O papel dos engenheiro eletricista na reduçao dos impactos ambientais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9533 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Módulo 1 - Energia Elétrica, prós e contras
Economia de Energia

Uma das maiores – se não for a maior – invenções da Humanidade, a eletricidade é também um dos grandes vilões do meio ambiente, sendo a principal causa do aquecimento global que tanto vem preocupando cientistas e especialistas.

Sem a eletricidade, o homem não teria se desenvolvido, criado máquinas ou inventado novas formas dese comunicar. Não teria chegado à Lua, viveria com menos conforto e não teria à sua disposição tantas formas de transporte. A informática, os supercomputadores e todo um mundo de possibilidades não existiriam. No entanto, a energia nem sempre é uma fonte inesgotável – tanto que o Brasil pode vir a ter problemas nesse setor já a partir de 2008, segundo especialistas.

Em sua coluna no site ComCiência (w.comciencia.com.br), o professor da Unicamp Gilberto de Martino Jannuzzi diz que os malefícios do sistema energético não se restringem aos ambientes de produção (que engloba a extração, o processamento e a distribuição) e consumo. Há efeitos regionais e globais, como as chuvas ácidas, o derramamento de petróleo em oceanos, a destruição da camada de ozônio causada pelo uso de CFC (compostode cloro-flúor-carbono) e o já citado superaquecimento terrestre, motivado pelo acúmulo de gases na atmosfera, o famoso efeito estufa.

Segundo o professor, todas as etapas da indústria energética causam impactos ao meio ambiente e à saúde humana. A extração de recursos como petróleo, carvão, biomassa ou hidroeletricidade muda os padrões de uso do solo, dos recursos hídricos, altera a coberturavegetal e a composição atmosférica. Sua produção e uso liberam substâncias – muitas delas, com propriedades cumulativas – que comprometem a sobrevivência do ser humano, da fauna e flora.

O efeito estufa

O efeito estufa é o fenômeno que faz com que a temperatura da Terra seja maior do que seria na ausência de atmosfera. Dentro de um limite, ele mantém a estabilidade da temperatura e éfundamental para a existência de vida sobre o planeta, mas seu agravamento provoca o que chamamos de aquecimento global. De acordo com a Wikipedia , além do CFC, também são considerados gases de estufa o dióxido de carbono (CO2), o metano (CH4) e o gás nitroso (NO2), que absorvem e radiam a radiação infravermelha (calor) emitida pela superfície terrestre.

Como resultado, a Terra recebe quase o dobro deenergia da atmosfera do que recebe do Sol e, por isso, sua temperatura é cerca de 30ºC mais quente do que seria sem a presença desses gases – muitos deles produzidos naturalmente por erupções vulcânicas, decomposição de matérias orgânicas e pela fumaça de grandes incêndios. Mas a poluição, advinda de atividades humanas, tem uma grande parcela de culpa nessa história.

O fenômeno recebeu essenome porque seu espessamento lembra muito uma estufa de vidro para plantas, como aquelas onde são cultivadas orquídeas. Entre as conseqüências catastróficas do aquecimento do clima provocado pelo efeito estufa, estão o derretimento das calotas polares e de geleiras, que eleva o nível de oceanos e lagos, submergindo ilhas e amplas áreas litorâneas densamente povoadas; a intensificação dos processosde desertificação e de proliferação de insetos em regiões tropicais e subtropicais; o desaparecimento de espécies animais e vegetais com a destruição de seus habitats naturais; e a multiplicação de fenômenos da natureza trágicos de grandes proporções, incluindo secas, inundações e furacões.

Na tentativa de evitar maiores desastres, 84 países assinaram em 1997 o Protocolo de Kyoto, que determinaredução de, em média, 5,2% na emissão de gases nocivos na atmosfera.

O que a eletricidade tem a ver com isso?

De acordo com o professor Jannuzzi, o setor energético é responsável por grande parte dos gases lançados na atmosfera: por 75% do dióxido de carbono lançado à atmosfera, 41% do chumbo, 85% das emissões de enxofre e aproximadamente 76% dos óxidos de nitrogênio. A produção de...
tracking img