O mundo encantado dos shopping centers

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1651 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A complexidade do mundo dos negócios vem aumentando constantemente no cenário global, exigindo assim dos administradores uma atenção redobrada no que diz respeito à obtenção de informação no ambiente externo da organização. Dentre tais fatores destacam-se as constantes inovações tecnológicas, tendências de mercado internacional, mudanças no comportamento e preferências do consumidor, etc...Nesse contexto obter informações do ambiente externo se torna vital para a organização, pois a maneira como a organização obtém a informação pode fazer a diferença na hora de traçar o melhor caminho a ser seguido. Analisando a informação no processo decisório, com base na Teoria Contingencial, as formas e os meios que as empresas utilizam para obter dados preciosos do meio externo, foram pesquisadasduas variáveis, que são a tecnologia e o ambiente, dando assim uma visão mais nítida da realidade.
A Teoria Contingencial nasceu a partir da necessidade de uma visão mais complexa das organizações, pois todas as outras teorias tinham uma visão limitada, onde as condições eram ditadas diretamente do interior das organizações. Com base nessa necessidade, foram realizadas pesquisas que procuraramesclarecer o modo como as empresas devem variar para enfrentar adequadamente diferentes circunstâncias ambientais. A partir dessa nova abordagem, essas condições passaram a ser analisadas e estudadas conforme a necessidade do ambiente externo.

O Mundo encantado dos Shoppings Center

Uma pessoa está no dia-a-dia das ruas, estressada pelo calor, insegura, irritada com a poluição sonora eatormentado pelo infernal trânsito de carros e pessoas e, de repente, como num passe de mágica, sentem-se confortável, segura, em um ambiente com temperatura agradável, onde tudo é limpo e claro, tendo o que precisa para diverti-se, comprar ou se alimentar – é porque ela entrou no mundo encantado de um Shopping Center. A primeira comparação que se faz entre o comércio das lojas de ruas ou de feirascom um shopping é justamente no contraste existente entre eles. O conforto e a tranqüilidade oferecidos pelos chamados templos do consumo.
Embora não haja a obrigatoriedade de se compra algo, ou consumir, estratégias são utilizadas para induzir o freqüentador dos shoppings a comprar algo, mesmo que ele nem precise ou tenha ido ali para adquirir algum produto. Na visão do consultor Paco Underhill,autor do livro A Magia dos Shoppings (Best Books), nesses templos de consumo “Não há chuva nem vento. As pessoas não cospem nem jogam tocos de cigarro no chão. Não há moscas. Não há cachorros ou moradores de rua. A vida sob o teto de um shopping é tranqüila, segura e acolhedora”.
Nunca é a mesma coisa: mudam-se os títulos dos filmes em seus cinemas, alteram-se os cardápios dos estabelecimentosda Praça de Alimentação, há novas ofertas e produtos nas demais lojas, podendo está ocorrendo uma brilhante palestra no espaço próprio para convenções. A impressão que se tem é, que é sempre o mesmo ambiente, mas com instigantes novidades.
O que dizer então das datas comemorativas? Mês das mães, dos pais, dia da criança, as figuras tradicionais dos românticos enamorados, tudo isso serve de motivopara que os administradores dos shoppings desdobrem-se para apresentar um ambiente vinculado a cada uma dessas datas, de maneira luxuosa, diferente, convidativa ao consumo. Tudo é pensado para que os freqüentadores se encantem encham os olhos e, de preferência, que esvaziem os bolsos. No entanto, é no Natal que todo o requinte criativo explode em cores, figuras e sons. Para as crianças de hoje oPapai Noel mora no shopping e, algumas pensam que o bom velhinho ali descansa o resto do ano em algum palácio oculto nos subterrâneos desses estabelecimentos. Alem disso, os festejos de final de ano são propícios a promoções conjuntas, onde todos os estabelecimentos do shopping contribuem para que sejam sorteados carros, viagens internacionais e ate mesmo residências.
É impossível imaginar um...
tracking img