O idoso institucionalizado: muito mais do que ser utente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5878 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Modelos de Intervenção em Educação Social
3º ano Educação Social - Diurno


A identidade do idoso institucionalizado
Muito mais do que ser utente


Docente: Cecília Monteiro
Discente: Mª Helena Domingues – 1090059

Leiria, 2012

Índice
Introdução 3
Fundamentação Téorica 4
Diagnóstico 8
Análise SWOT 10
Planificação 11
1ª Intervenção 13
2ª Intervenção 14
3ª Intervenção 15Cronograma Financeiro: 16
Calendarização…... 17
Aplicação 17
Avaliação 19
Reflexão 21
Bibliografia 23
ANEXOS 24













Introdução
O presente trabalho foi proposto pela docente Cecília Monteiro, no âmbito da unidade curricular de Modelos de Intervenção em Educação Social. Este trabalho visa a realização de três intervenções numa instituição que ficou ao critério de cadaaluno, neste trabalho em particular, a escolha recaiu sobre o Campus Social do Olival, que é um centro social recente, localizado na freguesia da Murteira, concelho de Cadaval, a inauguração das instalações foi apenas há dois anos, mas este centro pertence à Associação Murteirense da Cultura, Desporto e Solidariedade Social, que já tem 36 anos de existência.
Para a concretização das intervenções,elaborou-se primeiramente uma carta de motivação que foi entregue em mão à diretora técnica do Campus, ainda antes de receber uma resposta oficial, a diretora deu logo o seu parecer positivo em relação à realização das intervenções na instituição, mais precisamente na resposta social Lar Residencial de Idosos. Depois das duas primeiras intervenções estarem realizadas, veio a resposta oficial dadiretora, também em formato de carta , para assim formalizar a sua autorização.
A preparação para as intervenções, foi feita através da realização de um diagnóstico, para melhor planificar as atividades. E foi nesse momento que se delineou o possível tema deste trabalho, “A identidade do Idoso Institucionalizado”.
O seguinte trabalho, estrutura-se em seis pontos, primeiro a fundamentação teórica;em seguida o diagnóstico, dentro deste ponto, algumas informações foram cedidas pela diretora técnica; o terceiro ponto será a planificação, onde constam as três intervenções; depois segue-se a aplicação, isto é, a explicação de como se irá proceder as atividades, segundo o papel da dinamizadora e do público-alvo. O penúltimo ponto, será a avaliação de três componentes (Diagnóstico, Planificaçãoe Avaliação). E o último será uma reflexão final sobre todo o trabalho desenvolvido.
As intervenções e toda a fundamentação teórica, pretendem realçar a importância da valorização da identidade do idoso que se encontre institucionalizado e defendem a ideia de que o idoso é mais do que um simples utente, a usufruir dos serviços de uma resposta social.
Fundamentação Teórica
Tusui ya takara – Osidosos são o nosso tesouro
Hennezel, 2001
Como diz Hennezel, o idoso é um tesouro e neste momento, “Assiste-se a uma situação de duplo envelhecimento demográfico: envelhecimento base e no topo que reflete uma diminuição no número de nascimentos e um aumento da importância da população idosa, respectivamente.” (Paúl & Cruz, 2009, p.16). Portanto, os idosos são um grupo cada vez mais merecedor danossa atenção e respeito, porém muitas vezes não é isso que se verifica, porque a sociedade portuguesa, segundo Marques (2011) é uma sociedade idadista e profundamente desconhecedora em relação à área da gerontologia e da geriatria. Ou seja, o que acontece é que as pessoas não sabem realmente o que é envelhecer e por isso julgam que ser velho é o contrário de ser jovem, mas Zimerman (2000)esclarece esse ponto e refere que o envelhecimento orgânico e as suas consequências é diferente de doença e incapacidade, porque envelhecer é passar para uma nova etapa da vida.
A comparação entre as fases da vida pode gerar preconceitos, levando os próprio idosos a discriminarem-se, o que faz com que percam a sua autonomia e consequentemente a sua independência, pois se concebem à partida a ideia que...
tracking img