O descurso do metodo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1686 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO...............................................................................4
3 DIVERSAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A CIÊNCIA...................6
4 PRINCIPAIS REGRAS DA PRÁTICA CIENTÍFICA......................6
4.1 QUATRO PRECEITOS FUNDAMENTAIS PARA A PRÁTICA
CIENTÍFICA........................................................................................................65 MORAL PROVISÓRIA...................................................................7
5.1 SEGUIR AS REGRAS DOS MAIS SENSATOS...........................................7
5.2 SER FIRME NAS DESISÕES.......................................................................7
5.3 PRIMEIRO MUDAR A SI MESMO................................................................7
5.4 APRENDEROBSERVANDO........................................................................7
6 EXISTÊNCIA DE DEUS E DA ALMA HUMANA,
FUNDAMENTOS DA METAFÍSICA................................................7

7 TRATADO E O PROGRESSO DO CONHECIMENTO..................8
8 CONCLUSÃO.................................................................................9BIBLIOGRFIA.................................................................................10

INTRODUÇÃO
René Descartes em seu discurso apresenta um método para chegar à verdade que é procurando em si próprio. Para ele bom senso é o mesmo que razão, ou seja, é o poder de bem julgar e distinguir o verdadeiro do falso e é igual em todos os homens. No decorrer do discurso ele mostra essa verdade, a qual ele tinha, aplicada no Estado, na educação eprincipalmente na ciência. Ele duvida de suas próprias crenças, pois os sentidos enganam-nos ás vezes e as circunstâncias mudam. Mas ao duvidar de tudo, Descartes percebeu que aquilo ele duvidava tinha de existir para pensar, e daí surge sua famosa frase: “Penso, logo existo”.

DISCURSO DO MÉTODO

3 DIVERSAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A CIÊNCIA

A diferença de nossas opiniõesse dá pelo fato de não considerarmos as mesmas coisas. A razão ou o senso dentre as demais qualidades é a única que nos torna homens e nos diferencia dos animais.
Descartes cria um método , pelo qual aumenta gradativamente seu conhecimento em busca da verdade. Ao observar com um olhar filosófico as variadas ações do homem, mas considera fúteis e inúteis. Para Descartes se aprendermos sobre oshábitos de diferentes povos, não julguemos de maneira errada aquilo que nos é diferente.
Descartes ao contrário de muitos outros filósofos não convertia a ciência num oficio, ele abandona totalmente o estudo das letras, e decide não procurar outra ciência a não ser aquela que existe nele mesmo, ou no mundo , através de suas viagens, refletindo a respeito das coisas que o apresentavam para que tirassealgum proveito delas, mas ele acreditava que se encontrava muito mais verdade nos raciocínios que cada um forma, do que se referem aos negócios que lhe interessam.
Ao observar os costumes dos outros Descartes chega à conclusão que havia tanta diversidade quanto à opinião dos filósofos, e o maior proveito que ele tirou foi de que não devia acreditar com muita convicção em que havia sidoapresentado a ele pelo exemplo e pelo habito, pois o que aos olhos dele era tido como ridículo a outros era algo comum.

4 PRINCIPAIS REGRAS PARA A PRÁTICA CIENTÍFICA

Rene Descartes considera que aqueles que se reúnem e obedecem às leis são bem mais policiados que aqueles que elaboram suas leis à medida que os crimes e as queixas os desconfortam. Um homem de bom senso está bem mais próximo daverdade do que a ciência dos livros, pois este homem pode simples raciocínios naturalmente e a ciência é apenas provável e algumas nem demonstrações apresentam.
Com base nisso, Descartes se convence de que o Estado poderia ser reformado, mudando-o tudo e ser reconstruído desde os alicerces e aplicar isso também na educação e na ciência.
Cada ser humano tem a sua razão, o seu modo de pensar. Se...
tracking img