Protein=as

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1699 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
* Sintese Proteica
As Proteínas, são compostos formados por aminoácidos, sintetizadas a partir de 20 alfa-aminoácidos que se unem através das ligações peptídicas para gerar os diversos peptídeos que são compostos de baixo peso molecular que liga 2 ou mais aminoácidos. Uma proteína pode chegar a ter 400 ou mais aminoácidos. Os aminoácidos são compostos orgânicos que contém um grupo amina (NH2) eum grupo carboxílico (COOH) que tem a função de formar as proteínas.
Existem dois grupos de aminoácidos os essenciais; que não podem ser sintetizados pelo organismo humano em quantidades suficientes no corpo e devem ser fornecidos pela dieta em quantidades suficientes para atender às necessidades do corpo. São eles, treonina, triptofano, histidina, lisina, leucina, isoleucina, metionina, valina,fenilalanina e, possivelmente, arginina. E os aminoácidos não essenciais são: alanina, ácido aspártico, ácido glutâmico, glicina, prolina e serina. São importantes na estrutura proteica; Mais se houver deficiência na ingestão de um deles, podem ser sintetizados em nível celular a partir de aminoácidos essenciais ou de precursores contendo carbono e nitrogênio.
No organismo não há reservas deaminoácidos livres. Toda quantidade acima das necessidades para a síntese proteica celular e para a dos compostos não proteicos que contém nitrogênio será metabolizada. No corpo não há reserva de proteínas comparável à grande reserva de energia que existe no tecido adiposo e no glicogênio. Toda a proteína no corpo é representada por proteína funcional, que faz parte das estruturas teciduais ou fazparte dos sistemas metabólicos.
Toda quantidade de proteína não poderá ser armazenada na forma de proteína, o corpo degradará a proteína que não foi utilizada, oxidará os aminoácidos liberados e excretará seu nitrogênio junto com a urina. Por alternativa os aminoácidos podem ser convertidos metabolicamente em glicose ou ácidos graxos que poderão ser armazenados nos respectivos reservatórios.
Nacélula, existe um “pool” metabólico, que é também chamado de reservatório metabólico ativo de aminoácidos em um estado de equilíbrio que pode ser utilizado quando for necessário. O contínuo estado de síntese e degradação de proteínas, denominado “turnover”, é necessário para manter esse “pool” metabólico e a capacidade de atender a demanda de aminoácidos nas várias células e tecidos do organismoquando esses são estimulados a produzir novas proteínas para uma determinada função. Os mais ativos tecidos do organismo responsáveis pelo “turnover” protéico são: plasma, mucosa intestinal, pâncreas, fígado e rins. Por outro lado, tecido muscular, pele e cérebro são os menos ativos. Quase todos os aminoácidos têm certas funções específicas no organismo, além de participarem da síntese de proteínas.Vários aminoácidos apresentam suas vias metabólicas acopladas ao metabolismo de outros aminoácidos. Dois aspectos do metabolismo são revistos aqui; a síntese apenas dos aminoácidos não-essenciais e a degradação de todos os aminoácidos. A degradação serve para a produção de energia a partir da oxidação dos aminoácidos individuais de proteína e a conversão dos aminoácidos em outros produtos. Esteúltimo também está relacionado à síntese dos aminoácidos; a via de degradação de um aminoácido pode ser a via para síntese de um outro aminoácido. A degradação dos aminoácidos também forma outros produtos que não são aminoácidos.: os componentes do organismo que contém N. Quando os aminoácidos são degradados para energia em vez de convertidos para outros compostos, os produtos finais são CO2, água euréia. O CO2 e a água são produzidos diretamente nas clássicas etapas do metabolismo que envolve o ciclo de Krebs. A uréia é produzida porque outras formas de eliminar N, tais como a amônia, são tóxicas caso suas concentrações aumentarem no sangue e dentro das células. Para os mamíferos, a produção de uréia é um meio de remover o N resultante das oxidações dos aminoácidos na forma de um...
tracking img