O desenvolvimento humano segundo henri wallon

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1705 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Este texto tem como principal objetivo oferecer um panorama geral dos estudos psicogenéticos de Henri Wallon, enfatizando de modo especial elementos de sua teoria que nos permitem refletir sobre alguns aspectos do desenvolvimento da comunicação humana nos primeiros anos de vida. Em coerência com a teoria de Henri Wallon, inicio situando o leitor a respeito de elementos de suatrajetória – incluindo aí contexto histórico e social, sua formação e experiências profissionais - que permitem compreender o destaque que alguns conceitos ganham em sua obra, tal como o da influência do meio social no desenvolvimento humano.
Sua teoria, abrangente e dinâmica, serve a muitas leituras por parte de quem procurar nela subsídios para a reflexão pedagógica. Abordando temas como a emoção, amotricidade, a formação da personalidade, linguagem, pensamento, dentre outros, fornece material precioso para refletir as relações entre desenvolvimento infantil e práticas educacionais.
Para aqueles que atuam na educação, conhecer como o movimento do
desenvolvimento infantil se dá é fundamental para que seja possível contribuir como mediador e facilitador desse processo. Nesse sentido, opensamento de Henri Wallon constitui-se num valioso referencial teórico que pode subsidiar as experiências com crianças.

Biografia

Nasceu na França em 1879.
Antes de chegar à psicologia passou pela filosofia e medicina, ao longo de sua carreira foi cada vez mais explícita a aproximação com a educação.
Em 1902, com 23 anos, formou-se em filosofia pela Escola Normal Superior, cursou tambémmedicina, formando em 1908.
Viveu num período marcado por instabilidade social e turbulência política. As duas guerras mundiais (1914-18 e 1939-45), o avanço do fascismo no período entre guerras, as revoluções socialistas e as guerras para libertação das colônias na África atingiram boa parte da Europa e, em especial, a França.
Em 1914 atuou como médico do exército francês, permanecendo vários mesesno front de combate. O contato com lesões cerebrais de ex-combatentes fez com que revisse posições neurológicas que havia desenvolvido no trabalho com crianças deficientes.
Até 1931 atuou como médico de instituições psiquiátricas.
Paralelamente à atuação de médico e psiquiatra, consolida-se seu interesse pela psicologia da criança.
Na segunda guerra atuou na Resistência Francesa contra osalemães, foi perseguido pela Gestapo, teve que viver na clandestinidade.
De 1920 a 1937, é o encarregado de conferências sobre a psicologia da criança na Sorbonne e outras instituições de ensino superior.
Em 1925 funda um laboratório destinado à pesquisa e ao atendimento de crianças ditas deficientes.
Ainda em 1925 publica sua tese de doutorado “A Criança Turbulenta”. Inicia um período de intensaprodução com todos os livros voltados para a psicologia da criança. O último livro “Origens do pensamento na criança”, em 1945.
Em 1931 viaja para Moscou e é convidado para integrar o Círculo da Rússia Nova, grupo formado por intelectuais que se reunião com o objetivo de aprofundar o estudo do materialismo dialético e de examinar as possibilidades oferecidas por este referencial aos vários campos daciência.
Neste grupo o marxismo que se discutia não era o sistema de governo, mas a corrente filosófica.
Em 1942, filiou-se ao Partido Comunista, do qual já era simpatizante. Manteve ligação com o partido até o final da vida.
Em 1948 cria a revista “Enfance”. Neste período, que ainda hoje tenta seguir a linha editorial inicial, as publicações servem como instrumento de pesquisa para ospesquisadores em psicologia e fonte de informação para os educadores.
Faleceu em 1962.

Posições Teóricas

Para Wallon, a formação da inteligência é genética e organicamente social. Sua obra é marcada pela ideia de que o processo de aprendizagem é dialético: não é correto atribuir verdades absolutas, mas sim, revigorar direções e possibilidades. Wallon propõe o estudo da pessoa completa, tanto em...
tracking img