dinheiro ou a circulação simples, desenvolvendo esses quesitos de forma sistemática...

    2252  Palavras | 10  Páginas

  • RESENHA: Os Conceitos Elementares do Materialismo Histórico

    Aline Baía dos Santos RESENHA: Os Conceitos Elementares do Materialismo Histórico Resenha crítica apresentada como requisito para a obtenção de nota parcial da disciplina Ciência Política, pelo curso de Serviço Social da UFPA, ministrada pela professora Mara Rita Duarte. Abaetetuba 2013 Os Conceitos Elementares do Materialismo Histórico Esta resenha baseia-se na análise minuciosa que a autora Marta Harnecker faz a respeito do Materialismo Histórico, em...

    1889  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha A Ideologia Alemã (Marx e Engels)

    MATERIALISMO HISTÓRICO Resenha apresentada como requisito parcial para aprovação na disciplina ARQ 503 – Teorias da Cidade, do curso de Mestrado em Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFBA Salvador 2014 A CONTRADIÇÃO CIDADE-CAMPO NOS FUNDAMENTOS DO MATERIALISMO HISTÓRICO ENGELS, Friedrich; MARX, Karl. Trocas e força produtiva. In: A ideologia alemã. São Paulo: Martins Fontes, 1998, pp. 55-72. ENGELS, Friedrich; MARX, Karl. A ideologia alemã. São...

    1474  Palavras | 6  Páginas

  • Acumulação primitiva do capital

    Resenha O Capitalismo acumulação Primitiva Karl Marx Para que o capitalismo pudesse surgir era necessário que houvesse toda uma Historia, na qual propiciaria a sua sustentabilidade. A ideologia da acumulação primitiva do capital possuem duas dialéticas que são abordadas por Marx no texto. A primeira corresponde que havia pessoas muito espertas que sabiam tira dinheiro da exploração do trabalho e as que seriam exploradas. Marx critica “para ele, os fatores que acarretaram nesse sistema foram a...

    542  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha

    129 RESENHA Economia política: uma introdução crítica Rodrigo Castelo Branco* UFRJ/ UniFOA REsENHA: Economia política: uma introdução crítica. NETTO, José Paulo; BRAZ, Marcelo. Economia política: uma introdução crítica. São Paulo: Editora Cortez, 2006. Book REviEw: Political Economy: a critical introduction. NETTO, José Paulo; BRAZ, Marcelo. Political Economy: a critical introduction. São Paulo: Editora Cortez, 2006. O que está errado, agora, no nosso discurso? Alguma coisa? Ou...

    1394  Palavras | 6  Páginas

  • Dialética de Karl Marx

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E ECONÔMICAS CURSO DE SERVIÇO SOCIAL Disciplina: Sociologia II Discente: Ilana Casali Da Silva Resenha crítica do livro Marx e a teoria social moderna – Dialética, Alan Swigewood Esta resenha propõe uma leitura crítica das considerações acerca da dialética em “Marx e a teoria social moderna”, de Alan Swingewood. Inicialmente, será exposto o conceito de dialética, seguido da associação do termo a alguns dos intelectuais mais expressivos...

    984  Palavras | 4  Páginas

  • resenha- O que é Ideologia - Marilena Chauí

    Ciências Jurídicas Aluno: Jewellington Rocha Fialho – Mat.: 11502310 Disciplina: Sociologia Geral e Jurídica RESENHA: O que é ideologia? – Marilena Chauí Marilena Chauí é professora titular de Filosofia Política e História da Filosofia Moderna da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH USP), é mestre (1967, com Merleau-Ponty e a crítica do humanismo, sob a orientação do professor Bento Prado de Almeida Ferraz Júnior), doutora (1971, com Introdução...

    1449  Palavras | 6  Páginas

  • Para a Crítica da Economia Política – Karl Marx

    semestre  Sociologia Resenha Crítica da Obra: Para a Crítica da Economia Política – Karl Marx É importante ressaltar que essa obra de Karl Marx foi publicada na revista "Die Neue Zeit" em 1903 a partir de manuscritos do próprio Marx. O texto é dividido em quatro partes. Na primeira parte (Produção) é evidenciado as categorias básicas do materialismo histórico dialético que sustentarão metodologicamente seus estudos de Economia Política. É também apresentada uma crítica à Economia Política representada...

    1566  Palavras | 7  Páginas

  • o enigma do capital

    ..................................................... ... RESENHA Bookreview O ENIGMA DO CAPITAL: E AS CRISES DO CAPITALISMO.1 Pedro Henrique Carvalho 2 Há poucos meses O Banco Central Europeu direcionou um aporte de 530 bilhões de Euros para bancos privados. Somam-se a este aporte as reformas dacronianas aplicadas com o fim de salvar o capitalismo das amarras que o próprio sistema e seus operadores têm “manufaturado”. É, logo, nesse conluio de fatos que David Harvey aborda a atual...

    1240  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha acadêmica

    RESENHA ACADÊMICA A resenha é um texto que proporciona ao leitor uma apresentação da obra de um livro, palestra, filme ou evento, descrevendo-a criticamente, relatando o seu conteúdo, situando o texto dentro do campo de pesquisa ao qual pertence e evidenciando as suas relações com o campo teórico. A análise deste gênero nos indica que, ao resenhar algo, desenvolvemos quatro etapas em que realizamos as ações de: A resenha acadêmica pode ser crítica ou temática. 1)...

    1442  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha capitalismo

    UNIESP-Faculdade do Guarujá Curso de graduação em Administração com ênfase em Comercio Exterior Guarujá/2009 UNIESP - Faculdade do Guarujá Resenha Crítica O que ê capitalismo  CATANI, Afrânio Mendes.  ed. São Paulo: Brasiliense, 2003. 117p., 16x11,5cm Disciplina Solicitante: Direito Empresarial II Professor Responsável: Erikson Aluno (a): Eduardo dos Santos...

    953  Palavras | 4  Páginas

  • resenha

    RESENHA CRÍTICA DO LIVRO MANIFESTO COMUNISTA MARX, Karl e ENGELS, Friedrich. Manifesto do Partido Comunista.1848. O manifesto do partido comunista foi escrito pelos teóricos Karl Marx e Friedrich Engels que criaram o marxismo e é nesta obra que foram estabelecidas as bases da doutrina comunista. Os autores defendiam a queda da burguesia, a soberania do proletariado, a dissolução da antiga sociedade burguesa e a fundação de uma nova sociedade sem “classes” e sem...

    1413  Palavras | 6  Páginas

  • Manifesto do partido comunista por karl marx

    RESENHA DO LIVRO: MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA O Manifesto do Partido Comunista foi redigido por Karl Marx e Friedrich Engels em 1848, e é considerado o texto fundador do marxismo, quando foi publicado pela primeira vez na Europa, alguns países do continente viviam uma crise política, econômica e social ferrenha, esta obra era um manual da revolução, que de uma certa forma repercutiu com muito sucesso desde então, tal obra passou a ser uma das mais lidas na história da humanidade, passando a...

    934  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha do Manifesto Comunista

    UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA Departamento de Ciências Humanas - Campus I RESENHA (Manifesto do Partido Comunista) Natália Ferreira Oliveira Salvador/Bahia 2013 MARX, Karl. Manifesto do Partido Comunista. 1 ed. Porto Alegre: L&PM, 2001. Karl Heinrich Marx, intelectual alemão nascido em 1818, desenvolveu a principal teoria comunista moderna, sendo bem lembrado com economista, filósofo, teórico político, entre outros ramos do conhecimento...

    987  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha manifesto partido comunista.

    Resenha crítica Manifesto Partido Comunista. 1.0 Introdução O objetivo desta análise crítica é entender melhor, o surgimento para o mundo do Partido Comunista, que através do manifesto escrito por Karl Marx e Friedrich retrata a dura realidade da exploração burguesa contra a classe proletariado e não somente isto, a visão destes grandes pensadores foi muito além de sua época, pois vivenciamos nos tempos atuais o que eles já enxergavam a cento e sessenta e quatro anos atraz. Através deste...

    1225  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha: O 18 Brumário de Luís Bonaparte

    Resenha do livro: MARX, Karl. O 18 Brumário de Luís Bonaparte. Disponível em: http://www.ebooksbrasil.org/adobeebook/brumario.pdf. Acesso em: 31 set. 2013. "Os homens fazem sua própria história, mas não a fazem sob circunstâncias de escolha e sim sob aquelas com que se defrontam diretamente, legadas e transmitidas pelo passado". MARX, Karl. O 18 Brumário de Luís Bonaparte. Acesso em 31. Set. 2013. p. 6. Karl Heinrich Marx, nascido em Trier, no antigo reino da Prússia, a 5 de maio de ...

    3273  Palavras | 14  Páginas

  • Resenha do livro sociologia-introdução à ciência da sociedade

    Disciplina: Fundamentos das Ciências Sociais Aluno: Drielle Cardoso da Silva Professora: Váleria Resenha do livro Sociologia-Introdução à ciência da sociedade Capítulos: 06, 07 e 18 6- SOCIOLOGIA ALEMÃ: A CONTRIBUIÇÃO DE MAX WEBER Introdução O pensamento burguês se organiza tardiamente e quando o faz, já no século XIX, é sob influência de outras correntes filosóficas e da sistematização de outras ciências humanas, como a história e a antropologia. A Alemanha se unifica e se organiza como...

    1100  Palavras | 5  Páginas

  • Ideologia alema Resenha

    A IDEOLOGIA ALEMÃ Karl Marx e Friedrich Engels RESENHA Discente Lailson Duarte Marx e Engels buscam superar dialeticamente o Idealismo de Hegel, a filosofia dos neo-hegelianos e o materialismo abstrato de Feuerbach. Eles fazem a critica sobre a forma filosófica de diagnostico da sociedade onde não observava na analise do mundo o homem como agente de sua história, os valores morais eram metafísicos. Discorre sobre a manutenção dos discursos ideológicos dominantes da sociedade que predominam...

    956  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha Filme; Rosa Luxemburgo

     Resenha Crítica do Filme: Rosa Luxemburgo Esta resenha pretende analisar o filme Rosa Luxemburgo e relaciona-lo a trajetória política e humana da mulher, intelectual marxista e revolucionária polonesa Rosa Luxemburgo que participou do conturbado momento político da Alemanha entre a falência do regime monárquico, o crescimento do proletariado, o fortalecimento do Partido Social Democrata Alemão (SPD) e a Revolução de 1918 que levou a proclamação da República de Weimar...

    1168  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha: A Teoria Crítica

    Resenha: A Teoria Crítica Marcos Nobre é professor do Departamento de Filosofia da Unicamp e pesquisador do Cebrap. Dentre outros livros, é autor de Lukács e os limites da reificação: um estudo sobre História e consciência de classe (2001) e de A dialética negativa de Theodor W. Adorno: a ontologia do estado falso (1998), e coautor do volume de entrevistas Conversas com filósofos brasileiros (2000). O autor inicia com um debate entre a teoria e a prática, afirmando que as mesmas têm lógicas...

    1497  Palavras | 6  Páginas

  • A resenha da Teoria Crítica

    Resenha da Teoria Crítica, Harry Edmar Schulz Resenha Crítica da Obra A Teoria Crítica de Marcos Nobre Harry Edmar Schulz Nota explicativa: O presente texto fundamenta-se na obra “A Teoria Crítica”, de Marcos Nobre, publicada por Jorge Zahar Editor, em 2004. A metodologia seguida foi a apresentação do número do parágrafo considerado, seu resumo e o comentário crítico, indicado com HES. Entendeu-se que esta seria a metodologia mais adequada. São Carlos, Outubro de 2011 São Carlos...

    8442  Palavras | 34  Páginas

  • Resenha crítica paulo tigre

    Professora: Marta Curso: Engenharia de Produção Gestão da Inovação: a economia da tecnologia no Brasil RESENHA Uma resenha é uma análise crítica sobre uma obra e, mais afundo, sobre aquele que a torna real, agregando valores teóricos e práticos, a engrandecendo e elevando a mesma e aos leitores a outro patamar de discussão. Logo, é importante ter um conhecimento do próprio autor a fim de ir de encontro a obra com um conhecimento prévio do que há de ser visto. Desta forma, faço uma rápida...

    2752  Palavras | 12  Páginas

  • resenha manifesto

    possibilitou a dominação e exploração dos mais fortes sob os mais fracos. Com essa dominação surgiram o trabalho assalariado e as relações sociais foram gradativamente sendo reduzidas ao dinheiro. Com toda essa evolução houve a centralização do capital na mão da burguesia, um aumento dos mercados que acabou falindo as indústrias antigas e de menor porte, uma diminuição do valor dos insumos, diminuição dos salários pois era cada vez mais utilizado o maquinário no lugar do empregado, constante divisão...

    897  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha crítica: emprego, subemprego e desemprego

    RESENHA CRÍTICA: EMPREGO, DESEMPREGO E SUBEMPREGO, UMA REVISÃO DA LITERATURA CRÍTICA REFERÊNCIA AZEVEDO, Beatriz R. Z. de. Emprego, Desemprego e Subemprego: Uma Revisão da Literatura Crítica, Ensaios FEE, Porto Alegre, v.6, n.1, p.155-168, 1985. BOMFIM, Naiara. Desemprego e Subemprego. Disponível em: Acesso em: 14 jun. 2012. MARX, Karl. O Capital. Disponível em: Acesso em: 14 jun. 2012. CREDENCIAIS DO AUTOR Beatriz Regina Zado de Azevedo é Economista da Fundação de Economia e Estatística...

    2642  Palavras | 11  Páginas

  • resenha critica A MERCADORIA

    CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS Disciplina de Teoria Sociológica I Prof. Dr. Ricardo Mayer Ana Videla Flora Dutra1 Resenha crítica: A mercadoria O CapitalKarl Marx 1. Um pouco sobre O Capital O Capital é considerado a obra clássica de Karl Marx (1818-1883). Enquanto produção científica, Marx nunca se posicionou perante uma única disciplina, ao contrário, sua obra é construída a partir de vários pontos de vista com uma impressionante gama de referências...

    3190  Palavras | 13  Páginas

  • casaco de marx

    STALLYBRASS, Peter. O Casaco de Marx: Roupas, memórias, dor; Tradução de Tomaz Tadeu. -3. Ed.-Belo Horizonte: Autêntica, Editora, 2008. Credenciais do autor Peter Stallybrass é professor de inglês, um membro do programa na literatura comparativa, e da teoria literária na universidade da Pensilvânia supervisor do instituto inglês é autor das tecnologias de produção literária e cultural (1996) CO- autor (com branco de Allon) da política e poética de transgressão (1986, 1990) co-editor (com David...

    873  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha 1

    FACULDADE DE CIENCIAS E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CURSO DE ENFERMAGEM 1º PERIODO VESPERTINO DISCIPLINA: METODOLOGIA CÉSAR AUGUSTO PEREIRA SOUZA FILHO RESENHA CRITICA CAXIAS-MA 2015 CÉSAR AUGUSTO PEREIRA SOUZA FILHO RESENHA CRITICA CAXIAS-MA 2015 REFERENCIAS: Palmério Dória. Honoráveis Bandidos. [S.l.]: Geração Editoral, 2004. Augusto Nunes (14/08/2010). Acesso em: 13 Mai. 2015. Palmerio Doria. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Palm%C3%A9rio_D%C3%B3ria. Acesso...

    570  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha sobre Ilha das Flores

    RESENHA ILHA das Flores. Direção: Jorge Furtado. Produção de Nora Goulart. Porto Alegre: Casa de Cinema de Porto Alegre, 1989. Duração: 13 min e 07 seg. Kodak do Brasil, Curt-Alex Laboratórios Álamo Estúdio de Som Resenhado por: Jennyfer de Souza Martins O diretor, roteirista e produtor Jorge Furtado, nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, local em que começou sua carreira como diretor. Inicialmente na televisão na década de 80, ele ingressa na TV educativa e em 84 e lança Temporal...

    674  Palavras | 3  Páginas

  • Karl marx, critica da economia politica

    CONTRIBUIÇÃO A CRÍTICA DA ECONIMIA POLITICA- KARL MARX SUMÁRIO Introdução...............................................................................................3 Prefácio.....................................................................................................4 Estudos Econômicos de Marx............................................................5 Crítica da Economia Política..............................................................8 Conclusão.......................

    3740  Palavras | 15  Páginas

  • Resenha Sociologia

    8486217234 SOCIOLOGIA: ORIGENS, CONTEXTO HISTÓRICO, POLÍTICO E SOCIAL Os mestres fundadores: Marx, Weber e Durkheim; a sociologia no Brasil Anhanguera Educacional 2014 Curso de Nutrição Disciplina: Ciências Sociais Aplicadas a Saúde SOCIOLOGIA: ORIGENS, CONTEXTO HISTÓRICO, POLÍTICO E SOCIAL Os mestres fundadores: Marx, Weber e Durkheim; a sociologia no Brasil Trabalho de resenha apresentado para a disciplina Ciências Sociais Aplicadas a Saúde à Anhanguera Educacional,...

    2095  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha do manifesto comunista de karl marx

    Resenha do Manifesto Comunista – Escrita por Karl Marx e Friederich Engels. Publicado em Fevereiro de 1848. A burguesia impôs ao proletariado uma exploração, onde desde as classes mais baixas às mais altas, ou seja, desde o camponês até os mais bem formados como médicos, engenheiros e diretores de multinacionais uma certa escravidão, fazendo com que todos sejam dependentes desse sistema, o capitalismo. Este manifesto trouxe alguns benefícios aos trabalhadores e ajudou a minimizar alguns problemas...

    545  Palavras | 3  Páginas

  • Port. sociologia -resenha

    RESENHA CRITICA PILAR 2010 EVANIO NOVAIS FERNANDES RESENHA CRITICA Trabalho apresentado ao Curso BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina SOCIOLOGIA Prof. Wilson Sanches PILAR 2010 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA: SOCIOLOGIA, UM OLHAR CRÍTICA AUTORAS: Silvia Maria de...

    3067  Palavras | 13  Páginas

  • Karl Marx e Friedrich Engels

    RESENHA: Manifesto do Partido Comunista Escrito por Karl Marx e Friedrich Engels em dezembro de 1847 - janeiro de 1848. Publicado pela primeira vez em Londres em fevereiro de 1848. Publicado de acordo com o texto da edição soviética em espanhol de 1951, traduzida da edição alemã de 1848. Confrontado com a edição inglesa de 1888, editada por Friedrich Engels. Da forma como estava sendo conduzido o capitalismo, não foi surpresa que surgisse um documento tão contundente como o Manifesto do Partido...

    1513  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha Crítica Max Weber: O espírito do Capitalismo

    Resenha Crítica: Max Weber Max Weber (1864-1920), foi um sociólogo e economista alemão, nasceu em Erfurt, Turíngia, Alemanha, no dia 21 de abril de 1864. É considerado um dos fundadores da sociologia moderna, ao lado de Conte, Marx e Durkheim. Suas obras principais são “Economia e Sociedade” e “A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo”. Utilizando de base a leitura integral do livro “A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo”, do próprio Max Weber, e o artigo “Uma introdução a Max...

    1293  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha crítica do filme elysium

    TRABALHO DE SOCIOLOGIA RESENHA: O filme retrata a sociedade no futuro, aonde a elite da Terra transfere-se para uma estação espacial chamada Elysium, enquanto as classes baixa e média permanecem na Terra. As pessoas que continuam a viver no planeta são excluídas socialmente e destinadas a viver em uma sociedade em decadência, na miséria, tendo que se submeter a qualquer tipo de trabalho, em péssimas condições e com pouca remuneração, pois a maioria das pessoas não tem emprego e se quem tivesse...

    1108  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha

    RESENHA: MARX, Karl e ENGELS, Friedrich.Manifesto do Partido Comunista. 1848 O Manifesto do Partido Comunista (Manifest der Kommunistischen Partei - alemão) foi escrito pelos teóricos fundadores do socialismo científico Karl Marx e Friedrich Engels e expressa o programa e propósitos da Liga Comunista. Os autores defendiam a queda da burguesia, a soberania do proletariado, a dissolução da antiga sociedade burguesa e a fundação de uma nova sociedade sem “classes” e sem “propriedade privada”. Esse...

    2055  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha do livro Manifesto Do Partido Comunista

    Manifesto Do Partido Comunista Resenha Escrito por Karl Marx e Friedrich Engels. Manifesto do Partido Comunista 2ª edição, impresso em outubro de 1997; direitos de tradução em língua portuguesa reservados ao editorial Avante. A presente tradução foi feita a partir da edição alemã de 1890. O livro Manifesto do Partido Comunista é composto por quatro capítulos com um texto claro e objetivo. Inicia-se com uma pequena introdução afirmando que um “espectro” chamado comunismo ronda a Europa e afirma...

    904  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha tempos modernos

    Resenha Tempos Modernos Um operário de uma linha de montagem, que testou uma "máquina revolucionária" para evitar a hora do almoço, é levado à loucura pela "monotonia frenética" do seu trabalho. Após um longo período em um sanatório ele fica curado de sua crise nervosa, mas desempregado. Ele deixa o hospital para começar sua nova vida, mas encontra uma crise generalizada e equivocadamente é preso como um agitador comunista, que liderava uma marcha de operários em protesto. Simultaneamente uma jovem...

    921  Palavras | 4  Páginas

  • resenha sobre o manual do mau historiador

    Resenha do livro Antimanual do mau historiador. AGUIRRE ROJAS, C.A. Antimanual do mau historiador ou como se fazer uma boa história crítica? Tradução de Jurandir Malerba. Londrina: Eduel, 2007. Publicado com o intuito de denunciar a má formação dos estudantes, decorrente do que é passado nas instituições superiores mexicanas e de apontar a idéia metódica presente em manuais, Rojas quer mostrar durante seu livro Antimanual do mau historiador, os principais pontos que um bom historiador não deve...

    3564  Palavras | 15  Páginas

  • Resenha do livro "Manifesto do Partido Comunista"

    resenha: MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA Introdução Escrito por Karl Marx e Friedrich Engels em dezembro de 1847 - janeiro de 1848. Publicado pela primeira vez em Londres, em fevereiro de 1848. Publicado de acordo com o texto da edição soviética em espanhol de 1951, traduzida da edição alemã de 1848. Confrontado com a edição inglesa de 1888, editada por Friedrich Engels. O livro de Marx e Engels se divide em quatro partes, que são elas: “Burgueses e proletários” “Proletários...

    1775  Palavras | 8  Páginas

  • resenha critica - a mercadoria de Karl marx

    TEXTO 9 “A MERCADORIA: OS FUNDAMENTOS DA PRODUÇÃO DA SOCIEDADE E DO SEU CONHECIMENTO. (KARL MARRX) Resumo: A resenha critica aqui presente, destina-se a refletir e analisar os fatores envoltos na mercadoria, conforme apresentado por Karl Marx na obra “O Capital”. Para tanto, colocaremos em pauta, a mercadoria, sua relação com o trabalho, seu duplo caráter, sua forma de valor e seu aspecto como fetichismo. Marx inicia sua obra com a descrição e a análise do termo mercadoria, mostrando que essa deve...

    4265  Palavras | 18  Páginas

  • Resenha crítica do capítulo Evolução histórica do conceito de desenvolvimento, do livro Comércio e Desenvolvimento

    Teoria do Desenvolvimento I (curso Gestão Pública-UFRB) Prof. Jorge Aluno: Edvaldo Varjão Resenha Crítica do capítulo “Evolução histórica do conceito de desenvolvimento” do livro “Comércio e Desenvolvimento” Autor(es): Mônica Teresa Costa Sousa Cherem e Roberto Di Sena Júnior Título (subtítulo): Comércio Internacional e Desenvolvimento: uma perspectiva brasileira. Imprensa (local da edição, editora, data) São Paulo, Editora Saraiva, 2004 Mônica Teresa Costa Sousa Cherem - Mestre...

    1832  Palavras | 8  Páginas

  • resenha ernest mandel

    Universidade Estadual de Maringá (DCS/UEM) A Crise do Capital: uma resenha sobre a obra de Ernest Mandel Eduardo Kamitani∗ Resumo No presente artigo propomos uma resenha sobre as idéias de Ernest Mandel e Karl Marx sobre as crises periódicas do modo de produção capitalista. Nossos objetivos consistem em esclarecer as teorias dos dois autores em um ponto específico, ou seja, alternância entre períodos de intensa reprodução de capital com períodos de crise e recessão. Dessa forma, durante...

    5706  Palavras | 23  Páginas

  • Resenha De Enrique Leff

     Resenha de Carlos Walter Porto-Gonçalves sobre livro de Enrique Leff. O livro Ecologia e Capital de Enrique Leff é um marco não só no campo do conhecimento ambiental, mas também no debate teórico- político contemporâneo por trazer uma abordagem que consegue transitar com rara desenvoltura desde o conhecimento advindo das ciências naturais ao das ciências sociais. A formação de Enrique Leff em engenharia química e seu doutorado em Economia do Desenvolvimento na Sorbonne devem ser lembrada ao leitor...

    2250  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha "direito à preguiça"

    Resenha: “O direito à preguiça” – Paul Lafargue "O Direito à Preguiça" é uma crítica social atual, apesar de abordar o regime capitalista, e trata-se de um trabalho onde Lafargue exorta os trabalhadores a abandonar o vício do trabalho, e faz a defesa do direito à preguiça como o caminho certo para uma vida melhor com saúde e alegria por parte do trabalhador, já que numa época em que a revolução tecnológica, ao invés de gerar empregos como a revolução industrial o fez, gera o desemprego, substituindo...

    974  Palavras | 4  Páginas

tracking img