O significado nas artes visuais, erwin panofsky

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1831 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ano Lectivo: 2012/2013

Iconografia e Iconologia

Uma introdução ao estudo da arte do Renascimento

PANOFSKY, Erwin, O Significado Nas Artes Visuais.


ÍNDICE

Introdução 3
Desenvolvimento 4
Iconografia e Iconologia
Conclusão 7
Bibliografia 8Introdução

Esta ficha de leitura tem como objectivo resumir o capítulo intitulado “ Iconografia e Iconologia: uma introdução ao estudo da Arte do Renascimento” Pertencente à obra literária de Erwin Panofsky , “O significado nas Artes Visuais”, que nos leva a relatar o desenvolvimento das ideias de Panofsky nomeadamente a clarificação dos conceitos de iconografia e iconologia.

Breve Biografiasobre o Autor:

Erwin Panofsky, considerado um historiador de arte que nasceu a 30 de Março de 1892, na cidade alemã de Hannouver. Formou-se nas Universidades de Munique, Berlim e Friburgo onde foi discípulo de Aby Warburg (conhecido pelos seus estudos sobre o ressurgimento do paganismo no renascimento italiano). Conclui o seu doutoramento em 1914, na última instituição referida, com uma tesesobre o pintor alemão Albercht Dürer.
Antes de se mudar para Londres, Panofsky trabalhou para a ‘’Warburg Library’’, onde publica o seu primeiro trabalho ‘’Idea: Ein Beitrag zur Begriffsgeschichte der älteren Kunstheorie’’ (1924) que abordava a história da teoria neo-platónica. Deu aulas de História da Arte entre 1920 e 1933 (13 anos) em várias Universidades, e foi ganhando reconhecimento comocrítico e historiador.
Durante estes anos começa a desenvolver a ideia da iconologia e iconografia e são estes estudos que o irão torna-lo num dos principais representantes do método iconológico.
Em 1931, teve acesso livre nas viagens entre os Estados Unidos e a Alemanha que foi permitido pelo estado alemão, por pouco tempo, devido ao regime Nazi na altura. Assim, Panofsky ficou a residir emNova Iorque, onde foi publicado (em 1989) o livro sobre o qual se dirige este resumo que reúne temas variados tais como a teoria das proporções, a visão histórica de Vazari e Ticiano, a relação entre a obra de arte e seu contexto e, principalmente, o estudo da Iconografia e da Iconologia. Faz também uma grande descrição do Renascimento que tinha como finalidade compreender a problemática e acomplexidade do renascer da antiguidade clássica na Idade Média.
Panofsky deu aulas na universidade de Princeton até à sua morte a 14 de Março de 1968.

Desenvolvimento


Iconologia e Iconografia

Embora tenha sido Warburg o primeiro a descrever a iconologia como “ a ciência da história de arte” em 1912, é Panofsky, que na sua obra “ O significado nas artes visuais”, nos clarificasobre os conceitos de Iconografia e Iconologia e suas respectivas diferenças.
Começa por demonstrar-nos que é possível fazer um paralelismo entre a análise de uma acção quotidiana e a de uma obra de arte, e para compreensão dessa análise, estabelece a Iconografia como o alicerce da interpretação de uma dada obra. Desmontando o termo, Iconografia (do grego “Eikôn” + “graphia” – imagem + escrita) ,diz respeito não só ao estudo da descrição de imagens, como o próprio nome indica, mas também à classificação das mesmas. Daí a sua importância, uma vez que é fonte de informações que permitem uma melhor análise das obras tanto a nível formal como do seu significado e conteúdo (informações como a sua origem, data e autenticidade).
A Iconologia, por outro lado, centra-se mais no carácterinterpretativo associado ao pensamento/razão (logos). Torna-se parte do estudo da arte, pois não se limita simplesmente a uma examinação prévia, a uma descrição das figuras e cenas representadas, mas sim a uma interpretação mais profunda, de identificação e justificação das fórmulas adoptadas de forma entendê-las dentro do contexto histórico-cultural e sociedade em que se inserem.
Ambas, iconografia e...
tracking img