O mercador de veneza

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2001 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO DO FILME O MERCADOR DE VENEZA

 

O filme é uma adaptação da peça de mesmo nome, escrita por William Shakespeare. A história passa-se em Veneza, em 1596. Mesmo sendo esta a mais poderosa e liberal cidade-estado da Europa, naquele século, a intolerância aos judeus ali também persistia. A lei obrigava os judeus a viverem num gueto. À noite o portão do gueto era fechado e vigiadopor cristãos; durante o dia todo homem que dali saia tinha que usar um chapéu vermelho que o identificava como judeu. A Lei proibia que os judeus comprassem imóveis, então, viviam da usura que era condenada pela lei cristã.

Enquanto os sofisticados venezianos faziam vista grossa a prática de usura pelos judeus, os fanáticos religiosos os odiavam ainda mais por isso.

Antonio é umrico mercador que nunca precisa dos empréstimos dos judeus e, como bom católico, os despreza.

Shylock é um judeu rico que vive da usura e é constantemente vilipendiado por Antonio e seus amigos.

Bassânio é um jovem bonito, de família  abastada e perdulário. Antonio nutre por ele uma grande amizade, melhor dizendo, uma paixão que o leva a qualquer sacrifício por esse amigo.Shylock tem uma filha, Jéssica. Ela é apaixonada por Lorenzo, um cristão, amigo de Bassânio.

            Bassânio vem ao encontro de Antonio para dizer-lhe que, em Belmonte, vive uma rica herdeira, muito bela e inteligente, chamada Pórcia. O pai da donzela, antes de morrer, pede a ela que faça um juramento: ela só se casará com o pretendente que abrir o baú onde está seu retrato. São trêsbaús: um de ouro, um de prata e um de chumbo. Bassânio, se conseguir casar-se com Pórcia, poderá pagar todas as dívidas. Inclusive as que em com Antonio. 

            Bassânio pede, então, a Antônio, mais um último empréstimo, pois está certo de conseguir esse casamento. Já conhecera Pórcia e percebera que ela correspondeu a seus olhares.  Precisa de dinheiro para a viagem e roupas, pois irácompetir com nobres e príncipes que se enfileiram para pedir a mão da rica donzela.

A fortuna de Antonio está toda empregada em navios mercantes que nesse momento navegam por diversos mares. No entanto, não poderia negar um favor a seu estimado amigo. Então, autoriza-o a pedir em seu nome o valor necessário a Shylock.

Bassânio procura Shylock e este anteve nesse empréstimo sua vingançaa Antonio. Empresta a quantia solicitada – três mil ducados –  por três meses. Antes de assinarem o acordo, o judeu despeja sutilmente sua raiva em Antonio.  Depois, diz  que quer ser seu amigo e que não cobrará ágio pelo empréstimo. Quer, apenas como garantia, uma libra da carne fresca que será tirada da parte do corpo de Antonio que ele, Shylock,  escolher. Antonio concorda, mas Bassânio,temendo pelo amigo, quer desistir.

Antonio o tranqüiliza dizendo que em dois meses terá de volta, seus navios, com o triplo dessa quantia. Selam o trato.

            Enquanto isso, em Belmonte, Pórcia recebe seus pretendentes.  Despreza todos eles e, afortunadamente para ela, nenhum deles escolhe o baú correto.

            Bassânio prepara-se para a viagem à Belmonte.  Prepara um jantar dedespedida e convida, além de seus amigos, o judeu Shylock.  Este, embora completamente sem vontade de comparecer, vai ao jantar. Enquanto isso, sua filha Jéssica prepara sua fuga com Lorenzo. Seus amigos Graciano e Salarino ajudam o casal na fuga.  Antes de partir, Jéssica furta do pai, suas jóias e muitos ducados.

            Bassânio parte para Belmonte nessa mesma noite. Graciano vai com ele.Quando Shylock retorna a sua casa e descobre a fuga de Jéssica, fica triste e raivoso ao mesmo tempo. Lamenta a partida da filha, mas lamenta ainda mais os bens que ela lhe tirou.

Dias depois, o judeu Tubal, amigo de Shylock,  traz-lhe notícias de Jéssica e do infortúnio de Antonio. Jéssica não foi encontrada, mas soube-se que está gastando avidamente o dinheiro que furtou de...
tracking img