O corte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1073 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Corte
Ficha Técnica:
Nome: O Corte
Nome original: Le Couperet
Cor filmagem: Colorida
Origem: Bélgica - Espanha
Ano produção: 2005
Gênero: Suspense
Duração: 122 min

Sinopse:
Bruno Davert (José Garcia) é um profissional realizado e pai de família feliz. Até o dia em que o perde o emprego que tinha há 15 anos numa fábrica de papel. Depois de passar longos meses sem arrumar novotrabalho, ele começa a desenvolver um comportamento a cada dia mais louco. Investiga quem são seus maiores concorrentes e passa a matar um por um.
Há dois anos e meio atrás, Bruno Davert (José Garcia) era um profissional realizado, marido exemplar e pai de família feliz. Trabalhava há 15 anos na mesma indústria de papel, o que lhe permitia manter um nível de vida alto, com a casa e o carro dos sonhosda classe média. A mudança da sede da empresa para a Europa do leste, para cortar os custos, elimina o emprego de Bruno. Ele se vê submetido ao humilhante ritual do envio de currículos que quase nunca recebem respostas, das entrevistas de seleção cheias de truques dos hoje todo-poderosos gerentes de Recursos Humanos. E sucessivamente fracassa.
Bruno entra, então, num processo de loucura.Convence-se de que o único modo de obter um novo emprego é acabar com a concorrência – o que ele faz, literalmente, matando um a um executivos desempregados de perfil semelhante ao seu.
O Corte é também um filme político. As ideologias e predominou o que enunciou a lei do mais forte na natureza. Ao menos na natureza dos executivos há muito desempregados, como o protagonista deste filme, transformado numpredador que levou ao pé da letra a tática dos animais e mata para sobreviver.
Este filme de Costa Gravas é excelente pois nos traz reflexões bastante lúcida a respeito do modelo econômico atual, pois esse filme nada mais é que uma crítica ao sistema capitalista. Na conjuntura atual em que estamos vivendo a atitude que o personagem Bruno Darvert estabeleceu neste filme é comum nesta sociedade,pois o desemprego é uma porta estabelecida por milhares de pessoas de atitudes imprevisíveis, por que se partirmos da análise de como funciona a dinâmica de classes nesta sociedade capitalista é preciso vender a força de trabalho para suprir as necessidades básicas fisiológicas, o capital precisa de força de trabalho para manter esse sistema que gera em torno do lucro e nos precisamos trabalhar parasobreviver. Sendo assim, o desemprego afeta a autoestima de um indivíduo e causa um efeito desagregador na família. Nesse modelo de produção capitalista o desemprego é algo de aplicação indispensável nas relações sociais, sendo isso uma estratégia do capital para manter a ordem social vigente, quanto maior é o desenvolvimento das forças produtivas mais miséria se reproduz. E com isso podemosevidenciar o esquecimento por parte daquele que é tido como o mantenedor da sociedade que visa o bem comum de todos que, na sua verdadeira essência sua atual função é manter a ordem vigente. Pura demagogia. O que se tem é um Estado retraído que atende somente a classe dominante que justamente para dar respostas a essa classe isola e excluindo tudo o que lhe faz mal. E essa retração do Estado deve-se aideia neoliberal que impõe que ele seja mínimo e o mercado é quem controle as relações sociais e as relações de produção. Fica perceptível nesse filme que por mais que as pessoas sejam qualificadas, cultas e competentes não há mercado de trabalho para todos e é isso que explica a competição atual, o sistema capitalista é tão contraditório que quanto mais ele se desenvolve pior se torna a vida daclasse trabalhadora, ou seja, aumenta a intensificação do trabalho. O que aconteceu com o Bruno Darvert nada mais é que uma estratégia do capital, no qual o exército industrial de reserva, que significa uma enorme fila de desempregados esperando por uma oportunidade de trabalho, faça com que o trabalho seja cada vez mais árduo e intensificado, precarizando as condições de trabalho, ressaltando...
tracking img