O papel dos movimentos sociais na construção de outra sociabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6009 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O PAPEL DOS MOVIMENTOS SOCIAIS NA CONSTRUÇÃO DE OUTRA SOCIABILIDADE (Este texto é produto de uma discussão que estamos realizando no seminário temático Educação e Movimentos Sociais, ministrado pelos professores Eliane Dayse e Ribamar Furtado, cujos ensinamentos e debate foram decisivos na ampliação do interesse desta doutoranda em desenvolver e aprofundar seus conhecimentos no campo dosmovimentos sociais. )

GT3- Movimentos sociais e Educação
Sandra Maria Marinho Siqueira(Doutoranda do programa de pós-graduação em educação brasileira da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará (FACED-UFC). ) (FACED/UFC)


1. Introdução

O objetivo precípuo deste texto é oferecer um olhar particular, fundado na análise de uma multiplicidade de concepções de autoresdiversos, dentre os quais podemos destacar ALAN TOURAINE (1977; 1989), MELLUCCI (1989), CASTELLS (1974; 1980; 1997), CLAUS OFFE (1992; 1988), TARROW (1994), GOHN (1995; 1997), ILSE SCHERER-WARREN (1996) e outros que tematizam sobre os movimentos sociais, quanto ao seu aspecto conceitual e, particularmente, quanto ao seu projeto de mudanças dentro ou para além das condições societárias atuais.Embora as abordagens sejam distintas e heterogêneas, não podemos deixar de tê-las presente no debate. É importante lembrar que GOHN (1997) faz algumas interrogações àqueles que estudam a problemática dos movimentos sociais, ao perguntar-se sobre o papel dos movimentos sociais na atualidade e o que ocorre de fato quando uma ação coletiva expressa nos movimentos sociais, se institucionaliza.
GOHN(1997) considera essas questões supramencionadas como não resolvidas do ponto de vista teórico, necessitando serem aprofundadas. Em seu livro teoria dos movimentos sociais, a autora realiza um itinerário histórico-conceitual de diferentes paradigmas, tais como o paradigma europeu, o americano e latino-americano, aos quais se vinculam, com suas particularidades, autores de influencia no campo dasciências sociais e, principalmente, nas análises sobre movimentos sociais.
O dissenso dessas concepções sobre “novas” formas de organização dos sujeitos sociais em torno de interesses particulares com concepções de movimentos sociais defendidas pelos autores de inspiração marxistas está no marco de um debate em torno do papel dos movimentos sociais na superação das formas de dominação capitalistas e naconstrução de uma nova sociabilidade( Estamos a indicar neste ponto que os movimentos sociais podem constituir espaços de conformação de uma nova sociabilidade, no sentido de que são efetivamente potenciais de transformação da sociedade, na busca de uma sociabilidade outra para além da produção capitalista, orientada para a satisfação não só de interesses individuais, mas para a satisfação dasnecessidades coletivas e para a realização das potencialidade humanas. Segundo ILSE SCHERER-WARREN (1996, p.71), referindo-se aos movimentos sociais no campo, “sem sociabilidade política não há MS nem projeto coletivo em torno do que lutar. A participação direta das bases camponesas em grupos de reflexão e em assembléias deliberativas, conforme tem sido estimulado, sobretudo, pelo trabalho demediação das pastorais, dos agentes das Igrejas progressistas e dos sindicatos “combativos”, contribui para o desenvolvimento de uma nova sociabilidade política” ).

2. Visões e vertentes dos “novos” movimentos sociais

Um ponto a ser destacado se refere ao conceito de movimento social, como esses movimentos são analisados quanto a sua formação, dinâmica interna e seu projeto de sociabilidade, poisvariados são os critérios utilizados pelos autores em sua caracterização, e como diferenciar um movimento social de outras ações coletivas que não necessariamente possam ser consideradas como movimentos sociais.
Por “novos” movimentos sociais compreendem-se os movimentos das mulheres, ecológicos, contra a fome e outros, sinalizando em princípio um distanciamento do caráter classista que se...
tracking img