O mar e a sua proximidade e o desenvolvimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4537 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice

1. Introdução

A proximidade com o mar sempre teve a sua influência no desenvolvimento económico dos países.
Desde há vários séculos, que esta proximidade tem constituído um factor de desenvolvimento económico, na medida em que facilitou a comunicação e as trocas comerciais entre os continentes.
Os países que possuem faixa costeira aproveitaram este recurso edesenvolveram, a partir daí, actividades económicas. Os países localizados no interior dos continentes (ou seja, não possuem faixa costeira e estão muito afastados do mar), tiveram de procurar outras fontes de riqueza e, para ter acesso aos recursos marítimos, recorrem à sua importação, sendo, por isso, mais caros.
Neste trabalho, será mencionada a importância do mar na economia e, como estudo decaso, serão analisados dois países com posições geográficas e economias completamente diferentes: Portugal e Luxemburgo.
A escolha destes países como objecto de estudo deveu-se ao facto de Portugal, desde os princípios da sua história, basear a sua economia nos recursos marítimos ao contrário do Luxemburgo, que se encontra distante do mar, tendo, porém, uma das economias mais desenvolvidas docontinente europeu. Desta forma, procura-se enfatizar as diferentes formas de exploração de recursos e riquezas, as diferentes actividades económicas e relações internacionais, bem como os diferentes níveis sócio-económicos que ambos os países se encontram, procurando resposta para a nossa pergunta de partida: A proximidade do mar é um factor importante no desenvolvimento económico de um país?2. A importância do mar para o desenvolvimento
O mar proporciona variadíssimos bens e serviços, entre os quais: o tratamento de resíduos e o controlo da poluição, a produção de alimentos, a produção de matérias-primas, os recursos biotecnológicos, as actividades de recreio e a dimensão cultural nas expressões estética, educativa, espiritual e científica.
Os mares e oceanosproporcionam uma via de comunicação global, que utilizada com propósitos comerciais ou político-militares, têm permitido conhecer os limites geográficos da Terra, facilitar o contacto e a permuta de culturas e civilizações e equilibrar o sistema geopolítico continental. A ausência de fronteiras e espaços ocupados no mar, que são controlados apenas episodicamente em tempo e espaço, facilitaram a mobilidademarítima. Este facto, permitiu a internacionalização do transporte marítimo, transformando-o no maior suporte do comércio mundial.
Porém, o aproveitamento dos recursos marítimos de forma desenfreada, pode prejudicar a biodiversidade e o equilíbrio sustentável dos oceanos. A sobrepesca, as operações de imersão de resíduos no mar, os derrames petrolíferos acidentais, entre outros, são alguns dessesproblemas, pelo que é necessário efectuar medidas de prevenção e preservação dos oceanos.
Outro aspecto negativo é o facto de a mobilidade facilitada dos oceanos expor os Estados costeiros a riscos como o narcotráfico, a imigração ilegal, escravatura e contrabando, pirataria, pesquisa e exploração ilícitas, entre outros, que, a longo prazo, podem revelar-se multiplicadores de gravesinstabilidades políticas e sociais atentatórias da segurança global.
A Comissão Europeia atribui grande importância às potencialidades marítimas, devido, entre outras razões, ao facto de vinte Estados-membros serem costeiros e sensivelmente metade da população viver junto às áreas litorais (como por exemplo, Portugal). Nestas áreas é gerado cerca de metade do PIB, pelo que se considera otransporte marítimo como vital para o comércio europeu, na concorrência de mercados a nível global.
O Comissário Europeu para as Pescas e Assuntos Marítimos, Joe Borg, afirmou, na Cimeira da Política Oceânica (TOPS), em 2005, que se pretende uma “Política marítima que exponha todas as potencialidades do mar numa perspectiva de sustentabilidade ambiental. Abordagem intersectorial, interdisciplinar...
tracking img