O pressuposto e o subentendido - uma análise em cartazes e anúncios publicitários

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3203 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ULBRA –UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL


















O PRESSUPOSTO E O SUBENTENDIDO - UMA ANÁLISE EM CARTAZES E ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS










ZULEICA NUNES














GUAÍBA
2010/2
ZULEICA NUNES



















O PRESSUPOSTO E O SUBENTENDIDO - UMA ANÁLISE EM CARTAZES E ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOSDisciplina: Semântica




Orientador: Prof. Ângelo Caputo













GUAÍBA
2010/2
O PRESSUPOSTO E O SUBENTENDIDO - UMA ANÁLISE EM CARTAZES E ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS






1. INTRODUÇÃO






A semântica é vista segundo inúmeros autores, como uma das ciências que realiza os estudos do significado,por isso é importante que seja considerada nos estudos da mídia.
Neste trabalho analisaremos o uso de pressupostos e subentendidos em alguns meios publicitários, como cartazes e propagandas veiculados em órgãos da imprensa - jornais, revistas e televisão.
Esta análise provocou uma série de conclusões que aqui serão mostradas e discutidas, evidenciando sempre o cuidado que devemos terao falar, pois podemos dar várias interpretações para uma mesma sentença, dependendo do modo pela qual ela é vista.
Através de teóricos e pesquisadores sobre o assunto são mostradas as várias correntes sobre o assunto e suas possíveis discussões.
O objetivo desta pesquisa consiste na análise desses marcadores lexicais de linguagem e sua influência sobre o ouvinte ou leitor. Conhecendo suaextrema importância e significação lingüística, procurou-se demonstrar com exemplos o que na prática assistimos todos os dias pelos meios de comunicação.
Toda unidade de conteúdo, capaz de ser decodificada, possui, necessariamente, no enunciado, um suporte lingüístico qualquer.
Esse suporte possui na própria superfície estrutural uma unidade de conteúdo simples ou não, que envolveaspectos lexicais, sintáticos, semânticos e pragmáticos.
Tem ele também uma fixação, caracterizadora de todos os conteúdos explícitos, mas igualmente de certos tipos de conteúdos implícitos (pressupostos e subentendidos).
Esses conteúdos implícitos são resultantes de uma composição que aplica certos dados extra-enunciativos a informações infra-enunciativas, sendo a fronteira entre osdois uma linha muito tênue.
As informações implícitas decorrem de palavras ou expressões contidas na frase, verdadeiras ou admitidas como tal – são os marcadores de pressuposição.
Portanto, esta pesquisa tem a prerrogativa de provocar um olhar crítico e reflexivo que avalie as múltiplas facetas de um texto publicitário e sua interpretação, como é também uma tentativa de contribuir para umensino mais significativo na disciplina de Língua Portuguesa, visando aproximar o leitor do mundo que o rodeia. O foco principal desta análise são as constatações de pressupostos e subentendidos e a sua possível análise.
2. RESUMO

O propósito desta pesquisa é analisar exemplos de pressupostos e subentendidos encontrados em livros didáticos de Língua Portuguesa, bem como a análise de cartazese anúncios publicitários. Observaremos os conceitos de pressuposto e subentendido mediante a visão de teóricos como: Ducrot, Minguenau, Fiorin, entre outros.



Palavras-chave: Semântica, Pressuposto, Subentendido, Língua Portuguesa, Teoria da Pressuposição.
3. JUSTIFICATIVA






Considerando-se a importância do tema pressupostos e subentendidos, apresentamos algunsmotivos pelos quais julgamos pertinentes o seu estudo e discussão.



3.1 Os marcadores de linguagem






Esses elementos são os marcadores conversacionais, que Urbano (1993: 85) define como unidades típicas da fala, dotadas de grande frequência, recorrência, convencionalidade, idiomaticidade e significação discursivo-interacional, mas que geralmente não integram o conteúdo cognitivo...
tracking img