Tp´s e tc´s

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3047 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Experimentos científicos que mudaram o mundo |


Em 2007, os Estados Unidos gastaram US$ 368 bilhões em pesquisa e desenvolvimento, de acordo com a Fundação Nacional da Ciência. Cerca de 18% dessa enorme quantia foi para o financiamento de pesquisa básica - o tipo de pesquisa que é movido pela curiosidade do cientista ou pelo interesse em uma questão científica. Outros 22% foram aplicados empesquisa - pesquisa destinada a resolver problemas práticos.
 Com tantos cientistas conduzindo tantos experimentos todo ano dentro e fora de laboratórios, não é de surpreender que a maioria das pesquisas desfrute de pouco aplauso. De vez em quando, porém, um experimento chama a atenção de cientistas e leigos, ou porque ele altera nossa compreensão fundamental do mundo natural ou porque elerevela uma solução para um problema sério de saúde pública. Você pode pensar que tais experimentos reveladores são extraordinariamente complexos, e pode estar certo sobre alguns deles. Mas outros tantos são exemplos estelares de mérito e simplicidade.Neste artigo, vamos considerar 10 dos mais sublimes experimentos, em nossa humilde opinião. Eles estão organizados de acordo com as maiores disciplinas daciência - biologia, química, física e psicologia - e abarcam mais de 200 anos de pesquisa. Em poucos casos, nós correlacionamentos experimentos juntos em um único lugar, não para limitar nossas apostas, mas para provar que a ciência é um empreendimento colaborativo.
Os 10 experimentos científicos estão abaixo, vejamos:1º - As flores de Darwin
 A maioria das pessoas está familiarizada com asatividades de Charles Darwin a bordo do HMS Beagle e sua famosa jornada à América do Sul. Ele fez algumas de suas mais importantes observações em Galápagos, onde cada uma das vinte e tantas ilhas suportam uma única subespécie de tentilhão perfeitamente adaptada para alimentar-se em seu ambiente exclusivo. Mas poucas pessoas sabem alguma coisa sobre os experimentos de Darwin depois que ele retornou àInglaterra. Alguns deles concentraram-se em orquídeas. Como Darwin cultivou e estudou várias espécies de orquídeas nativas, ele percebeu que as formas intrincadas das orquídeas eram adaptações que permitiam que as flores atraíssem insetos que levariam o pólen para as flores próximas. Cada inseto estava perfeitamente modelado e designado para polinizar um único tipo de orquídea, da mesma forma queos bicos dos tentilhões de Galápagos eram modelados para preencher um nicho específico. Tome como exemplo a orquídea Estrela de Belém (Angraecum sesquipedale), que armazena néctar no fundo de um tubo de cerca de 30 cm de comprimento. Darwin viu esse desenho e previu que existia um animal compatível. De fato, em 1903, cientistas descobriram que a mariposa esfingídea ostentava uma longa tromba, ounariz, unicamente apropriado para alcançar o fundo o tubo de néctar da orquídea.
Darwin usou os dados que ele coletou sobre as orquídeas e seus insetos polinizadores para reforçar sua teoria de seleção natural das espécies. Ele argumentava que a polinização cruzada produzia orquídeas mais aptas a sobreviver queas orquídeas produzidas pela autopolinização, uma forma de endogamia que reduz adiversidade genética e, consequentemente, a sobrevivência de uma espécie. E assim, três anos depois de descrever pela primeira vez a seleção natural em "Na Origem das Espécies", Darwin sustentou o moderno modelo de evolução com uns poucos experimentos com flores. 2º - Decodificando o DNAJames Watson e Francis Crick levaram o crédito por solucionar o mistério do DNA, mas sua descoberta dependeudecisivamente  do trabalho de outros, como Alfred Hershey e Martha Case, que, em 1952, coduziram um experimento não famoso que identificou o DNA como a molécula responsável pela hereditariedade. Hershey e Chase trabalharam com um tipo de vírus conhecido como bacteriófago (que parasita outras bactérias). Tal vírus, feito do revestimento protéico que cerca o filamento do DNA, infecta a célula da bactéria,...
tracking img