O fracasso ensina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2048 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O fracasso ensina
O especialista em design diz que os desastres envolvendo obras ou máquinas se transformam em combustível para o avanço da tecnologia
[pic]
Rosana Zakabi
|Jernny Warburg/The New York Times |
|[pic] |
|"A invenção é a mãe danecessidade. Ninguém precisava do iPod ou do telefone celular antes que |
|eles fossem inventados" |
| |


O americano Henry Petroski, professor de engenharia e história da Universidade Duke, é um dos mais respeitadosespecialistas em design, a técnica de criar produtos atraentes e funcionais. Nos últimos anos, ele tem se dedicado a investigar um fenômeno: mesmo com a tecnologia de que se dispõe hoje, por que continuam a ocorrer falhas às vezes catastróficas em novos projetos de engenharia? Como exemplo, ele cita a série de acidentes causada recentemente nos Estados Unidos por um modelo de pneu defeituoso. O trabalhoresultou num livro recém-publicado, Success through Failure – The Paradox of Design (O Sucesso através do Fracasso – O Paradoxo do Design), ainda sem previsão de lançamento no Brasil. Na obra, Petroski chega a duas conclusões. Primeiro, enquanto existir progresso tecnológico, erros e acidentes continuarão acontecendo. Segundo, esses erros são valiosos para diminuir o risco de novas falhas no futuro."Se o Titanic não tivesse afundado, não se descobririam as falhas de seu projeto", ele exemplifica. Da Carolina do Norte, onde mora, Petroski falou a VEJA.
Veja – O que é um bom projeto?
Petroski – O bom design, aplicado tanto a um eletrodoméstico como a um edifício ou uma ponte, incorpora o espírito de aperfeiçoamento inerente ao ser humano, a vontade de tornar o mundo mais prazeroso edivertido. Um design espetacular não precisa ser uma obra de grandes proporções. Muitas vezes, trata-se de um objeto simples e pequeno, como aquele dispositivo de plástico que se espeta no meio da pizza para impedir que ela grude na tampa da caixa durante o transporte. É um bom design porque resolve um problema comum de maneira bastante econômica e eficiente.
Veja – O que é mais importante: beleza oufuncionalidade?
Petroski – No melhor design, funcionalidade e estética são tratadas com igual importância. Uma não deve sobressair à outra. Devem se complementar de forma harmoniosa.
Veja – Que papel desempenha a criatividade no mundo moderno?
Petroski – Em tese, se nada mais fosse inventado, o mundo poderia funcionar bem com os objetos e sistemas já existentes. Entretanto, faz parte de nossanatureza querer melhorar o que é ineficiente, deselegante e incompleto. A criação de novidades torna-se imperiosa quando a qualidade de vida entra em conflito com a percepção de que determinado objeto ou construção utilizados atualmente são imperfeitos. Mesmo que ninguém clame por uma ponte mais longa ou um avião mais rápido, o desafio técnico de produzi-los impulsiona sua criação e construção.
Veja– Como pensam os grandes inovadores tecnológicos?
Petroski – Eles enxergam falhas onde a maioria das pessoas vê apenas sucesso. Percebem no fracasso a oportunidade de criar algo melhor do que o que já existe e também de prevenir falhas no futuro.
Veja – Isso significa que o fracasso impulsiona os bons inventores?
Petroski – Sem dúvida. Enquanto houver progresso tecnológico, erros e acidentescontinuarão acontecendo. A falha servirá de lição, desafiará os engenheiros a corrigi-la e, dessa forma, se transformará em combustível para o avanço das tecnologias. Esse é o paradoxo do design e das criações em geral. Historicamente, aprendemos mais pelos fracassos do que pelos sucessos. As mais importantes criações dos últimos tempos foram aquelas que focaram nas limitações e nas falhas. A...
tracking img