O desenho infantil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1155 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. O DESENHO INFANTIL

Por meio de linhas, pontos e manchas sobre uma superfície identificamos a representação do desenho, ou seja, a arte e a técnica de representar, com lápis, pincel e etc., um tema real ou imaginário, expressando a forma.
Evoluiu-se paralelamente a maneira de encarar o desenho, antes o mesmo tinha a finalidade de preparar o futuro artista, tendo uma relação única com a arteadulta. Conforme citou Mèredieu (2006, p.3) “Durante muito tempo, só se reteve do grafismo infantil as particularidades que diziam respeito à inabilidade motora, atribuindo os sucessos ao acaso”.

Sabemos que a criança precisa se comunicar e para isso utiliza um repertório repleto de signos gráficos, os quais aparecem em todas as produções infantis, modo de expressão da criança, o desenhoconstitui uma língua que possui seu vocabulário e sua sintaxe. Com a idade escolar se intervém a distinção dos diversos signos levando em conta que a criança está em constante mutação, ou seja, as experiências, crescimento, sentimento interagem com essa evolução dos signos da linguagem. De acordo com Mèredieu (2006, p.18) “Tal evolução se faz por etapas, no decorrer das quais observam-se regressões aum estágio anterior do grafismo, regressões significativas de um distúrbio profundo ou de uma crise passageira”.

Conforme Mèredieu (2006, p.24)

Chamamos de desenho informal o início da evolução da criança, onde no plano plástico a expressão infantil começa pelo aglomerado e pelo rabisco no plano gráfico, condicionam toda a atividade futura da criança e constituem uma verdadeira “préhistória” do desenho.

Antes de tudo o rabisco é motor, a criança só o fará pelo prazer a partir do momento em que se notar que seu gesto produziu um traço. De acordo com Mèredieu (2006, p.25) “O rabisco aparece com a aprendizagem do andar e do sentido do equilíbrio, seu estudo articula-se em torno de uma análise psicomotora do gesto gráfico”. Assim, existem três estágios do rabisco, mencionados porBernson (1966, apud MÈREDIEU, 2006):
- Estágio vegetativo motor, que ocorre por volta dos dezoito meses: o lápis não sai da folha e o traçado é mais ou menos arredondado ou alongado;
- Estágio representativo, entre dois e três anos: o aparecimento de formas isoladas é o que caracteriza este estágio, a criança levanta o lápis e passa do traço contínuo para o traço descontínuo, inicia-se umatentativa de reproduzir o objeto e comentário verbal do desenho;
- Estágio comunicativo começa entre três e quatro anos, a criança passa a imitar o adulto de maneira mais intensa, se traduz por uma vontade de se comunicar com o outro, de escrever, cria uma escrita fictícia, procuram reproduzir as letras dos adultos através do traçado em forma de dentes de serra.

Quando a criança exprime umpensamento individual, o desenho passa para a categoria dos jogos simbólicos, o que era desenho de imaginação torna-se desenho de observação. Através do processo de socialização, o sujeito procura marcar seu próprio poder sobre o objeto, assimilando o real ao seu “eu” que ainda predomina no rabisco. “De inicio essencialmente lúdico, efetuado por prazer, o desenho torna-se pouco a pouco uma atividade cujocaráter sério tem como contrapartida o acesso ao universo adulto” (MÈREDIEU 2006).

1.6. A criança, o primitivo e a atualidade.

Durante muito tempo o desenho da criança foi comparado com as produções dos povos primitivos, porém hoje vemos que tais assimilações foram apressadas. Conforme Mèredieu (2006, p.100) “a criança participa de uma cultura que não tem nada a ver com as sociedadesprimitivas”.

Existem analogias entre os desenhos infantis, as produções dos povos primitivos e da Idade Média, nestas produções encontramos a transparência, a sobreposição dos planos, o plano deitado, as pinturas egípcias da mesma maneira que os sistemas pictográficos dos índios da América do Norte e os desenhos da Idade Média utilizam o processo do plano deitado, “são processos de representação...
tracking img