Ciencias naturais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3267 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ciências - metodologia do ensino de ciências
METODOLOGIA E PRÁTICA DE ENSINO DE CIÊNCIAS:


A APROXIMAÇÃO DO ESTUDANTE DE MAGISTÉRIO DAS AULAS DE CIÊNCIAS NO 1º GRAU



NÉLIO MARCOS V. BIZZO

Faculdade de Educação da USP

http://www.ufpa.br/eduquim/praticadeensino.htm



O ensino de ciências é alvo de intenso debate há pelo menos 30 anos, colocando em evidência suas interfaces coma psicologia do desenvolvimento, com a pedagogia, com a sociologia, com a economia, etc.

Nos últimos anos tem ganhado crescente importância a relação da Metodologia de Ensino de Ciências com as concepções que os alunos têm a respeito dos conceitos científicos (ver, por exemplo, Driver, 1985) e suas repercussões na formulação curricular. Da mesma forma, a história da ciência vem adquirindorelevância para a Metodologia de Ensino (ver, por exemplo, Mattews, 1989). No entanto, até há bem pouco tempo, o ensino de ciências era visto primordialmente como parte obrigatória em planos de reformulação econômica e social, dada a sua inter-relação com o desenvolvimento das forças produtivas.

Nestas últimas três décadas, as orientações metodológicas têm variado profundamente (ver, por exemplo,Krasilchik, 1987), colocando em evidência uma série de particularidades inerentes à área, bem como algumas incompreensões que ainda hoje subsistem.



Redesenhando a iconografia do modelo metodológico



A pesquisa das concepções dos professores sobre modelos metodológicos tem sugerido a urgência e a necessidade de repensar as grandes linhas que têm balizado a pesquisa de metodologias deensino de ciências.

A metodologia e a prática de ensino de ciências para o curso de Pedagogia é trabalhada na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo como uma disciplina específica com carga horária própria. Os alunos realizam estágio prático em escolas de ensino fundamental da rede pública, observando e registrando o cotidiano de uma escola. Ao lado disso, realizam pesquisas de campo,estudando processos cognitivos da criança ligados aos conteúdos específicos da disciplina. Como resultado, essa iniciação ao universo da pesquisa em ensino de Ciências é acompanhada, via de regra, por novas compreensões dos conceitos que as crianças constroem para explicar os fenômenos que elas observam. O grande problema que enfrentamos, e que talvez seja comum em cursos dessa natureza, é comoestabelecer um canal de comunicação direta com o professor, de modo que possibilite a repercussão dos resultados do estágio e da pesquisa na realidade da sala de aula.

Os relatos que temos recolhido dos estagiários dão conta de uma certa "relutância" do professor em relação a sugestões metodológicas novas. De uma forma geral, tal postura é justificada principalmente por dois argumentos centrais:de um lado encontramos professores experientes, conhecedores de diferentes propostas metodológicas; de outro, encontramos profissionais atuando há pouco tempo ou, quando não, ainda completando sua formação de nível superior. Apesar de suas diferenças profissionais, une-os a descrença numa iniciativa metodológica nova.

O primeiro grupo de professores parece encarar a sucessão de proposiçõesmetodológicas dos últimos anos – que variam profundamente com o tempo – como o vagar de uma nau sem rumo. As propostas de curso composto por "lições sobre um tema", procurando esgotar uma série de assuntos considerados primordiais; o método de redescoberta, que propunha aos alunos tomar o lugar de cientistas e repercorrer o caminho de suas grandes descobertas; a crítica profunda a essas duaspropostas, que levou aos estudos de mudança conceitual e das abordagens construtivistas etc, é entendida como tentativa errática para atingir uma cidadela que, a esta altura, parece intangível.

O ceticismo dos mais novos parece ser explicado pela desilusão com a aplicabilidade e eficiência de determinado guia metodológico quando cotejado com a realidade da sala de aula. Ancorados num determinado...
tracking img