O pensamento grego no setor educacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1925 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O pensamento grego no setor educacional

a) Os períodos da Filosofia Grega
1º - Pré-socrático (séc. VII e VI a.C.) → os primeiros filósofos surgem nas colônias gregas da Jônia e na Magna Grécia. Ao iniciar o processo de separação entre a filosofia e o pensamento mítico, ocupam-se com questões cosmológicas sobre os elementos constitutivos de todas as coisas;
2º - Socrático ou clássico (séc. Ve IV a. C.) → dele fazem parte o próprio Sócrates, seu discípulo Platão e, posteriormente, o discípulo deste, Aristóteles. Os sofistas e também Isócrates são dessa época.
3º - Pós-socrático (séc. III e II a.C.) → após a morte do imperador Alexandre, tem início o helenismo e surgem as correntes filosóficas do estoicismo e do epicurismo.

b) Sofistas: a arte de persuasão
A palavra sofista,etimologicamente, vem de sophos, que significa sábio, ou melhor, professor de sabedoria. Pejorativamente passou a significar homem que emprega sofismas, ou seja, alguém que usa de raciocínio capcioso, de má fé, com intenção de enganar, que consegue ludibriar os outros, confundindo-lhes habilmente o raciocínio, com o objetivo de deturpar ou esconder a verdade. O termo, portanto, é sinônimo deintelectual impostor. Os mais famosos foram Pitágoras de Abdera, Górgias de Leôncio e Hipias de Elis.
Deve-se essa imagem caricata às críticas de Sócrates e Platão à atitude intelectual dos sofistas e ao costume de cobrarem muito bem por suas aulas. Recentemente tem sido atenuada essa avaliação depreciativa, tentando-se redimensionar a verdadeira importância da sofística.



c) PROTÁGORAS: “O homem éa medida de todas as coisas.”
Um dos maiores sofistas gregos foi Protágoras, que por muitos anos ensinou em Atenas. A base de sua doutrina está contida na sua célebre frase: “O homem é a medida de todas as coisas”. Defendia que o certo e o errado não existiam como valores absolutos. O homem era a medida e o juiz dos acontecimentos.
O homem era o centro de seu universo e a educação, como tudo,deveria se adequar às suas necessidades. O bom método de ensino era aquele que conseguia satisfazer a natureza humana, através do respeito e da valorização da personalidade de cada um.
A educação tinha como meta o aprimoramento do homem; fazê-lo libertar as suas potencialidades torná-lo consciente de toda sua grandeza. Ele era a medida de todas as coisas e por isso deveria orgulhar-se de si mesmo,de sua mente e do seu corpo. A escultura grega mostra bem essa exaltação do homem, apresentando-o nu, valorizando as suas formas atléticas. O homem não se envergonhava e seu corpo, como na Idade Média; pelo contrário, sua nudez não o desprotegia, porque o dignificava em sua beleza.
IMPORTANTE: O humanismo de Protágoras foi levado às últimas conseqüências havendo quem defendesse que o mundo, narealidade, não existia. O mundo não passava de um sonho, produto da criação humana. Já que o homem era a medida de todas as coisas, tudo seria possível. Qualquer teoria podia ser encarada como falsa ou verdadeira, porque tudo se justificava através de diferentes pontos de vista.

Reagindo contra estas teorias sofistas, que nada mais faziam além de espalhar a descrença na mente da juventude,surgiu Sócrates, um marco divisório na história da filosofia grega.



d) SÓCRATES: “Sei que nada sei.”

Em termos educacionais, Sócrates propunha como ideal a conquista da virtude, que para ele era sinônimo de sabedoria. Para alcançar a virtude, a mente precisava ser treinada, isto é, disciplinada através de exercícios. O processo de disciplina mental tinha como ponto de partida o próprioindividuo. A frase “Conhece a ti mesmo”, que estava escrito no templo do deus Apolo, era o lema da sua filosofia constituindo-se na recomendação básica que ele fazia a todos os seus discípulos. Através do autoconhecimento o indivíduo seria capaz de







identificar em si mesmo os princípios de todo Universo, pois tudo é regido por uma única lei, do micro ao macrocosmos. “Conhece-te a ti...
tracking img