Protoformas artigos e trabalhos de pesquisa

  • Protoformas

    PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL 1) O que são protoformas do Serviço Social e como elas influenciam a criação do Serviço Social? R: Protoformas são as instituições sociais que se mostram com origem confessional, prática da ajuda, caridade e solidariedade, impregnadas pela filosofia tomista e a serviço da classe dominante. O advento do Serviço Social no Brasil ocorreu na década de 30, juntamente com o capitalismo. Na exploração do trabalho pelo capital, surgiram as questões sociais. Destaca-se...

    1286  Palavras | 6  Páginas

  • Relação das protoformas do serviço social com o debate sobre os campos de ação e prática dos primeiros assistentes sociais. considerando os elementos macro societários.

    Avaliação Questão 01: Relacione as Protoformas do Serviço Social articulando-as com o debate sobre os campos de ação e prática dos primeiros Assistentes Sociais. Considere os elementos macro societários. Na Primeira República, diante das péssimas condições que estavam inseridos, os trabalhadores se organizaram e ingressaram no cenário político, exigindo os seus direitos e o reconhecimento como classe, emergindo assim a questão social, que será o bojo de implantação do Serviço Social. Nesse...

    1158  Palavras | 5  Páginas

  • Protoformas do Serviço Social

     Protoformas do Serviço Social 1- Grupos pioneiros e as Primeiras Escolas de Serviço Social A participação do clero no controle direto do operariado industrial remonta ao surgimento das primeiras grandes unidades industriais, em fins do século passado. Onde é constante a presença de religiosos desde o interior destas unidades até as Vilas Operárias. Assim as protoformas do Serviço Social tem sua base nas obras e instituições que começam a surgir...

    621  Palavras | 3  Páginas

  • Protoformas do serviço social

    tensões sociais, geradas a partir da industrialização. No início era de caráter filantrópico, possuía uma característica assistencial, missionário e beneficente, sendo a Igreja Católica a controladora do processo de ajuda ao próximo, aos carentes. As protoformas da profissão se ligavam claramente ao desenvolvimento da Ação Social, exercida pela Igreja Católica. Esta, com o objetivo de recristianizar a classe trabalhadora, passou a assumir o enfrentamento da “questão social”. No entanto, nesse momento do...

    1222  Palavras | 5  Páginas

  • PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL

     PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL 1. GRUPOS PIONEIROS E AS PRIMEIRAS ESCOLAS DE SERVIÇO SOCIAL Protoformas do Serviço Social tem sua base nas obras e instituições que começam a brotar após o fim da Primeira Guerra Mundial. O Tratado de Versailles procura instituir uma nova política social mais compreensiva relativamente à classe operária. Nesse momento surgem na Europa as escolas de Serviço social. Grandes movimentos operários de 1917 a 1921 tornaram...

    994  Palavras | 4  Páginas

  • PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL

    PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL 1. GRUPOS PIONEIROSMEIRAS E AS PRIMEIRAS ESCOLAS DE SERVIÇO SOCIAL. A participação da igreja na historia do Serviço Social é considerável sua atuação com politicas assistencialistas e organizacionais se opondo ao sindicalismo autônomo de inspiração anarco-sindicalista. Assim como sua participação junto ao operariado, dentro dos industriais chegando a possuir capelas, onde os trabalhadores eram submetidos a participarem da missa e de outras liturgias da igreja, são...

    929  Palavras | 4  Páginas

  • Resumo capitulo II - Protoformas do serviço social

     REFEÊNCIA BIBLIOGRAFICA IAMAMOTO, Marilda Vilela; CARVALHO, de Raul. Relações e serviço social no Brasil/ Marilda Vilela Iamamoto, Raul de Carvalho. - 14. ed- São Paulo: Cortez, 2001 RESUMO DO CAPITULO II- PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL As obras caridosas mantidas pelo Clero e leigos possuem uma longa tradição. A precária infra-estrutura hospitalar e assistencial existe no império se deve quase exclusivamente a ação das ordens religiosas européias que se implantam pelo país. A...

    2024  Palavras | 9  Páginas

  • A questão social e as protoformas do Serviço Social

    A questão social e as protoformas do Serviço Social A questão Social à partir de 1920 no Brasil pode se entender pelo processo que se passou no pais neste momento histórico, lembrando que nosso pais passou de um regime escravista para o trabalhadores imigrantes. Nesses primeiros momentos de trabalho livre, onde a força de trabalho torna mercadoria, o que mantém o trabalhador e sua família é o vínculo com o mercado de trabalho dominado pelo capital, o que faz o operário ceder a exploração do capital...

    532  Palavras | 3  Páginas

  • PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL

    PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL 1- Grupos Pioneiros e as primeiras escolas de Serviço Social As obras caridosas mantidas pelo clero (e leigos) possuem uma longa tradição, remontando aos primórdios do período colonial. A parca e precária infra-estrutura hospitalar e assistencial existente até a fase bastante avançada do Império se deve quase exclusivamente á ação das ordens religiosas europeias que se implantam e disseminam pelo pais. Os carlistas, ou Scallabrianos, por exemplo, se implantam...

    3201  Palavras | 13  Páginas

  • Protoformas do serviço social brasileiro grupos pioneiros e as primeiras escolas de serviço social

    PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL BRASILEIRO Grupos pioneiros e as primeiras escolas de Serviço Social “ As instituições assistenciais que surgem nesse momento, como a Associação das Senhoras Brasileiras (1920), no Rio de Janeiro, e a Liga das Senhoras Católicas (1923), em são Paulo, possuem já - não apenas ao nível da retórica - uma diferenciação face às atividades tradicionais de caridade. Desde o início são obras que envolvem de forma mais direta e ampla os nomes das famílias que integram a...

    924  Palavras | 4  Páginas

  • Resumo Protoformas do Serviço Social

    Capítulo II – Protoformas do Serviço Social A caridade é algo que se faz presente desde o início do período colonial. Utilizada principalmente pelas ordens religiosas, para tentar intervir na organização e controle do proletariado. A participação do clero só teve início com o surgimento das primeiras grandes unidades indústrias. Com a intenção de desenvolver iniciativas assistenciais e organizacionais para impedir a possibilidade de uma conspiração anarco-sindicalista. Entretanto a protoforma do serviço...

    3056  Palavras | 13  Páginas

  • Protoformas do serviço social

    CAPÍTULO II – PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL Grupos Pioneiros e as Primeiras Escolas de Serviço Social As instituições assistenciais que surgem após o fim da Primeira Guerra Mundial possuem uma diferenciação face às atividades tradicionais de caridade. Contam com um aporte de recursos e contatos em nível de Estado que lhes permite o planejamento de obras assistenciais de maior envergadura e eficiência técnica. A importância dessas instituições consiste no fato de ter sido a partir delas...

    2074  Palavras | 9  Páginas

  • Resumo do livro Protoformas do Serviço Social.

    Protoformas do Serviço Social. Desde o período colonial, já existia no Brasil obras caridosas, feitas pela Igreja Católica ou mesmo pelos leigos, E também nesse período o Clero tentava controlar o operário. Imigrantes Italianos que substituíram a força de trabalho escrava. Nas plantações e depois nas indústrias que irão surgir. Na Europa estava surgindo as primeiras escolas de serviço social, e no Brasil instituições de senhoras católica. A base para o surgimento do serviço social no Brasil...

    2048  Palavras | 9  Páginas

  • previdencia social

    Resumo do Serviço Social como sincretismo ideológico O sincretismo ideológico acompanha a inteira evolução do serviço social, estando presente das suas protoformas aos seus estágios profissionalizados mais desenvolvidos e especializados. É um dos traços constitutivos menos analisados do processo da profissão e que só tardialmente foi apreciado pelos assistentes sociais. Uma primeira operação necessária para descobrir o sincretismo ideológico do serviço social é aquela...

    506  Palavras | 3  Páginas

  • TRANSFORMAÇÃO

    sua peculiaridade operacional enquanto prática, sem o suporte de uma concepção teórica- social matizada no pensamento crítico- dialético . Não se ignoram, nessa argumentação, as distinções que demarcam o serviço social profissionalizado das suas protoformas que remetem ao assistencialismo, e que já se mostra nítidas na terceira década do séc XX . O lapso que vai dos pioneiros, no final do séc dez ao período da segunda guerra mundial assinalada claramente essas linhas divisórias da codificações dos...

    3349  Palavras | 14  Páginas

  • TRANSFORMAÇÃO

    sua peculiaridade operacional enquanto prática, sem o suporte de uma concepção teórica- social matizada no pensamento crítico- dialético . Não se ignoram, nessa argumentação, as distinções que demarcam o serviço social profissionalizado das suas protoformas que remetem ao assistencialismo, e que já se mostra nítidas na terceira década do séc XX . O lapso que vai dos pioneiros, no final do séc dez ao período da segunda guerra mundial assinalada claramente essas linhas divisórias da codificações dos...

    3349  Palavras | 14  Páginas

  • capitalismo monopolista e serviço social

    sua peculiaridade operacional enquanto prática, sem o suporte de uma concepção teórica- social matizada no pensamento crítico- dialético . Não se ignoram, nessa argumentação, as distinções que demarcam o serviço social profissionalizado das suas protoformas que remetem ao assistencialismo, e que já se mostra nítidas na terceira década do séc XX . O lapso que vai dos pioneiros, no final do séc dez ao período da segunda guerra mundial assinalada claramente essas linhas divisórias da codificações...

    4252  Palavras | 18  Páginas

  • Fundamentos de serviço social

    nos valores morais cristãos. 2. Em que consistiu as protoformas do Serviço Social? O que deu base às mesmas? Foram as primeiras ações assistenciais da Igreja Católica, subsidiadas pelo Estado, com intuito de manter a ordem, ameaçada pelo agravamento da questão social. Consiste numa reação da Igreja, a partir da implementação de suas instituições sociais. Caracterizando-se como um redimensionamento das ações filantrópicas, as protoformas do Serviço Social tem como base as obras e instituições...

    613  Palavras | 3  Páginas

  • Estrutura sincretica do serviço social

    concepções que hipotecam a configuração profissional institucional a uma espécie de “maturidade científica” em comparação às protoformas. Serviço Social: fundamentos “científicos” e estatuto profissional •“... Se tornou histórica e socialmente relevante para os assistentes sociais construir uma auto-imagem que cortasse o seu exercício sócio-profissional com as suas protoformas, intervenções assistencialistas, assistemáticas e filantrópica...”; Serviço Social: fundamentos “científicos” e estatuto...

    602  Palavras | 3  Páginas

  • Questionario

    sociais | |engendradas pelo processo de produção e exploração capitalista. Na extensa bibliografia sobre a gênese e o desenvolvimento do | |Serviço Social no Brasil é sabido que o marco de histórico para a efetivação da ruptura entre protoformas e profissão se deu no | |contexto do capitalismo dos monopólios. Em meio a esse processo, o crescimento das mobilizações e consolidação das organizações | |dos trabalhadores, exigia uma resposta do poder estatal. “[...] a profissionalização...

    1795  Palavras | 8  Páginas

  • Serviço social

    incorporado pelo aparato institucional, pois era fundado pelo pensamento reformista-conservador. A profissão não recebeu da burguesia os elementos conservadores que compõem seu ethos profissional [ética profissional] justamente por possuí-los em suas protoformas e estar fundada sobre eles, tornou-se área de investimento institucional e político burguês, com apoio da Igreja Católica, e embora nem todos seus primeiros agentes fossem oriundos da elite da sociedade, alguns eram e muitos se aproveitavam disso...

    1902  Palavras | 8  Páginas

  • Capitalismo monopolista

    acentuadas pelas agências privadas da sociedade inserindo novas matizes na dinâmica do setor afetado. 6. Explique a diferença entre protoformas e profissionalização do SSO. O Serviço Social como profissão institucionalizada e legitimada, surge com a questão social, demarcado pelo estatuto das condutas assistencialistas e filantrópicas consideradas como suas protoformas. Porém, o histórico social da profissão não se esgota na questão social e sim nas suas peculiaridades no âmbito da sociedade burguesa...

    551  Palavras | 3  Páginas

  • A TRAGETORIA DO SERVIÇO SOCIAL NO BRASIL

    sistema capitalista em ascensão, tanto na Europa quanto nos Estados Unidos da América. Emergindo como profissão a partir do background acumulado na organização da filantropia própria à sociedade burguesa, o Serviço Social desborda o acervo das suas protoformas ao se desenvolver como um produto típico da divisão social (e técnica) do trabalho da ordem monopólica. Originalmente parametrado e dinamizado pelo pensamento conservador, adequou-se ao tratamento dos problemas sociais quer tomados nas suas refrações...

    1372  Palavras | 6  Páginas

  • Fichamento - Capitalismo Monopolista - José Paulo Netto

    Social: fundamentos “científicos” e estatuto profissional – Predominam, ao contrário, as concepções que hipotecam a configuração profissional institucional a uma espécie de “maturidade científica” do Serviço Social em comparação às suas chamadas protoformas – e este predomínio desborda inclusive as fronteiras (no mais das vezes, arbitrárias) que diferenciam tendências no interior da categoria. (P.87) 2.1. Serviço Social: fundamentos “científicos” e estatuto profissional – institucionalização profissional...

    1399  Palavras | 6  Páginas

  • O surgimento do serviço social

    histórico-social contextualizado, a gênese do Serviço Social, enquanto profissão pode ser falsamente identificada como resultado do status “sócio ocupacional das condutas filantrópicas e assistencialistas que convencionalmente se consideram as suas protoformas”. ““ (Netto, 1992, p.14) Entretanto Netto ressalta que a gênese do Serviço Social não se esgota apenas com a emergência da “questão social” se tomada abstratamente, mas especificamente ao momento histórico do capitalismo: a idade do monopólio,...

    1812  Palavras | 8  Páginas

  • politica social

    abordadas as relações existentes entre o trabalho e seu valor; a questão social e suas expressões na realidade social bem como a luta dos trabalhadores para garantia de direitos mínimos entendendo como as políticas sociais entram nesse cenário, desde protoformas de políticas sociais baseadas na filantropia, como posteriormente interpretados na perspectiva de direito. Outro ponto a ser analisado é a postura do Estado, entender como ele assume seu papel nas políticas sociais e age sob a influência de bases...

    2089  Palavras | 9  Páginas

  • Trajetoria do serviço social

    quanto nos Estados Unidos da América. Acrescenta Paulo Neto (2001, p. 79), que: Emergindo como profissão a partir do background acumulado na organização da filantropia própria à sociedade burguesa, o Serviço Social desborda o acervo das suas protoformas ao se desenvolver como um produto típico da divisão social (e técnica) do trabalho da ordem monopólica. Originalmente parametrado e dinamizado pelo pensamento conservador, adequou-se ao tratamento dos problemas sociais quer tomados nas suas refrações...

    1392  Palavras | 6  Páginas

  • Apresentação Serviço Social

    autônoma, com prestação de serviços a pessoas, grupos, comunidades particulares. E sua gênese, é aqui considerada, como uma evolução das anteriores formas de assistência e ajuda. José Paulo Netto Não é, portanto, “a continuidade evolutiva das protoformas ao Serviço Social que esclarece a sua profissionalização, e sim a ruptura com elas” (apud MONTAÑO, s/d, p. 21). Manuel Manrique Castro Diversas modalidades de ação social passaram a sofrer alterações substanciais; mudada a perspectiva de...

    1426  Palavras | 6  Páginas

  • Serviço social

    CONSERVADORA E HISTÓRICO-CRÍTICA INTRODUÇÃO O que é o Serviço Social, como surgiu, a quem serve, porque surgiu, que forças concorreram no seu surgimento, qual a função concreta do Serviço Social, e por ter surgido no seio da Igreja Católica, com as protoformas neotomistas, não poderíamos considerar que a profissão é a caridade profissional? Estas perguntas frequentemente aparecem não só no meio acadêmico como também nos diversos campos de atuação profissional. Carlos Montaño (1998) em seus estudos sobre...

    1920  Palavras | 8  Páginas

  • A tese do sincretismo e da prática indiferenciada

    o autor vai acentuar e colocar como centro de sua análise é a aparência indiferenciada que se reveste a prática profissional, isto é, a manutenção de uma mesma estrutura da prática interventiva no tocante à sua operacionalidade, similar às suas protoformas. Ainda que reconheça que há um novo significado social para o trabalho profissional, uma vez que opera o corte com a filantropia, à medida que o Estado, na expansão monopolista, passa a centralizar e administrar as respostas às refrações da questão...

    1793  Palavras | 8  Páginas

  • Capitalismo monopolista e Servi o Social

    demarcam o Serviço Social profissionalizado das duas protoformas, que remetem ao assistencialismo, e que já se mostram nítidas na terceira década do século XX. Vale dizer: o processo de afirmação e desenvolvimento do Serviço Social teve como colorário-aliás, conforme se notou atrás, intencionalmente perseguido por seus atores profissionais- o estabelecimento das suas fronteiras em relação ás atividades filantrópicas, basilares nas suas protoformas. Esse processo é nitidamente verificável em quatro...

    882  Palavras | 4  Páginas

  • O serviço social na sociedade capitalista

    Patrícia (UCSAL, Serviço Social) O que é o Serviço Social, como surgiu, a quem serve, porque surgiu, que forças concorreram no seu surgimento, qual a função concreta do Serviço Social, e por ter surgido no seio da Igreja Católica, com as protoformas neotomistas, não poderíamos considerar que a profissão é a caridade profissional? Estas perguntas freqüentemente aparecem não só no meio acadêmico como também nos diversos campos de atuação profissional. Carlos Montaño (1998) em seus estudos sobre...

    1984  Palavras | 8  Páginas

  • Trabalhos Feitos1

    Iamamoto e Carvalho (2008) citam que desde que surgiram as primeiras indústrias temos a hierarquia da Igreja presente de alguma forma tentando intervir/ controlar as mentes dos trabalhadores. Não pela trajetória da Igreja que vamos entender as protoformas da profissão, mas sim pelas obras criadas pelo movimento laico e pelas instituições particulares, que depois foram copiadas pelo Governo Vargas e pelos governos de estado. A primeira intervenção da Igreja se dá no final do século XIX com a promulgação...

    2579  Palavras | 11  Páginas

  • O SERVIÇO SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE

    quanto nos Estados Unidos da América. Acrescenta Paulo Neto (2001, p. 79), que: Emergindo como profissão a partir do background acumulado na organização da filantropia própria à sociedade burguesa, o Serviço Social desborda o acervo das suas protoformas ao se desenvolver como um produto típico da divisão social (e técnica) do trabalho da ordem monopólica. Originalmente parametrado e dinamizado pelo pensamento conservador, adequou-se ao tratamento dos problemas sociais quer tomados nas suas refrações...

    2494  Palavras | 10  Páginas

  • Como surgiu o serviço social

    sua doutrina punha fim a essa situação. O que é o Serviço Social, como surgiu, a quem serve, porque surgiu, que forças concorreram no seu surgimento, qual a função concreta do Serviço Social, e por ter surgido no seio da Igreja Católica, com as protoformas neotomistas, não poderíamos considerar que a profissão é a caridade profissional? Estas perguntas freqüentemente aparecem não só no meio acadêmico como também nos diversos campos de atuação profissional. Carlos Montaño (1998) em seus estudos...

    1617  Palavras | 7  Páginas

  • PREVENÇÃO DAS DROGAS

    Podemos assim concluir fazendo uma pergunta. O que é o Serviço Social, como surgiu, a quem serve, porque surgiu que forças concorreram no seu surgimento, qual a função concreta do serviço social, e por ter surgido no seio da igreja católica, com as Protoformas neotomistas, não poderíamos considerar que a profissão é a caridade profissional? Diante destas perguntas podemos dizer que o Serviço Social iniciou a sua jornada no início do século XX, o papel do Assistente Social era bastante direcionado somente...

    1749  Palavras | 7  Páginas

  • CONTINUIDADE E RUPTURA DO CONSERVADORISMO NA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E OS DESAFIOS DE SUA OPERACIONALIZAÇÃO NOS CENTROS DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL.

    ruptura do conservadorismo no CRAS tendo em vista que é o equipamento social considerado como porta de entrada para a política de assistência. Palavras-chave: Assistência Social, CRAS, Política Pública. Introdução Considerando que nas suas protoformas, bem como, historicamente, a assistência social esteve vinculada à prática da benesse com ações emergenciais e descontínuas, e que, a partir da promulgação da Carta Constitucional de 1988, assume um novo paradigma, o de política pública, este trabalho...

    3145  Palavras | 13  Páginas

  • Protoformas do serviço social-grupos pioneiros e as primeiras escolas de serviço social

    histórico-metodológica de Marilda Iamamoto e Raul de Carvalho GRUPO I- PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL-GRUPOS PIONEIROS E AS PRIMEIRAS ESCOLAS DE SERVIÇO SOCIAL O Clero controlava o operariado industrial levando ao surgimento das primeiras grandes unidades industriais, havia a presença de religiosos que possuíam capelas próprias, onde os trabalhadores eram obrigados diariamente assistir a missa. As protoformas ( primeiras formas ) do Serviço Social tem sua base nas obras e instituições...

    11292  Palavras | 46  Páginas

  • Como surgiu o serviço social no brasil?

    quanto nos Estados Unidos da América. Acrescenta Paulo Neto (2001, p. 79), que: Emergindo como profissão a partir do background acumulado na organização da filantropia própria à sociedade burguesa, o Serviço Social desborda o acervo das suas protoformas ao se desenvolver como um produto típico da divisão social (e técnica) do trabalho da ordem monopólica. Originalmente parametrado e dinamizado pelo pensamento conservador, adequou-se ao tratamento dos problemas sociais quer tomados nas suas refrações...

    2552  Palavras | 11  Páginas

  • Serviço social no brasil

    condições culturais elementares que, na virada do século, permearão as protoformas do Serviço Social [...]. A crítica sócio-cultural, na Europa, era obrigada a pôr em questão aspectos da socialidade burguesa; na América, o tipo de desenvolvimento capitalista não conduzia a crítica a checá-lo. No período que estamos enfocando, a síntese dessas diferenças pode ser resumida da seguinte maneira: nas fontes ideológicas das protoformas e da afirmação inicial do Serviço Social europeu, dado o anticapitalismo...

    1097  Palavras | 5  Páginas

  • Relações socias e serviço social no brasil

    Social no Brasil. Iamamoto, Marilda Vilela. Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: Esboço de uma interpretação histórico-metodológico/ Marilda Vilela Iamamoto, Raul de Carvalho – São Paulo: Cortez, 2008 – 22.ed Parte II Capítulo II Protoformas do Serviço Social 1.Grupos Pioneiros e as Primeiras Escolas de Serviço Social “As obras caridosas mantidas pelo clero ( e leigos ) possuem uma longa tradição, remontando aos primórdios do período colonial. A parca e precária infra-estrutura...

    1281  Palavras | 6  Páginas

  • Capitulo 2

    Protoformas do Serviço Social 1. Grupos Pioneiros e as Primeiras Escolas de Serviço Social “As obras caridosa mantidas pelo clero (e leigos) possuem uma longa tradição, remontando aos primórdios do período colonial. A parca e precária infra-estrutura hospitalar e assistencial existente até fase bastante avançadas do Império se deve quase exclusivamente à ação das ordens religiosas europeias que se implantam e disseminam pelo país.”[...] ( pag.165 parag. 1°) (...) No período colonial clero realizava...

    1128  Palavras | 5  Páginas

  • Desafio de aprendizagem - fundamentos historicos e metodologicos do serviço social i - professora m.elaine cristina vaz vaez gomes

    condições culturais elementares que, na virada do século, permearão as protoformas do Serviço Social [...]. A crítica sócio-cultural, na Europa, era obrigada a pôr em questão aspectos da socialidade burguesa; na América, o tipo de desenvolvimento capitalista não conduzia a crítica a checá-lo. No período que estamos enfocando, a síntese dessas diferenças pode ser resumida da seguinte maneira: nas fontes ideológicas das protoformas e da afirmação inicial do Serviço Social europeu, dado o anticapitalismo...

    1125  Palavras | 5  Páginas

  • serviço social

    ATIVIDADE 1) Quais as semelhanças e as diferenças do Serviço Social nas décadas de 1930,1940 e 1950? Na década de 30 no Brasil o Serviço social é criado primeiramente através das protoformas do CEAS - Centro de Estudos e Ação social (1932) e somente as moças católicas da burguesia que poderiam se matricularem no curso. Em 1936 inaugura-se a PUC de São Paulo, sendo esta, a primeira escola de Serviço Social e em 1937 é inaugurada a PUC do Rio de Janeiro, essas instituições estavam vinculadas a...

    712  Palavras | 3  Páginas

  • Memorial do Processo se institucionalização do Serviço Social

    da contradição nelas existente. Mas, o que é o Serviço Social, como surgiu, a quem serve, por que surgiu, que forças concorreram no seu surgimento, qual a função concreta do Serviço Social, e por ter surgido no seio da Igreja Católica, com as protoformas neotomistas, não poderíamos considerar que a profissão é a caridade profissional? Estas perguntas frequentemente aparecem, não só no meio acadêmico, como também, nos diversos campos de atuação profissional. E a fim de desvelar o surgimento dessa...

    2317  Palavras | 10  Páginas

  • Sincretismo

    desenvolvimento do Serviço Social. O sincretismo no Serviço Social são o prático, ideológico, cientifico ou teórico, mas iremos tomar como norte o sincretismo ideológico. Sincretismo Ideológico, acompanha a inteira evolução do Serviço Social, as protoformas (as bases do S.S) à profissionalização. Na Europa, a traumática herança de experiência revolucionária, forte presença de uma cultura social restauradora, especifico da tradição católica. Serviço Social na Europa é reforma para restaurar. No Norte...

    656  Palavras | 3  Páginas

  • José paulo netto

    Há uma relação na qual o Serviço Social está intrisecamente  vinculado c principal com a “questão social”, que fio demarcado pelas ações assistencialistas e filantrópicas alicerçadas na doutrina social da Igreja Católica considerada como suas protoformas, enfocando, sobretudo, questões de natureza moral e orientação conservadora baseada no Neotomismo. A priori, os Assistentes Sociais trabalhavam principalmente nas instituições da Igreja Católica, fortemente ligado ás origens da profissão. Portanto...

    630  Palavras | 3  Páginas

  • Surgimento da politica social

    políticas sociais. O SURGIMENTO DAS RESPONSABILIDADES SOCIAIS •Através das sociedades pré-capitalistas •A assistência está relacionada as ações filantrópicas e de caridade privada com legislações que antecederam a revolução industrial. PROTOFORMAS DA POLITICA SOCIAL •ESTATUTO DOS TRABA LHADORES,1349 •ESTATUTO DOS ARTESOES,1563 •LEI DOS POBRES ELISABETANAS,(1531 E 1601) •LEI DE DOMICILIO(1662) •SPEENHAMLAND ACT(1795) •LEI REVISORA DAS LEIS DOS POBRES OU NOVA LEI DOS POBRES(1834) ...

    500  Palavras | 2  Páginas

  • Serviço Social como sincretismo ideológico

    Comunidade”. Nos anos de 60 e 70, há um movimento de renovação na profissão, buscando a ruptura com o conservadorismo. A profissão se laiciza, estabelece interlocução com as Ciências Sociais e se aproxima dos movimentos de esquerda. Os traços das protoformas dos anos 20 do Serviço Social na Europa decorreu de três fenômenos: uma herança traumática de experiências revolucionarias, a forte presença de uma cultura social restauradora e o peso especifico da tradição católica. “A igreja manifesta seu pensamento...

    698  Palavras | 3  Páginas

  • Processo de Socialização

    vários dos elementos que em termos de realidade histórica parecem (e só parecem, dados o estágio das descobertas científicas sobre as origens e o desenvolvimento do homem) equivocados ou insuficientes na película (relação entre espécies e tribos, protoformas de experiências humanas, produtos do trabalho humano, o estágio do metabolismo entre homem e natureza), podem na verdade expressar “tendências e características fundamentais da realidade humana em transformação” (MÉSZÁROS, I. Teoria da alienação...

    2015  Palavras | 9  Páginas

  • Sociologia

    humanismo, a expressão do vai valer apena ajudar, focar nesse progresso, na ordem de se submeter a novas politicas, a novas expressões a carência do dia a dia que cada ser humano tem, esse trabalho vem ganhando força desde o capitalismo, com as protoformas neotomistas, ou seja é um trabalho prestado a sociedade, para muitos, mais para outros é uma ajuda prestada a comunidades que precisam de apoio, influencia da assistência social, assistência mutua, programas de bem estar, com as reidivindicações...

    584  Palavras | 3  Páginas

  • AS TESES DE IAMAMOTO

    Sincretismo. Horizonte de atuação: Diversas situações que precisa da intervenção profissional. Prática Inconclusa. Prática Indiferenciada: Manutenção de uma mesma estrutura da pratica interventiva no tocante a sua operacionalidade, similar as suas protoformas. Tese do Sincretismo: Novo significado social para o trabalho profissional: corte com a filantropia. Estado: Respostas as refrações da questão social via políticas públicas. Sincretismo da pratica indiferenciada: peculiaridade do serviço social...

    720  Palavras | 3  Páginas

  • Serviço Social

    movimento Operário? (Explicite as fases deste Movimento Operário e sua transformação em movimento político. Explore as categorias marxianas de classe em si e classe para si). Como a autora apresenta a emergência dos “primeiros assistentes sociais” (protoformas do Serviço Social) na Europa e qual sua relação com a Assistência Social no século XIX (funções e processo de racionalização)? Em seguida, disserte sobre a profissionalização e institucionalização do Serviço Social na Europa e nos EUA, com base...

    705  Palavras | 3  Páginas

  • Pesquisa

    UNIDADE II: A ESCOLA DE S.S. DE SÃO PAULO NO PERIODO DE 1936 A 1945 ROTEIRO DE AULA CONTEÚDO 1.ANTECEDENTES HISTÓRICOS DO SURGIMENTO DAS ESCOLAS DE S.S. NO BRASIL 1.1.- Contribuição dos grupos pioneiros e das 1as. escolas de S.S. para as protoformas (modelos) do Serviço Social brasileiro a) PERIODO COLONIAL ATÉ FINAL DO IMPERIO NO BRASIL →Fase marcada pela presença dos 1os. grupos de ajuda, cujas obras caridosas eram mantidas pela Igreja,na pessoa dos leigos católicos e que, apesar...

    608  Palavras | 3  Páginas

  • SANTOS DO CANDOMBLÉ

    os afazeres domésticos, rejeitando o papel feminino tradicional. Oxalá OXALÁ é o detentor do poder procriador masculino. Todas as suas representações incluem o branco. É um elemento fundamental dos primórdios, massa de ar e massa de água, a protoforma e a formação de todo o tipo de criaturas no AIYE e no ORUN. Ao incorporar-se, assume duas formas: OXAGUIÃ jovem guerreiro, e OXALUFÃ, velho apoiado num bastão de prata. Exú Exú é a figura mais controversa do panteão africano, o mais humano dos...

    678  Palavras | 3  Páginas

  • O trabalho e formação social

    Para tanto, buscamos demonstrar a relevância da categoria trabalho na gênese das funções psicológicas superiores, tomando como aporte teórico estudos desenvolvidos por Marx e Engels, uma vez que tais autores caracterizam o trabalho como sendo a protoforma da atividade humana. Com efeito, a partir do trabalho o ser humano torna-se capaz de desenvolver as suas formas de pensar, sentir, e agir, consolidadas na apropriação daquilo que foi produzido no decurso de seu desenvolvimento enquanto gênero ...

    3519  Palavras | 15  Páginas

  • Ética e serviço social

    das desigualdades sociais engendradas pelo processo de produção e exploração capitalista. Na extensa bibliografia sobre a gênese e o desenvolvimento do Serviço Social no Brasil é sabido que o marco de histórico para a efetivação da ruptura entre protoformas e profissão se deu no contexto do capitalismo dos monopólios.4 Em meio a esse processo, o crescimento das mobilizações e consolidação das organizações dos trabalhadores, exigia uma resposta do poder estatal. [...] a profissionalização do Serviço...

    2855  Palavras | 12  Páginas

  • Perspectivas serviço social

    princípios oriundos de uma moral religiosa, particularmente da Ação Católica. Perspectiva Histórico-Crítica - Serviço Social nasce do antagonismo entre os interesses das classes trabalhadoras assalariadas e da burguesia, tendo como norteadora as protoformas confessional e laica, que surgem da aliança entre as forças do Estado, Burguesia e Igreja. MONTAÑO, Carlos. A natureza do Serviço Social. S. Paulo: Cortez, 2007. OMENA, Valéria C. O Serviço Social na Sociedade Capitalista: o Debate Entre as Perspectivas...

    634  Palavras | 3  Páginas

  • A relação teoria e prática na trajetória sociohistórica do serviço social: continuidades e rupturas

    organização da sociedade. A partir daí descreveremos a necessidade do surgimento do Serviço Social na instituição da sociedade na forma capitalista monopolista, referenciando a formação da perspectiva teórico-metodológica da profissão das suas protoformas até chegarmos a conjuntura que reflete a atualidade, de rompimento com o conservadorismo profissional. PRINCIPAIS CONCEITOS QUE ENVOLVEM A RELAÇÃO TEORIA E PRÁTICA Antes de falarmos...

    7107  Palavras | 29  Páginas

  • fundamentos historicos e metodologico do serviço social

    seu processo de profissionalização. Acrescenta Paulo Neto (2001, p. 79), que: Emergindo como profissão a partir do background acumulado na organização da filantropia própria à sociedade burguesa, o Serviço Social desborda o acervo das suas protoformas ao se desenvolver como um produto típico da divisão social (e técnica) do trabalho da ordem monopólica. Originalmente parametrado e dinamizado pelo pensamento conservador, adequou-se ao tratamento dos problemas sociais quer tomados nas suas refrações...

    3417  Palavras | 14  Páginas

tracking img