O uso do crack: um problema social restrito as metrópoles

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1961 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Norte do Paraná

SISTEMA DE ENSINO P RESENCIAL CONECTADO
BACHARELADO EM ASSISTENTE SOCIAL

STEFANIA DE CARLAIS BAHIENSE

ESTATÍSTICA

Na condição de criança pobre no Brasil, tive contato com o lado mais sombrio da humanidade necessitada.



Cachoeiro deItapemirim – ES
2012


STEFANIA DE CARLAIS BAHIENSE

ESTATÍSTICA
.
Na condição de criança pobre no Brasil, tive contato com o lado mais sombrio da humanidade necessitada.

Trabalho apresentado á disciplina da
Universidade Norte do Paraná – UNOPAR
Prof ( a ):Héllen


Cachoeiro de Itapemirim, ES
2012

SUMÁRIO

1.INTRODUÇÃO.............................................................................4
2.DESENVOLVIMENTO...................................................................5
3.CONCLUSÃO.............................................................................124.BIBLIOGRAFIA...........................................................................13













INTRODUÇÃO
Irei falar sobre o filme : Crianças Invisíveis de João e Bilu, abordarei as diferentes ascpectos que esse sofrimento assume, o filme expõe uma realidade muitas vezes esquecida, negada ou negligenciada, o que torna essas crianças invisíveis aos olhos damídia e do público em geral.
Nos mostra também como é viver a realidade do mundo de pessoas que necessitam de uma ajuda, que as vezes ter que passar por humilhação, fome enfim todos os tipos de necessidades.













DESENVOLVIMENTO
Segundo relatório da ONU (Organização das Nações Unidas), a fome e a desnutrição, diz o relatório, levam à morte todos osanos mais de 5 milhões de crianças, a maioria nos países em desenvolvimento.
No mundo cerca de 100 milhões de pessoas estão sem teto; existem1 bilhão de analfabetos e 1,1 bilhão de pessoas vivem na pobreza.
A fome ainda atinge crianças recém-nascidas de uma forma alarmante.
Anualmente, 20 milhões de crianças nascem abaixo do peso em países em desenvolvimento.Em alguns países como a Índia e Bangladesh, o número de casos de crianças nascidas abaixo do peso chega a 30% do total.
Dentre os países que sofrem de subnutrição, o Brasil está em 27º lugar da lista, com 9% da população sofrendo de subnutrição. O pior resultado (1º da lista) é a Eritréia (país africano), que apresenta 35% da população subnutrida.
No Brasil, a falta decondições básicas, como água limpa, saúde, condições sanitárias, moradia, educação e informação, levam cerca de seis milhões de crianças a viverem em condições de absoluta pobreza, segundo relatório do UNICEF.
A fome mata uma criança a cada 5 segundos
A desigualdade social, juntamente com a corrupção, o que fica evidente todos os dias na mídia televisiva e escrita, são os maiores fatores para quea subnutrição aconteça em todo o mundo. No Brasil, os 10% mais ricos detêm quase toda a renda nacional. Em distribuição de renda, o Brasil só perde para a Serra Leoa, na África.
O Brasil, é recordista mundial em arrecadação de impostos. Deveríamos ter as melhores escolas públicas, as melhores estradas, a melhor saúde pública, os melhores hospitais, a melhor educação, segurança, mas odesvio de verbas, os roubos que acontecem no Senado, Câmaras em todo o Brasil, não permite que o que é arrecadado chegue de fato ao que foi destinado.
Existem ainda as causas naturais para justificar a fome: clima seca, terremotos, inundações, pragas nas lavouras, etc .
Podemos ainda indicar causas humanas como má administração dos recursos naturais, instabilidade política,...
tracking img